A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Não espera

Não espera

Por: Antonio Pereira (Apon)

http://br.geoc    ities.com/aponarte/

 

O ontem e o amanhã

São apenas versões do hoje.

Um é o hoje passado,

O outro é o hoje futuro.

O tempo flui sem detença.

Não perca o dia,

Não desperdice a hora,

Não desdenhe do minuto.

A vida não para!

Não espera por mim,

Nem por você,

Nem por ninguém.

* * *
Antonio Pereira (Apon)
Visite nosso site: http://br.geocities.com/aponarte/
Skype/MSN: aponarte
 
 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon) (Além do nome do autor, cite o link para o site http://aponarte.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Coisas da crise

As montadoras de automóveis, deram férias coletivas, ensaiaram demissões por conta da crise econômica internacional. Agora, estão faltando alguns modelos nas concessionárias.

 

O governo diz que os bancos vão ter que baixar os juros. Se isso for verdade, será bastante interessante que o Banco do Brasil e a Caixa Econômica, comecem a dar o exemplo.

 

Na verdade, essa crise não é fruto da economia real. Ela foi gestada no “cassino” financeiro internacional e na permissividade irresponsável do governo americano. A especulação rolou solta: empresas, bancos, políticos e outros menos cotados, apostaram alto e viram parte dos seus lucros virar pó.

 

Como essa gente(?) não quer perder absolutamente nada, lançam o mundo nessa crise imoral, para receber socorro dos governos, reféns e/ou cúmplices dessa jogatina safada.

 

 

  

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Cuidado! promoção fantásma na Oi

No dia 23/01, recebi uma ligação da Oi, me oferecendo: Velox de 1MBps + ligações locais ilimitadas + provedor e modem por R$ 103,90. Aceitei o pacote, mas desconfiado, liguei para o 08000310800. No “sistema ainda não constava nada. No dia seguinte (um sábado) voltei a ligar. Fui (muito mal) atendido por uma criatura com o mal humor de um pitbull com TPM, já constava no tal “sistema” o pedido de instalação , porém, a “delicada” atendente, desconhecia os detalhes do plano contratado.

 

Durante a semana voltei a ligar, fui atendido cordial e atenciosamente, mas não tive minhas dúvidas esclarecidas. No dia 30/01 disseram que o sinal do Velox já estava disponível, o mesmo acontecendo no dia seguinte, mas nada do bendito sinal chegar aqui. Liguei, me orientaram a fazer alguns testes. Fiz, mas nada de sinal.

 

No domingo(01/02), voltei a ligar para o nosso já tão conhecido número e, falei com quatro atendentes, que quando eu expunha os meus questionamentos, “coincidentemente” a ligação caia. Na segunda-feira consegui resposta (acho que esse pessoal fica atacado quando trabalha(?) no fim de semana), mas... a mesma desinformação. Liguei para o suporte técnico do Velox e de tarde o técnico me ligou dizendo que o problema era a falta de um componente lá na central que atende a meu telefone. Resolvido o problema de conexão, eu continuava sem saber se constava corretamente o que havia sido proposto pela empresa.

 

Ontem (03/02), recebi uma ligação da OI, devido às inúmeras ligações que fiz, relatei o ocorrido e fui informado que a dita promoção (naqueles moldes) não existia. Transferida a ligação para o setor de qualidade, chegamos a um entendimento, mantendo o velox com a velocidade oferecida por eles (1MBps) + 230 minutos em ligações locais com um pequenino desconto (que termina dando quase o mesmo valor inicialmente proposto), Aceitei, pois normalmente não uso mais que os 230 minutos em ligações.

 

Mas, fica um “mistério” no ar. Quem ofereceu a promoção? Como que todo o processo de liberação e efetivação do serviço aconteceu? Será que a Oi está desenvolvendo serviços mediúnicos, conexão fluídica, transmissão via ectoplasma?

 

Assim, se te ligarem, procure um centro espírita, uma sessão de descarrego, um terreiro, um exorcista, um parapsicólogo...

 

“Oi! Difícil assim”.