Consciência negra. Humanidade de toda cor



... parar de hipocrisia! Fazer real, a falsa racial democracia. O brasil é negro de toda cor; mesclado, misturado, miscigenado, parido com a negra dor. Afro-europeia Roma dos trópicos, singular e tão plural. Conspiração estética, equação étnica...


Antonio Pereira Apon.
Escravos trabalhando.

Negro é gente,

é a gente,

agente transformador;

transforma a dor!

Reparação,

Repara a ação!

A minha!

A sua!

A nossa ação!!!

Vamos parar de hipocrisia!

Fazer real,

a falsa racial democracia.

O brasil é negro de toda cor;

mesclado, misturado, miscigenado,

parido com a negra dor.

Afro-europeia Roma dos trópicos,

singular e tão plural.

Conspiração estética,

equação étnica;

sincrética,

eclética,

plurirracial.



Leia também:

Acróstico da consciência negra

Acróstico da diversidade


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Acróstico junino

Precisa de tinta para escanear?

Vidas por um cinto. Sinto...

Poema para o amigo - Feliz dia do amigo!

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Qual o limite da amizade?

Você não precisa de cerveja para ser feliz

Querido defeito de estimação…