A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



sábado, 28 de agosto de 2010

A bomba



A mão demente da ganância

na cegueira da usura,

lança a incremente bomba

que a morte abunda,

deflora flora e fauna

no estupro ecológico

da ilógica insensatez;

mata não e tão somente

o peixe

que já tem hora de ir pra mesa,

mas também

o quê não tem hora

de ir a lugar algum,

indo pra lugar nenhum!

Compondo o tapete pútrido

que a imbecilidade humana

tece sobre o mar.

Jaz em vão

o alimento de amanhã,

prenunciando

um futuro sem peixe pra pescar,

de lembranças abortadas

em um litoral estéril.

Quantos cotós?..

Quantas mãos

serão ainda desdedadas?

para calar a bomba,

silenciando seu frígido

e inconseqüente estrondo?

Por São Pedro,

Netuno,

Posseidon,

Iemanjá !..

É hora,

é hora da bomba calar.

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon) (Além do nome do autor, cite o link para o site http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Leia mais no Apon HP: Mensagens, poesias, artigos, crônicas, humor...

Compartilhe:

0 Comentários::

Postar um comentário

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.