Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Família (Com #mp3)

Imagem
Uma homenagem à família. Em especial aos Laranjeira em nosso quinto Laranjeira Fest. Mas extensiva aos: Pereira, Lima, Oliveira, Macieira, Limoeiro... Enfim. Uma celebração a todo o “pomar” humano. Somos o que herdamos do ontem, vivemos no hoje e legamos ao amanhã.
Família (mp3)
Antonio Pereira Apon.

Família é o encontro dos desencontros, equação de tantas inequações. Abraço, amplexo, enlace de corações. Bem mais que um sobrenome; um ode ao futuro, tributo ao passado, presente ancestral. Oficina dos sentires, laboratório dos pensares, artífice de gente. Mosaico policrômico, múltiplo, diverso...

Ladrão com medo de assaltar (Com mp3)

Imagem
A bandidagem anda tão destemida. Não respeita a polícia, a justiça, as leis... De repente, só mesmo o sobrenatural para impor autoridade.
Ladrão com medo de assaltar (mp3)
Antonio Pereira Apon.

Parece ficção. Mas me contaram como acontecido de fato. A coisa foi mais ou menos assim:
Um assaltante, chegou arrepiando para cima de uma transeunte. A mulher, candomblecista convicta e praticante, não contou conversa:
- Você tem certeza que quer me roubar mesmo?!
- Passa tudo e cala a boca sua...
- Tudo bem. Pode levar tudo. Mas o Exu que me protege não vai te deixar ir além daquela encruzilhada. Tu vai cair durinho! ...

Até logo!

Imagem
.. Coração não gosta de adeus. Volta sempre pro seu ninho. Voa, vai, sonha, realiza; para depois...
Até logo (mp3)
Antonio Pereira Apon.

A vida é feita de idas e vindas, muitas chegadas e umas tantas partidas. Nem sempre, nos cabe escolher aonde e com quem estar. Muitas vezes, nossos sonhos e nossa realidade traçam rotas diversas, reversas do nosso querer. Mas somos nosso sonhar e realizar. E quem nos quer bem. Sabe que bem querer não tem distância nem fronteira, não faz-se algema, nem gaiola para deter a amplidão.

Comprovado! “Deus é brasileiro”! (Com mp3)

Imagem
Vamos esquecer as leis, a real noção de autoridade. No Brasil, o que conta é o velho: "Você sabe com quem está falando"?!
Confirmado. Deus é brasileiro (mp3)
Antonio Pereira Apon.

Lá vinha “Deus”, dirigindo seu “divinomóvel” sem placa. Parado numa blitz atéia,; não apresentou a habilitação nem a documentação do veículo. Como teria o carro apreendido. Do alto de sua onipotência, sapecou-lhe a carteirada:

“As aparências enganam”. Mesmo! O golpe (Com mp3)

Imagem
... Dignidade não tem cor, classe social, gênero, credo, opção sexual... Gente é gente! ...
As aparências enganam, mesmo. O golpe (mp3)
Antonio Pereira Apon.

Naquela hora, apenas uma vendedora e o vigilante estavam na loja de celulares. Dois homens entraram e se dirigiram ao balcão: Um era branco e bem vestido. O outro, negro e humildemente trajado. O primeiro pediu para ver modelos caros de tablets, enquanto o segundo queria um smartphone com um preço mais acessível. A atendente tratou ambos com igual cortesia e atenção, mas não conseguia disfarçar seu olhar de desconfiança para o cliente afrodescendente. Por seu lado, o segurança postado na entrada do estabelecimento, com o canto do olho, “escaneava” preconceituosamente o mesmo comprador.

Ancestralidade (Com mp3)

Imagem
... não existiria o moderno sem o antigo, o novo sem o velho, presente sem passado... Somos herdeiros do tempo...
Ancestralidade (mp3)
Antonio Pereira Apon.

Somos filhos dos nossos pais, Dos pais deles, Dos pais de nossos avós... Somos o hoje; filho do ontem, pai do amanhã; neto do anteontem, bisneto, tataraneto de dias idos... do criacionismo ao evolucionismo, das raças adâmicas ao genoma, das cavernas às mega torres, da pintura rupestre às telas de altíssima resolução, da roda à nave espacial, da tração animal ao trem bala, do fogo ao plasma, da tocha ao LED, da válvula ao nano chip,

Hoje é dia da consciência Humana (Com mp3)

Imagem
... Tantas datas, efemérides, não teriam razão de ser. Se não faltasse no bicho homem, essa consciência. Assim...
Hoje é dia da consciência humana (mp3)
Antonio Pereira Apon.

São tantas as datas que tentam nos lembrar, daquilo que precisamos e deveríamos não esquecer. Algo supostamente elementar. Acima de tudo e qualquer coisa: Somos seres humanos! Gente! Pessoas!
Antes de sermos homens ou mulheres, independente de nacionalidade, regionalismos, idioma, etnia, religião, classe social, nível cultural, idade, opção sexual, ideologia... Somos todos, seres humanos! Israelenses e palestinos, cristãos e muçulmanos, católicos e protestantes, ricos e pobres, heterossexuais e homossexuais doutores e analfabetos... Cabe-nos aprender: Todo dia, é dia da consciência humana.