A poesia nossa de todo dia



14 de março é o dia nacional da poesia (31 de outubro também), 21 de março é o dia mundial da poesia. Todo dia é dia de poetizar, poetificar, versar...


Antonio Pereira Apon.


Kadupul, flor rara e uma das mais caras do mundo.


A poesia que me despe a alma,

veste meu sentir e minha razão;

é como o alvor de cada dia,

não atrasa, não adia...

Descobre em tudo inspiração!

Com a linha da palavra,

tece em versos:

A rotina e o que foge dela,

a paisagem e a janela;

a chuva que inunda,

estiagem, seca mais profunda;

o frio e o calor,

a pedra, a flor,

morte e vida,

descanso e lida.

O pretérito, porvir,

Parar, seguir...

Vai bordando o ser/estar:

O desleixo e o capricho,

kadupul, carrapicho;

pragmático e onírico,

bélico e pacífico.

Mastiff tibetano ou vira-lata,

o ainda novo e o já sucata...

...

A poesia que me veste a alma,

despe meu sentir e minha razão;

dia a dia...

Nesse e todo dia,

dia da poesia.


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Amigo poeta Antonio, concordo contigo, todo dia é dia de poesia, ver a vida dessa forma nos enleva e nos dá a força necessária para continuar.
    Nem sei viver um dia sequer sem escrever, embora nem sempre a inspiração vem, ela é tinhosa conosco, os que querem mostrar o quanto de sentimentos há em todas as vidas pensantes.
    Belezas que nem todos veem, mas amo te ler e ver a beleza que aqui tens em seus lindos poemas!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Aprendizado. Reflexões de aniversário

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Precisa de tinta para escanear?

Tempo sem pressa, sem preço

Meu partido é o Brasil. E o seu?