Bom natal e luminoso ano novo!



... felicidade do natal e a prosperidade do ano novo dependem de cada um de nós. Somos os operários na construção de um desiderato de luz e harmonia...


Antonio Pereira Apon.


Barco navegando ao alvorecer.


Temos aprendido, que nada acontece por acaso. Alegrias e tristezas, fazem parte da vida, do aprendizado de viver. Colhemos agora, aquilo que plantamos ontem e ceifaremos amanhã a semeadura de hoje.


Todo novo ano, começou a ser construído no ano que finda. O presente e o futuro, são os frutos do passado. O tempo não para, não sofre solução de continuidade. Corre célere como um rio, a desembocar no mar do infinito.


Que no ano nascente, aproveitemos melhor o tempo, cultivando o amor e a paz, o discernimento e a pro atividade; que sejamos mais verdadeiros, fraternos e conscientes. Que o ser esteja acima do ter e que Deus, encontre guarida em todo coração humano, independente do rótulo religioso ou da falta dele.


Que nesses novos 365 dias, não esperemos que os outros, façam aquilo que nos cabe fazer e que tomemos a iniciativa de construir um mundo melhor, começando a se tornar um ser humano participativo, útil, responsável, transformador, solidário, altruísta, positivo...


A felicidade do natal e a prosperidade do ano novo dependem de cada um de nós. Somos os operários na construção de um desiderato de luz e harmonia.


Um fraterno e apertado abraço, repleto de votos de realizações e positividades no ano que alvorece, trazendo novas possibilidades e renovando esperanças.



(Postado aqui em 20 de dezembro de 2008).


Clique na imagem abaixo para ler outro post de fim de ano, sorteado pelo sistema:


Clique aqui.


Ou clique num dos links abaixo para ler outro post de fim de ano, já escolhido aleatóriamente pelo sistema:



Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Antonio, vc já entrou no clima de final de ano, né? Eu confesso que ainda estou com os pés em 2012, providenciando as coisas para encerrar esse ciclo.

    Um grande abraço e espero ainda lê-lo esse ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou resgatando algumas mensagens antigas, mesclando algumas novas... Gosto desse clima natalino, faz acreditar que a humanidade pode ser melhor.

      Obrigado Paty.

      Um abração.

      Excluir
  2. Venho desejar um Feliz Natal a si
    e sua Família.
    Bj. Irene Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Irene. Um natal com tudo de bom para ti e os teus também.

      Um abração.

      Excluir
  3. Oi, Antônio!

    Que é feito de você, amigo?
    Anda pouco ligado na net, eu sei, mas uma visitinha aos/às seus seguidores/as mais assíduos, sabe bem.

    Bem, vamos falar da quadra, que já estamos vivendo e que já se aproxima.
    Tempo de euforia, consumo desenfreado, criança que pede esse mundo e o outro e Jesus nasceu tão pobre, numa manjedoura, em Belém.

    Eu não penso que as pessoas sejam melhores nessa época, do que nos restantes onze meses do ano, não. O que eu acho é que mostramsó fachada, ou seja, pra "inglês ver".
    Meu Natal vai ser muito simples. Como não tenho crianças e minha família é, graças a Deus, pequena, não haverá prendas.
    Aqui, se come bacalhau, com batata cozida e couve cozida, também. É tradição.
    Será um jantar, dia 24, como qualquer outro e dia 25, um dia igual a qualquer outro dia 25.
    Até porque Jesus não nasceu a 25. Foi a Igreja Católica, que, por conveniência, escolheu essa data.

    Portanto, vamos ser corretos e amigos de todo o mundo, porque essa é a vontade de Deus.

    A gente, ainda se fala, antes do Natal.

    Um abraço da Luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, não há nenhum milagre transformador que torne melhores as pessoas, e todos os artifícios mercadológicos do ter, marcam o paradoxo com o ser que Jesus exemplificou. Mas o clima natalino e o “teatro” do fim de ano, mostram que se houver vontade, podemos fazer diferente. Um mundo melhor é uma questão de opção, de querer do ser humano.

      Obrigado Luz.

      Um abração.

      Excluir
    2. Oi, Antônio!

      Verdade mesmo, o que você disse, em seu comentário.
      Postei 3ª feira à tardinha, quinze dias, precisamente, antes do dia de Natal.

      Fim do mundo...!? Só Deus sabe dia e hora, nem sequer seu filho, Jesus, tem disso conhecimento.

      E logo no dia mais pequeno do ano. É pra não sofrermos tanto, só pode. Bem, não vale a pena nem pensar. O Armajedon (não sei se está bem escrito ou não) será algo de terrível.
      Que Deus nos acuda!

      Abraço da Luz.

      Excluir
    3. Já disseram que o mundo ia acabar tantas vezes. Tem maluco para tudo. O pior é que cá no hemisfério sul, é o dia mais longo. Mas, qualquer coisa, nos encontramos lá no “Juízo final”. Rs rs rs...

      Um abração.

      Excluir
    4. Oi, Antônio!

      Pra nós, no Hemisfério oposto, Norte, é o dia mais pequeno, mais curto, portanto as "dores" demorarão menos do que aí.

      QUE LOUCURA! DOIDICE, MESMO.

      Abraço da Luz.

      Excluir
    5. Nem Freud explica. Talvez Einstein consiga. Tamanha a relatividade. Kkkkk...

      Obrigado Luz.

      Um abração.

      Excluir
  4. Oi, Antonio!

    Seus textos, suas poesias são sempre repletas de boas energias e otimismo!
    Elementos importantes no "caminhar" do ser humano!
    Elementos que fazem parte de você!
    Tenha um fim de semana muito feliz!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caminhar sempre! Para frente, para o alto, para a luz. Buscando sempre o melhor.

      Um abração Jossara. Obrigado, Boa semana.

      Excluir
  5. Oi Antônio,
    Muitas pessoas esperam as coisas boas da vida,mas não fazem nada para tê-las.Um ano que se inicia é uma oportunidade de fazer muito,assim como todos os dias,se a vida vai ser boa ou bonita depende de nós e de mais ninguém.
    uma ótima semana,abraço,=)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Cada um de nós, precisa assumir sua parte na engenharia dos novos tempos, de um mundo melhor.

      Obrigado Suu.

      Um abração e boa semana.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Folclore brasileiro em acróstico

Precisa de tinta para escanear?

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”