A arte da vida. Apon HP

Obrigado por sua visita. Boa leitura!

Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

“Terrorismo gastronômico”. “Bombas” de gengibre



... esquadrão antibomba, imprensa, fofoqueiros, desocupados... Ferveção nas redes sociais, desespero de familiares, siricuticos e chiliques aos borbotões...

Antonio Pereira Apon.


Explosão de bomba nuclear.

A Bahia, terra de todos os santos, orixás, guias e afins. Vez por outra, se notabiliza por fatos folclóricos, pitorescos, paranormais, surreais... E como dizia o governador Otávio mangabeira: “Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”, ou ainda o poeta Gregório de Matos: “A Bahia é a Bahia”!


Pois bem. Passado o susto e não havendo mortos ou feridos graves, Tem horas que a vida real, parece disputar com a ficção a arte de fazer rir nesse “país da piada pronta”. Um cidadão reprovado trocentas vezes no exame da Ordem dos Advogados do Brasil, inconformado e julgando-se injustiçado, perseguido, discriminado ou algo que o valha, resolveu se passar por “terrorista” (ou pelo menos, uma versão bem tupiniquim de um desses dementados). O sujeito exibiu um suposto colete com feixes de explosivos e mandou o povo correr para não morrer. Iria explodir-se com o prédio onde deveriam ser realizadas as provas da OAB naquele domingão soteropolitano. Foi bacharel pra tudo que é lado! Um sururu dos diabos, furdunço generalizado, auê; pisaduras, quedas, arranhões... Polícia, bombeiro, SAMU, esquadrão antibomba, imprensa, fofoqueiros, desocupados... Ferveção nas redes sociais, desespero de familiares, siricuticos e chiliques aos borbotões.


Após negociações e coisas tais, o malfadado “homem-bomba dos trópicos”, foi preso, interrogado e solto. As bombas? Nada além de balas de gengibre, dessas que respondem pela “alcunha” de puxa-puxa ou alferes. Acho que o cara queria era explodir a dor de garganta dos futuros advogados. Só pode!


Vai uma balinha de gengibre aí?


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Compartilhe:

5 comentários:

  1. Conheço as propriedades medicinais do gengibre... mas dessa vez, realmente, o marketing foi explosivo demais da conta!
    Só rindo mesmo!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que, por aqui, o "terrorismo" não provoque nada além de explosões de riso, como essa "bomba" de gengibre.

      Um abração.

      Excluir
  2. Olá, António!

    Mas há cada doido! Vejam só! Quem reprovou trocentas - risos - no exame da Ordem dos Advogados, deveria ter um trauma qualquer. De vez em quando, há Bahías (tem h?)por todo o lugar.
    Todavia, acho que teu país acontecem coisas caricatas.
    Gostei muito da inteligência, associação e sátira que você colocou nesse texto.

    Abraço e dias de paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Costuma-se dizer que aqui "tudo termina em samba", mas, ultimamente tem predominado o esdrúxulo e hilariante, o caricato "pastelão" da vida real, tem tornado tão sem graça o humorismo propriamente dito. Nossa realidade masoquista é infinitamente mais risível.

      Um abração.

      Excluir
  3. Rsrsrs, Apon, essa é a notícia mais bizarra que ouvi essa semana!!! Cada uma... a piada não tem muita graça visto a tragédia que verdadeiros homens-bomba provocam, por outro lado vemos tantos absurdos em nosso país que é compreensível um revoltado ter uma tirada besta dessas, rsrsrs. Ainda bem que o povo do Brasil é pacífico e ninguém atirou! Abraços!

    ResponderExcluir

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.