A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Preenchendo vazios



... voa sem pouso certo. Galopa incerto o pensar. E a poesia que a tudo versa, ao poeta empresta, as asas da...
Antonio Pereira Apon.



Balões.

Repleto de vazios,

deserto na alma.

Requentados sonhos perdidos,

ruminar lembranças esquecidas...

Vão intento,

querer acordar antigas primaveras,

quando o inverno

já devora os restos outonais.

sábado, 27 de agosto de 2011

Não deu tempo



... resolveu mudar, iria curtir, viajar, botar o dinheiro para trabalhar por ele...


Antonio Pereira Apon.


Cofre.


Fausto era uma dessas pessoas para quem o dinheiro é tudo, do tipo "fora da grana não há salvação". Ele não cansava de dizer: "o dinheiro é minha religião, minha profissão, minha ideologia. Ganhar dinheiro é meu esporte, minha diversão e meu maior prazer. Com dinheiro eu compro tudo e todos". Era um verdadeiro Tio Patinhas da vida real (só faltava a caixa forte e os Irmãos Metralha).


Engenheiro bem sucedido. Montou uma construtora e virou um desses empreiteiros que servem e se servem do submundo da politicagem. Trabalhava até 18 horas por dia e quando não estava trabalhando, cuidava dos investimentos, de como ganhar mais e mais dinheiro.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Pessimismo. Uma pedra no meio do caminho



... aquilo que se tem condições de bem realizar. A vida já tem seus fardos naturais. Não é sábio acrescentar sobrecarga...


Antonio Pereira Apon.


Paisagem.


Percebendo o grande pessimismo de um dos seus discípulos. Um Mestre aproveitou para passar-lhe um ensinamento. Pediu que o rapaz fizesse todas as suas tarefas daquele dia, carregando uma pedra de cerca de 15 quilos.


Assim foi feito. O moço passou todo o tempo carregando a pedra de lá para cá, sem poder largá-la para nada. Como podemos imaginar. Tudo ficou mais difícil, demorado e cansativo de ser feito.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

“Apenas” mais um. Crônica de uma tragédia



... que importa? Foi "apenas" mais um. Mais um dígito na estatística, um número na farsa da segurança pública. Virou atração de programa sensacionalista. Desses que...

Antonio Pereira Apon.


Chip de celular.

Um estampido. Um sobressalto. Passos apressados distanciam-se fugitivos. Um burburinho se avoluma. Uma multidão se acerca entre conjecturas piedosas e elucubrações levianas, curiosidade fútil e câmeras macabras, risos, lamentos...


Um corpo esvai-se. O sangue desenha no asfalto a tragédia de uma vida, estupidamente furtada. Latrocínio. Morte para levar cinco reais e um celular. Celular tão fácil de vender, nada difícil habilitar. Vende-se a qualquer um por qualquer preço, qualquer receptador compra em qualquer esquina, um chip de qualquer operadora e o ativa sem qualquer dificuldade.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Não quebre o relógio. Não adianta

 

Um homem se aproximou de um precipício. Quando estava pronto para atirar-se, na intenção de por fim à vida. Uma mão o deteve, segurando em seu ombro:

 

- Não faça isso!

 

- Me deixe. Já não suporto tantos problemas...

 

Um senhor de meia idade com um olhar de singular doçura, calou suas palavras envolvendo-o num abraço que lhe pareceu anestesiar o espírito:

 

- Tenha calma, tudo passa. Muitas vezes as dificuldades são bem menores do que imaginamos e a nossa impaciência é que superlativa

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Política de privacidade

 

A privacidade dos nossos visitantes é muito importante.

 

No A arte da vida. Apon HP, reconhecemos a relevância da privacidade e cuidamos de respeitá-la.

 

Algumas ferramentas contidas em nossas páginas, podem coletar algumas informações tais como: seu ISP (Internet Service Provider), o seu endereço IP (Internet Protocol), o navegador utilizado ao visitar o site (ex: Firefox), o tempo da sua visita e que páginas acessou aqui.

 

        Cookies e Web Beacons:

Os cookies podem armazenar informações, das suas preferências de navegação quando visita nossas páginas. O Google faz uso do novo DART cookie para servir anúncios contextualizados, baseados nos seus interesses e na sua visita ao nosso blog e a outros endereços na web.

 

Também utilizamos outros programas de publicidade os quais, podem utilizar tecnologias como os cookies e/ou web beacons em seus anúncios, o que fará com que esses publicitários (tal como o Google através do Google Adsense) também recebam informações como as acima citadas. Esta função é geralmente utilizada para "geotargeting" (ex: mostrar publicidade de Salvador apenas aos leitores oriundos de Salvador) ou para apresentar publicidade direcionada a um tipo de utilizador (ex: mostrar publicidade de restaurantes/bares a um utilizador que visita regularmente portais de culinária/bebidas).

 

Você pode desligar os seus cookies nas opções do seu navegador (isso poderá afetar sua interação com alguns serviços web).

 

Feitos estes esclarecimentos, resta-nos agradecer sua visita e convidá-lo a voltar sempre.