governo da Bahia e Banco do Brasil. Prejuízo para deficiente visual

 

Servidores, aposentados e pensionistas do Governo da Bahia, foram obrigados a migrar suas contas do Bradesco para o Banco do Brasil (que assegurou manter todas as vantagens do banco de origem).

 

Os deficientes visuais, correntistas do Bradesco, solicitam, e recebem gratuitamente um software leitor de tela, que lhes permite uma independência e acessibilidade bastante satisfatória no uso do computador e suas inúmeras funcionalidades. O BB não fornece tal programa, cuja versão mais recente já está sendo distribuída pelo Bradesco.

 

Os leitores Virtual Vision e Jaws, no momento, são os que oferecem uma melhor e mais eficiente interação dos DVs com o micro. O VV 5 foi disponibilizado pelos bancos: Bradesco e Real, o VV 6 já está sendo entregue pelo Bradesco. E o BB? Vai nos prestar mais esse desserviço?

 

Comentários

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Precisa de tinta para escanear?

Folclore brasileiro em acróstico

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”