A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Banco oferece acessibilidade a cegos por micro ou celular



 

Programas leitores de tela oferecem aos Deficientes Visuais inclusão digital e social por meio de grande acessibilidade e autonomia.

 

Há mais de 10 anos, o software Virtual Vision (distribuído gratuitamente pelo Bradesco (acabo de receber a versão 7 do VV) a seus clientes cegos), permite que além dos serviços do Banco, os DVs possam usufruir dos diversos recursos da internet e do computador. A partir do dia 02 de maio de 2011, o Bradesco passou também a disponibilizar o Aplicativo Bradesco Celular para Pessoas com Deficiência Visual– leitor de telas Talks

para aparelhos celulares com sistema operacional Symbian S60 e Windows Mobile. Com o Talks, além do acesso aos serviços bancários, tornam-se acessíveis aos cegos os mais diversos recursos do celular.

 

Na contramão da inclusão sócio digital, o Banco do Brasil (que deveria dar exemplo) continua sem oferecer tais facilidades. Em novembro de 2009, fomos informados pela Assessoria de Imprensa do BB, que estariam realizando licitação para o leitor de telas para PCs. Até hoje, nenhuma novidade. Citamos o BB, por que como aposentado do Governo do Estado da Bahia, fomos obrigados a migrar nossa conta para essa Instituição Bancária que, na época garantiu manter todas as vantagens do Bradesco (agora, "todas as vantagens" resumem-se apenas a algumas coisas).

 

Mas desde janeiro de 2012, assim como os trabalhadores, aposentados e pensionistas da iniciativa privada. O funcionalismo público também já pode escolher onde receber seus proventos.

 

Portanto, quem está insatisfeito com os deserviços do BB OU QUALQUER OUTRA INSTITUIÇÃO, PODE MUDAR, ASSINAR SUA "CARTA DE ALFORRIA BANCÁRIA".

 

Leia mais no Apon HP: Mensagens, poesias, artigos, crônicas, humor...

Compartilhe:

3 comentários:

  1. Olá Fatima.

    Graças ao leitor de telas eu posso usar o computador sem a ajuda de outra pessoa. Da mesma forma, quando tiver o Talks, ganho autonomia no celular. O BB deveria ter a mesma ou maior responsabilidade social e garantir a inclusão que tanto se fala.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  2. Antonio, com certeza a liberdade de escolha é muito boa, e se a iniciativa privada proporcionou isso antes do governo, então é melhor mudar mesmo.
    As pessoas têm de procurar o que é melhor para elas.
    Que bom que facilitou a sua vida, e espero que logo, fique ainda mais fácil o acesso para você, e outros que necessitam.
    Quanto ao BB, de fato, deveria dar o exemplo, mas não deu, então não precisa ficar amarrado a ele.
    Busquem soluções para vocês, e quem sabe, quando o BB perceber que está perdendo os seus clientes tome alguma decisão.
    Um beijo!

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.