A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Magica dos números. A verdade por trás do “milagre”





Como o governo “reduziu a pobreza” e “aumentou a classe média”? Se você ganha entre R$ 291 e R$ 1.019,00. Está entre os 53% dos afortunados da classe média brasileira. Tá podendo hein?!


Dinheiro espalhado.


Índices divulgados por governantes, candidatos e políticos em geral, sempre despertam desconfiança. Mas, normalmente, não buscamos ver a “real realidade” por trás dos números. Temos sido insistentemente informados da ascensão da classe C, dos supostos 53% da população brasileira compondo a classe média. Só hoje eu entendi essa “mágica”. Quem ganha entre R$ 291 e R$ 1.019,00. Está convenientemente enquadrado entre os novos afortunados da economia nacional. Parece piada? Então ria (ou chore) mais:


“A nova classe média foi dividida entre a “baixa classe média”, com renda per capita entre R$ 291 a R$ 441, “classe média”, com ganho entre R$ 441 a R$ 641, e “classe média alta”, com rendimento entre R$ R$ 641 a R$ 1.019...” “Além da três subdivisões de classe média, mais cinco foram feitas para enquadrar as diferenças de renda no país. A faixa “extremamente pobre”, com renda de até R$ 81, a “pobre mas não extremamente pobre”, com renda entre R$ 162 e R$ 291, a “vulnerável”, com renda entre R$ 291 e R$ 441, a “baixa classe alta”, com renda entre R$ 1.019 e R$ 2.480 e a “alta classe alta”, com renda acima de R$ 2.480. Os valores que compreendem essas denominações foram corrigidos de 2009 até abril deste ano...” Fonte: http://www.sae.gov.br/site/?p=12060.


Assim é fácil apresentar bons indicadores econômicos e “reduzir a pobreza”.


Gostou desse texto?
Então vai gostar do nosso livro: Um dedo de prosa e poesia. A arte da vida.
Clique abaixo na capa para saber mais e adquirir seu exemplar.


São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...
Compre aqui!



Foto do autor: Antonio Pereira (Apon).


Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que
seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon). E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.



Fale conosco.

Compartilhe:

4 comentários:

  1. Amigo poeta querido Antonio!Isso só pode ser piada mesmo! Assim é mesmo possível "reduzir" a pobreza, matando-a de fome né!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Piada de mal gosto. uma brincadeira sem a menor graça. Quanto despudor com o cidadão.

      Um abração.

      Excluir
  2. Respostas
    1. E o pior é que o povo parece gostar de ser enganado.

      Um abração e bom fim de semana.

      Excluir

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.