Salve Salvador



Nesse 29 de março, em que comemoramos mais um aniversário de Salvador. É oportuno pensar no que temos feito e deixado que façam com nossa Cidade e nosso Estado.


Antonio Pereira Apon.


Forte de São Marcelo.


Cidade em forma de poesia,

Poesia em forma de cidade.

Diversidade!

De ver cidade!

Aquarela de etnias,

alquímicas melodias,

mescla de améns e axés.

Policromática cultura,

joia estética,

bela por natureza e arquitetura.

Carente da ventura de se bem governar,

Por um coração sincero,

para amar SalvadorCidade poema,

um amor com dendê no DNA.

"Amor" que não maltrate,

que não distrate essa poesia,

que traga no sangue a Bahia.

Que acorde em acordes,

o soteropolitano cidadão,

para banir no voto toda aleivosia,

os que apequenam a Bahia.

Salvar.

Salvar Salvador!



(Postado aqui em 29 de março de 2012).


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Parabéns para essa sua linda Salvador, tive o prazer de visitá-la duas vezes, ainda voltarei com certeza, pois é uma cidade linda, adoro Bahia, conheço muitos lugares, entre os tais Chapada Diamantina, ah Bahia linda, minha nora é uma linda baiana!!!
    Abraços
    Ivone

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia e salve Salvador com seus encantos e gente bonita.
    Um dia ainda irei conhecer essa terra,rs.
    Um ótimo final de semana querido!paz e alegria nos teus dias,=)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Precisa de tinta para escanear?

Felicidade e as estações da vida

Os pais e a "baleia azul"

Ganhadores. O que faz a diferença