Onde Deus está

 

Deus está nas palavras que libertam e esclarecem. Não está em "escrituras" que manietam a razão, obscurecendo a mente.

Deus não habita a arquitetura das igrejas. Reside no humilde templo de cada sincero coração.

Deus é a fé raciocinada em ação. Não pactua com a contemplação estagnada.

Deus está na voluntária doação da generosidade. Não está no dízimo imposto.

Deus está na verdade esclarecida. Não está nos dogmas e rituais das religiões.

Deus está nas mãos que pedem e nas que dão. Não está nas que se fecham, escondem-se ou simulam caridade.

Deus está na prece calma que conversa. Não está no alarido dos que cobram e barganham, dizendo orar.

Deus está no espírito que transcende ao túmulo. Não está no corpo que se encerra na cova.

Deus está no trabalho e no estudo, que constroem o real progresso. Não está no parasitismo da preguiça e da especulação.

Deus está na política, quando feita ferramenta social na edificação do bem comum. Não está na politicagem, que deteriora o caráter, prostituindo a ética e mortificando o povo.

Deus está na arte que enleva os sentidos e encanta a alma. Não está nas criações pseudartísticas que materializam o ser.

Deus está: No sorrir da paz, no florir do amor, no frutificar da esperança, na grandeza da humildade, na força da solidariedade, na luminosidade do bem, no balsamo da resignação, no poder do altruísmo, na elevação dos sentimentos, na grandiosidade do perdão, na elegância do equilíbrio, no valor da perseverança... ...

Deus não está: No delírio do orgulho, no desatino da vaidade, no vazio do egoísmo, na loucura da maldade, no desproposito da inveja, na possessividade do ciúme, na demência do vício, no cancro da violência, na estupidez da ignorância, na ilusão do poder, na virulência da mentira... ...

Deus está... Não está...

 

Licença Creative Commons Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon) (Além do nome do autor, cite o link para o site http://www.aponarte.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Leia mais no Apon HP: Mensagens, poesias, artigos, crônicas, humor...

Comentários

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Folclore brasileiro em acróstico

Precisa de tinta para escanear?

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”