A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

sábado, 20 de abril de 2013

Transplantados da Bahia. Novamente falta medicamento. Até quando???





"Para o transplantado o que interessa não são DESCULPAS, verdadeiras ou não, precisamos do medicamento para VIVER. O gestor público precisa entender e cumprir a LEI..."


Mãos dadas.


Mais uma vez, deixam faltar Azatioprina para os transplantados da Bahia. Essa a perversa e triste notícia recebida pela ATX-BA. Querem que os Transplantados entendam “que o fornecedor

Não tinha a azatioprina para fornecer a SESAB/DASF”. Contudo, cabe lembrar que o MPE emitiu a recomendação 0001/2012 que estabelece um estoque regulador. Assim, deveriam ter a capacidade e responsabilidade de gerir o estoque e/ou vigiar seu fornecedor.


Segundo Márcia Chaves. Da ATX-BA: “Para o transplantado o que interessa não são DESCULPAS, verdadeiras ou não, precisamos do medicamento para VIVER. O gestor público da Bahia responsável em fornecer este medicamento que evita a rejeição do órgão transplantado precisa entender e cumprir a LEI. São quinze anos que a ATX-BA defende os direitos do paciente transplantado. Já comunicamos ao MPE”.


Absurdo o descompromisso da SESAB/DASF para COM A "VIDA" DESTES PACIENTES!!! Visto que, este MEDICAMENTO EVITA A REJEIÇÃO DO ÓRGÃO TRANSPLANTADO. O Paciente NAO PODE FICAR SEM TOMAR ESTE MEDICAMENTO SOB PENA DE VIR A PERDER O ÓRGÃO TRANSPLANTADO OU MESMO NOS CASOS MAIS GRAVES VIR A FALECER. A LEGISLAÇÃO O PROTEGE PORÉM O GESTOR NAO RESPEITA A MESMA. A PORTARIA 221 DO MS/GM DIZ "NÃO PODE PULAR DIA NEM HORA DE ACORDO COM A PRESCRIÇÃO MÉDICA PARA TOMAR O IMUNOSUPRESSOR". A ATX-BA tem recebido vários TELEFONEMAS DE PACIENTES TRANSPLANTADOS EM DESESPERO, POIS, NAO ENCONTRARAM A MEDICAÇÃO NA FÁRMACIA DO HOSPITAL ANA NERY. CERCA de 800 TRANSPLANTADOS PEGAM ESTA MEDICAÇÃO NO referido Hospital.


“SENHOR GOVERNADOR NOS SOCORRA. TEMOS DIREITO A VIDA?”

Compartilhe:

0 Comentários::

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.