A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Espaços vazios (Com mp3)





... Como vazias foram as suas ideias, as suas armas, os seus feitos. Vamos gente! Erguer a cabeça. Como o sol que se ergue todos os dias. Sem vazios e sem medos...


Espaços vazios (mp3)
Antonio Pereira Apon.


Chaplin em seu filme: O Grande Ditador.


Você!

Por que enche de coisas vazias o seu vazio?

Levanta!

Pega a vida que deixou estendida ao solo.

Grita!

Expulsa de você esse mórbido vazio.

Busca!

Busca a vida em cada coisa, em cada instante,

Em cada olhar.

E não restará espaços vazios...

Ninguém pode estar vazio!

Quando há tanto a se dizer, a se fazer, a se amar...

Vamos gente!

Expulsar esse vazio,

mudar o mundo, fazer do mundo um mundo melhor...

.. um mundo sem vazios, pois foram homens vazios que mataram Cristo,

que mataram Gandhi;

foram homens vazios. Que marcharam com Hitler, que assassinaram Lennon e Sadat...

É, foram vazios...

Vazios!

Como vazias foram as suas ideias, as suas armas, os seus feitos.

Vamos gente!

Erguer a cabeça. Como o sol que se ergue todos os dias.

Sem vazios e sem medos.

Medo.

Medo, angústia

angústia, vazio

Vazio. Espaço aberto na mente. Que se preenche com o bem ou com o mal.

Se o mal domina o homem cai!

se o bem domina enchendo o vazio,

o homem se eleva,

o homem se eleva,

se eleva...


Sol sorrindo, afastando as nuvens.


Foi com esse poema de 1982, que tudo começou. Em 83 ele intitulou meu primeiro livro, publicado com o patrocínio da querida professora Silverina Garrido. Lançado na EDUEXPO – Exposição de Educação da Bahia.



(Postado aqui em 23 de agosto de 2007).



Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Compartilhe:

7 comentários:

  1. Que legal amigo!

    Então esse foi seu primeiro poema? E tão atualizado com os nossos dias!!!!

    LIndo!

    Que na vida tenhamos sempre a coragem de admitir nossos vazios, muitas vezes prenchidos, ou melhor, camuflados com futilidades...

    Grande abraço

    Leila

    ResponderExcluir
  2. Que lindeza Antonio...bendito foi este momento que tudo começou, que você permitiu que da sua alma, do seu coração se derramassem as mais lindas palavras, os mais lindos sentimentos...que deixou seu ser se expressar de infinitas maneiras.
    Mesmo nem sempre conseguindo acompanhar todos os seus posts, adoro ler sempre que posso, tenho uma afinidade muito grande com o que você escreve.
    Penso que a cada um de nós cabe, preencher nossos vazios e que seja de bons sentimentos, boas atitudes, não é mesmo?
    Ótimo final de semana amigo, beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  3. Antonio Querido!

    Vazio!
    Começou com o vazio! Que encheu sua imaginação de palavras!
    Que lindo!
    Tenha um fim de semana muito feliz!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Antônio !!!

    Que texto lindo !!! Muito emocionante e inspirador !
    temos mesmo que deixar de preencher o nosso vazio com mais inutilidades vazias, e fazer a escolha certa que é preencher nosso interior com o Bem, desta forma seguindo em paz e contribuindo para um mundo infinitamente melhor :)

    Maravilhoso !!!
    Um enorme abraço e que seu fim de semana seja ótimo !! :)

    ResponderExcluir
  5. Si, sempre hai que buscar as boas emocións, a alegría de vivir, encher todos os espazos con amor e bos propósitos.
    Gustoume o texto.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  6. Si, sempre hai que buscar as boas emocións, a alegría de vivir, encher todos os espazos con amor e bos propósitos.
    Gustoume o texto.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  7. Querido amigo,


    Um belo poema! Seus versos preenchem a alma do leitor com belas mensagens. Parabéns e obrigada pela partilha.

    Bom fim de semana. Beijos com carinho.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.