Letras que fazem diferença



Uma, duas letras podem mudar, dar novo sentido, descobrir, ressignificar, recriar, reinventar possibilidades, oportunidades. Aprendamos com elas! Transmutemos o nosso mundo!


Antonio Pereira Apon.


Terra vista do espaço.


Do fundo do poço

ao mundo do posso;

ç ou ss inspirando a decisão,

um f ou m apontando a direção.

Simples letras.

Complexas diferenças:

É a sorte ou a morte,

a porta, o parto e o porto,

apressado ou apreçado,

o falar e o calar,

linho e vinho,

mão e pão;

na lida e na vida,

o fel e o mel,

a trinca, o trinco,

o brinco que brinca;

Fedra e pedra,

solo e colo,

bar ou lar,

o trago e o trigo,

a figa, o figo,

lama e fama,

ladrar e lavrar,

riso e siso,

convosco, conosco,

aposto e oposto,

a oca e o oco,

a troca, o troco,

o túmulo, o cúmulo,

aprender, apreender,

a semente, o demente,

tira e tiro,

atilo, atiro,

brindar ou blindar,

sal e sol,

alto ou auto...

Mude suas letras!

Altere, dê um novo sentido!

Faça a diferença!

Troque esse ç pelo ss:

Saia do fundo do poço.

Alce o mundo do posso!


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Alçar o mundo do posso, amei ler aqui amigo Antonio!
    Positivamente se pode ir muito além!
    Abraços e tenhas um lindo sábado e domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma questão de escolha: Se acomodar, aclimatar-se à paisagem rasteira ou alçar o mais alto.

      Um abração e um bom fim de semana.

      Excluir
  2. Oi Antonio!
    Que linda inspiração! Trocando letras, muda-se a "ação"!
    Feliz fim de semana!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Letras simples que nos ensinam, inspiram e convidam para complexas mudanças.

      Um abração.

      Excluir
  3. Um ser pensante, recheado de belas palavras, é assim que leio em seu blog "Letras que fazem a diferença"! Excelente! Basta aplicarmos! Obrigada!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Letras, palavras... Tudo conspira nos apontando, inspirando e ensinando a busca do melhor, do mais alto.

      Um abração e obrigado pela visita e gentil comentário.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Folclore brasileiro em acróstico

Precisa de tinta para escanear?

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”