A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

O que é saudade?





... ser gaiola e passarinho, caminhar sem mais caminho, ser jardim que jaz sem flor. É exumar um sonho perdido, retrato esmaecido, que a memória...


Deserto.


É um laço estreito que enlaça o peito,

encarcerando-nos num tempo que passou.

Poema triste,

que insone,

insiste em lembranças acordar.

 

É olhar para trás,

contemplar nossas pegadas desertas,

depois que os passos dela...

 

É ser gaiola e passarinho,

caminhar sem mais caminho,

ser jardim que jaz sem flor.

 

É exumar um sonho perdido

retrato esmaecido,

que a memória congelou.

 

É uma ausência tão presente,

sentir tão indigente,

um querer sem mais querer.



Esses versos nasceram do meu comentário no poema "Saudade", postado no Blog "Contos e poemas", da nossa Amiga Jossara.


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner



Foto do autor: Antonio Pereira (Apon).


Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que
seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon). E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.



Fale conosco.

Compartilhe:

4 comentários:

  1. Vivo e curto muito a saudade! Lenitivo do que hoje sou. Reflexo de uma vida que não vegeta. Sabe colocar cada sentimento em sua gavetinha e, quando necessário, abre-a para extravasar felicidade! Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  2. Apon,abraços meus mais uma vez por aqui!
    De saudade,nem me fale pois tive que aprender,ou melhor,estou aprendendo a ter que conviver com ela todos os dias.Belo poema,obrigada pela partilha.

    ResponderExcluir
  3. Antonio Querido!

    Que bom que a "minha saudade" inspirou a sua!
    Linda, linda sua poesia!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.