A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



sábado, 30 de outubro de 2010

Composição



 

Me perco

no desencontro

de nossos encontros;

no paradoxo entre o sim e o não,

onde o coração

pende entre o inferno e o paraíso,

entre a ferida exposta

e o bálsamo do amor.

No vórtice desse furacão

razão e a emoção

convulsionam o sentimento

num desnorteio insano;

entre o sorriso e a lágrima,

a pétala e o espinho,

a luz e a escuridão.

Te ter ou te perder,

te sonhar ou te esquecer;

mulher menina,

menina mulher.

Poesia em sobressalto

verso de altos e baixos

fazendo Minh' alma entontecer.

Quero você

como o dia quer o sol para existir,

como a lua carece da noite para brilhar,

como a semente precisa de água para viver;

quero você

como as estrelas querem o infinito,

como um jardim

que inexiste sem a poesia da flor.

Menestrel das incertezas

entrego a Deus

essa composição de sublime afeto,

rogando ao artífice divino

que escreva em meu destino

o    nome do meu amor.

 

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon) (Além do nome do autor, cite o link para o site http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Leia mais no Apon HP: Mensagens, poesias, artigos, crônicas, humor...

Compartilhe:

0 Comentários::

Postar um comentário

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.