Um dia de domingo



... Dia de tomar um bom Sundae. Que, com a margem de erro. Pode ser um picolé de manga ou um pudim de leite condensado. Dia de fórmula um e futebol, da pior...


Andando de bicicleta ao amanhecer.


Hoje é domingo. Considerando a margem de erro, pode ser um prolongamento do sábado ou uma antecipação da segunda, último ou primeiro dia da semana. Dia de fazer de tudo, para não fazer absolutamente “nada”! Dia de praia, de parque, de circo; Dia de cinema no shopping, de pedalinho, zoológico; dia de andar de bicicleta, dar uma de atleta, correr sem pressa para lugar nenhum.


Hoje é domingo. Dia de acordar mais tarde, de lembrar de Deus; dia de missa, de culto, de doutrinária... Dia de vestir a domingueira e ir rezar. Dia de “ficar de prega”, deitar na rede e ficar de pernas pro ar. Para alguns, é dia de feijoada, para outros, macarronada; pizza, churrasco... Dia de gandaia para aqueles, de soneira para aqueloutros.


Hoje é domingo. Dia de tomar um bom Sundae. Que, com a margem de erro. Pode ser um picolé de manga ou um pudim de leite condensado. Dia de fórmula um e futebol, da pior programação vespertina na TV; dia de arrumar as coisas da semana...


Hoje é domingo. Dia de lembranças com sabor de infância: O vendedor de tabocas tocando seu triângulo, a buzina do pipoqueiro, do carrinho de algodão doce, o sino do sorveteiro, o balaio de vime do baleiro, recheado de coloridas gostosuras... A matinê, a patinete, empinar arraia...


“Hoje é domingo, pé de cachimbo,

o cachimbo é de ouro, que dá no besouro,

o besouro é valente que dá no tenente

O tenente é rufino,

que dá no menino,

o menino é chorão,

que deita no chão”.


Hoje é domingo. Dia de assistir o "Fantástico". Que, dentro da margem de erro. Pode ser o “Domingo espetacular”, “Silvio Santos”... Dia de resmungar pela segunda-feira que ameaça logo chegar.


Mas. Domingo que vem tem mais!



Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner



Foto do autor: Antonio Pereira (Apon).


Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que
seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon). E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.



Fale conosco.

Comentários

  1. Olá, Apon, como vai? Eu achei muito bom seu texto, hahaha, Ah, essa margem de erro é o que tira um pouco do brilho de domingo. Talvez por isso sábado seja meu dia preferido, porque não há margem de erro, sábado é bom de qualquer forma... principalmente porque não antecede a segunda... a não ser o de ontem, porque hoje estou de folga devido ao feriado antecipado em minha cidade do dia do professor, hahaha. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. E dentro da margem de acerto. O sábado e até mesmo a sexta, não sobressaltam com o "fantasma" da segunda. Rs rs rs...

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Precisa de tinta para escanear?

Folclore brasileiro em acróstico

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”