Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Mais uma vez! Governo da Bahia põe transplantados em risco

Conforme postagem da ATX-Ba. Novamente, a SESAB deixa faltarem medicamentos para os transplantados: MAIS UMA VEZ COMEÇA A AGONIA DOS PACIENTES TRANSPLANTADOS DA BAHIA

Está faltando a AZATIOPRINA, medicamento imunossupressor que evita a rejeição dos órgãos, para os pacientes transplantados na Bahia.

Em contato hoje com algumas DIRES abaixo listadas obtivemos as seguintes informações: 6ª DIRES- Ilhéus - não tem AZATIOPRINA. 16ª DIRES - Jacobina – não tem AZATIOPRINA há um mês. 21ª DIRES - Irecê - não AZATIOPRINA há um mês. 31ª DIRES - Cruz das Almas - não tem AZATIOPRINA há um mês. Aqui em Salvador no Hospital Manoel Vitorino a farmacêutica Rosemary informou "que desde quarta passada está fornecendo metade da dose da AZATIOPRINA prescrita pelo médico, pois, não chegou o pedido do mês. Estava aguardando hoje uma resposta." Os pacientes transplantados da Bahia não suportam mais lutar pela sua sobrevivência desta maneira. Estes medicamentos não sendo tomados diariamente de acordo com presc…

Preconceito (Com mp3)

Imagem
... o império do eu, o autocídio das mudanças, o veneno da estagnação, gaiola dourada do orgulho...Antonio Pereira Apon.

Preconceito é julgar conhecero que não se conhece,temer o novopor estar cativoao que passou sem nos comunicar;é cristalizar conceitosque engessam a alma,entorpecem a razão,e manietam o coração;é a visãode quem não tem visão da vida;

O que é saudade?

Imagem
... ser gaiola e passarinho, caminhar sem mais caminho, ser jardim que jaz sem flor. É exumar um sonho perdido, retrato esmaecido, que a memória...

É um laço estreito que enlaça o peito,encarcerando-nos num tempo que passou.Poema triste,que insone,insiste em lembranças acordar.É olhar para trás,contemplar nossas pegadas desertas,depois que os passos dela...

A Dama sorrateira

Imagem
... Premedita sua sórdida teia. De mentiras e "verdades" meias, fia, tece a trama essa triste...
Antonio Pereira Apon.


Por onde ela passa: Sorrisos se apagam, abraços se recolhem, afetos esmaecem, solicitudes se calam, oportunidades desaparecem. Caminhos, antes largos, se estreitam. O chão firme, transmuta-se em charco movediço, tentando engolir nossos passos. Jardins outrora floridos, murcham sem uma aparente razão
Ela vaga nas sombras, nos subterrâneos das relações. Insuspeita Medusa. Petrifica olhares incautos e num dissimulado beijo, inocula seu veneno, deixando um rastro de hiatos sob o vazio de suas pegadas.

Amor e paixão (Com mp3)

Imagem
... paixão é querer efêmero, o amor, eterno querer. Inúmeras são as paixões, poucos os amores. Paixão vai e vem como o mar...
Amor e paixão (mp3)
Antonio Pereira Apon.

Paixão e amor
ardem e queimam;
a paixão
como fogo volátil de sensações
jaz
na frigidez da rotina,
na aridez do cotidiano.
O amor é viva chama;
renova-se,
recria-se em si
como um jornal diário,
como o sol
que não esquece
de nenhum amanhecer.

Somos borboletas (Com mp3)

Imagem
... inexiste fim, quando entendemos que a morte é sempre o recomeço, a libertação da crisálida...
Somos borboletas (mp3)
Antonio Pereira Apon.

O corpo físico é o casulo onde o espírito realiza sua metamorfose e alça voo à espiritualidade.
Esse casulo, sendo matéria, é instável, provisório, passageiro. Infinito é o espírito em seu volitar evolutivo.
Assim, inexiste fim, quando entendemos que a morte é sempre o recomeço, a libertação da crisálida. A matéria retorna a matéria, enquanto a essência busca os altiplanos, levando consigo a bagagem amealhada em seu coração e sua mente.
O desencarne não é um adeus, apenas um até breve! Que são alguns anos terrestres? Senão meras gotas de tempo no mar da eternidade? Mais cedo ou mais tarde, encontros e reencontros reunirão todos os afins.