A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Feliz eu, você, nós melhores!





... O ano novo, será o que fizermos dele, o que levarmos para ele, o que legarmos a ele! Feliz ou triste, melhor ou pior, ele terá a nossa cara, o DNA de nossa humanidade e seu livre arbítrio...


Antonio Pereira Apon.


A Persistência da Memória - Salvador Dalí.

Recebi no Whats App essa pertinente e muito oportuna reflexão. Repensar o tempo nos repensando, pensando o ano novo numa perspectiva mais real e menos fantasiosa:


“E se, em vez de você esperar por 2017, - 2017 esperasse por você?

Em vez de: "2017 vai ser melhor", use: "Eu serei melhor em 2017".

Em vez de: "Que 2017 seja um ano excelente", use "Eu serei uma pessoa excelente em 2017".

Em vez de: "o que 2017 me reserva?", use: "O que eu reservo para 2017?"

Em vez de: "tomara que 2017 me traga...", o que é que você pretende levar, entregar, oferecer à 2017?

Te desejo um ótimo VOCÊ para 2017".


Mudanças, melhorias não florescem do improviso, não frutificam do acaso, nem surgem por geração espontânea. O calendário, é simplesmente a organização cronológica do tempo que passa, referência didática, nominal, quantitativa dos minutos, horas, dias, semanas, anos… Mas, tempo verdadeiramente dito, é o que fazemos acontecer. A resultante do sentir, pensar e agir de cada um de nós. Eu, você, fulanos, sicranos e beltranos; anônimos ou famosos, escrevemos o nosso melhor e o nosso pior nas linhas do tempo. Tempo não é uma obra pronta, acabada; é dádiva, oportunidade; não é fim, mas o meio. Sem fim de possibilidades, começos, recomeços…


O ano novo, será o que fizermos dele, o que levarmos para ele, o que legarmos a ele! Feliz ou triste, melhor ou pior, ele terá a nossa cara, o DNA de nossa humanidade e seu livre arbítrio. O ano começa em janeiro, propícia homenagem ao mitológico Jano, deus dos inícios, decisões e escolhas. Com suas duas faces, uma olhando para a frente e outra para trás, personifica a transição, virada de ano, podendo bem inspirar-nos o aprendizado com os erros do passado na construção de acertos para o porvir...


Portanto: Não vou desejar mais um feliz ano novo para ninguém. Desejo Feliz eu, você, nós melhores!



Clique na imagem abaixo para ler outro post de fim de ano, sorteado pelo sistema:


Clique aqui.


Ou clique num dos links abaixo para ler outro post de fim de ano, já escolhido aleatóriamente pelo sistema:



Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Compartilhe:

11 comentários:

  1. Antonio, meu querido amigo, não poderia sair de férias sem vir aqui externar os votos para o ano novo, mas não vou me alongar, pois já passa de meia-noite e o cansaço já está me fechando os olhos.
    Vou desejar como o Drummond desejou num dos seus belos poemas:
    “Gostaria de te desejar tantas coisas. Mas nada seria suficiente. Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes. E que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade!”
    Desculpe o clichê, desculpe a pressa, desculpe a minha ausência dias atrás, mas vim hoje com muito apreço por tua pessoa, e com as mãos cheias de carinho, de sorrisos, de estrelas, que espalho por aqui a te agradecer pela companhia e dizer que fiquei muito feliz por ter conhecido uma pessoa de alma tão linda e de tanta generosidade. Espero que nos encontremos novamente em 2017.
    Já existia música por aqui antes... Por que somente hoje a percebi? Piano, minha paixão! Grata pela partilha, amigo!
    Um beijo do meu para o teu coração,
    Leninha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idem. A recíproca é absolutamente verdadeira. Que venham dias melhores, feitos por pessoas melhores, positivas, transformadoras, realizadoras… Que possamos todos, superar as adversidades, vencer as tristezas e fazermos acontecer o nosso melhor.

      Estou voltando a colocar fundo musical nas postagens, essa é a terceira dessa nova fase.

      Um abração. Boas férias e tudo de bom.

      Excluir
  2. Oi, "minino"!

    "Isso" de começar uma resposta por "Idem", não está correto, não, Senhor Professor. E cadê o sujeito da frase (risos)?

    Um texto muito inteligente, racional e repleto de trocadilhos como tu tão bem sabes fazer, e não esquecendo, também, nossa amada Mitologia, que parece explicar tudo ou quase.

    O que é um ano? Período de tempo, de 365/6 dias, gramaticalmente, nome comum, abstrato, masculino do singular, portanto ele nada nos pode dar, no sentido de oferecer. Concordo contigo, nesse aspeto, mas, se pensarmos nas catástrofes naturais, então, aí a "coisa" muda de figura e nós associamos o ano ao mal, como se ele tivesse disso a culpa, mas é uma referência, digamos assim.

    PARA FAZERMOS E TERMOS ANOS BONS, TÊM DE OCORRER MUDANÇAS POSITIVAS E SIGNIFICATIVAS NAS PESSSOAS, PORQUE SÃO ESSAS QUE AGEM, DETERMINAM, USAM E MUITAS VEZES ABUSAM, PORTANTO, ELAS É QUE SÃO DE CARNE E OSSO, RESUMINDO.

    SÊ MELHOR, TONICO, QUE EU VOU FAZER, OU PELO MENOS TENTAR, O MESMO.

    Beijinhos para ti e para todos vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops! Falha nossa. Acho que perdi essa aula… Kkkkk…

      São as pessoas que fazem o ano e não o ano que faz as pessoas. Mesmo as “catástrofes naturais”, acidentes e desastres, não se dão por acaso, fazem parte das provas, resgates e expiações humanas. Só teremos anos melhores e um mundo melhor, quando buscarmos de fato nos melhorar.

      Vamos em frente! Buscando sempre o nosso melhor.

      Abraçãozinho.

      Excluir
  3. Falha nossa? Eu sempre fui assídua, mas o "minino" ia namorar e pronto, esquecia tudinho. E eu lembro até que te marquei falta de presença, nesse dia (sabe-se lá, o que tu tava fazendo) e depois também, te marquei faltas de comportamento (risos).

    Achas? Então, um sismo é causado pelos comportamentos das pessoas? Por favor, me explique! Se tu me disseres k Deus aciona os mecanismos para que as pessoas entendam que as coisas têm de mudar, ah, isso eu entendo.

    Mas, e a "talho de foice", tenho de te perguntar, e mais uma vez, se é que sabes (deslocamento de retina, eu sei) o motivo da tua falta de visão. Isso aconteceu porque tu merecias ou para te chamarem à razão?

    VOCÊ AGORA PENSA QUE ESTÁ NO CAMINHO CERTO E ATÉ PODE ESTAR, MAS DEUS CONHECE TODOS OS CORAÇÕES.

    Aqui, já é dia 31. Fecho o ano contigo e amanhã também passarei por cá, se Deus quiser, para começar um novo ano contigo. Resumindo, eu sou uma boa alma, uma "excelente menina". Não achas? Já sei que não responderás, porque tu foges a esse tipo de questões, já sei.

    Abraço esmagador e anémico (rsrs).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre fui um aluno comportado e aplicado. Detestava: Física, matemática e química. Fora isso…

      Nossos atos, pensamentos e palavras geram energia, tanto para o bem como para o mal. A concentração dessa força, vai afetar a natureza em nosso entorno, positiva ou negativamente. Somado a isso, temos os carmas individuais e coletivos, disparando os “gatilhos” de causa e efeito. Ainda que não acredites, Deus não castiga, ele dotou o universo de mecanismos naturais de ação e reação, sem a necessidade de uma direta ação personalíssima do Criador. Não sei se estou no caminho certo, procuro fazer o meu melhor dentro de minhas limitações evolutivas. Mas, tenho a mais absoluta certeza e inamovível convicção de que, nada acontece por acaso e se a causa do meu problema ou os padecimentos de qualquer pessoa, não está na presente vida, está nas vidas passadas. O deus de infinito amor e bondade; onipotente, onipresente e onisciente, jamais permitiria o sofrimento arbitrário e injustificado, o castigo desnecessário de inocentes, a proliferação do mal… Isso seria sua negação. Infelizmente, por ignorância ou dolo, as religiões induziram a humanidade a terceirizar suas culpas e soluções, adotando subterfúgios e dogmas na ilusão de alçar uma pretensa “salvação”. Se você pudesse ver a situação deplorável, a miséria moral de espíritos, muitos dos quais religiosos, que se manifestam, entenderia o que digo. Como disse Jesus em Mateus 15:14. “Deixai-os! Eles são guias cegos guiando cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão no buraco”. E o pior, em muitos casos, essa “cegueira” é proposital, deliberada e criminosa, com o intuito de enganar para arrebanhar fiéis e amealhar poder terreno.

      Acho que andas querendo uma auréola de anja, ou será de arcanja? …

      Um paradoxal abraçãozinho.

      Excluir
  4. Um rapaz entrou numa Loja e viu um senhor no balcão.
    Maravilhado com a beleza do lugar, perguntou:
    - Senhor, o que se vende aqui?
    - Os dons de Deus. Respondeu-lhe o senhor.
    - Quanto custam? - voltou a perguntar.
    - Não custam nada. Aqui tudo é de graça!
    O rapaz contemplou a Loja e viu que haviam jarros de amor, vidros de fé, pacotes de esperança, caixinhas da salvação, muita sabedoria, fardos de perdão, pacotes grandes de paz e muitos outros dons.
    O rapaz, maravilhado com tudo aquilo, pediu:
    - Por favor, quero o maior jarro de amor, todos os fardos de perdão e um vidro grande de fé, para mim, meus amigos e família.
    Então o senhor preparou tudo e entregou-lhe um pequeno embrulho que cabia na palma da sua mão.
    INCRÉDULO, o rapaz disse:
    - Mas como pode estar aqui tudo o que pedi?
    Sorrindo, o gentil senhor lhe respondeu:
    - Meu respeitável Irmão, na Loja de Deus não vendemos frutos! Só Sementes!! Plante-as !!!
    🌿🌿🍊semear…

    Feliz Ano novo cheio de sementes pra todos nós.

    (Recebido via WhatsApp).

    ResponderExcluir
  5. Eita, que o "homi" escreveu "baita" e pra intelectual ler e cogitar (eu sou tenho o Ensino Primário rsrs, mas eu vou, não agora, papear contigo.

    Qual a diferença entre ter ou querer auréola de anja ou de arcanja? Depois de me explicares, eu escolho. Tá? Contudo, me parece que quero ser anja.

    Adorei a historiazinha, linda e significativa que foi recebida por ... que nome esquisito esse. Não sei o que é?!

    Segundo estudei em Botãnica, a planta é constituída por semente, caule, pedúnculo, folhas, flor e fruto. Eu sou a "flor" (rs). E tu o k gostarias de ser?

    Abraço paradoxal? Virgem Santa! Nunca tal ouvi! É que um paradoxo é um paradoxo.

    Um beija mão do meu metro e meio para os teus quase 2 metros (risos).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma simples explicação… Rs rs rs…

      Pesquisando no sapientíssimo Google, apreendi que: “Arcanjos representam a mais alta hierarquia dos anjos”, fazem parte da chefia angelical. Mas lá pelos altiplanos, anjas e arcanjas, só invencionice de escritor, coisa da tal licença poética.

      Whatsapp é um aplicativo para telemóveis, usado para troca de mensagens instantâneas: Voz, dados, vídeos e texto.

      Não quero ser planta não, prefiro o voo mais alto dos pássaros a semear pelo mundo...

      Que assim seja: Um abraço sem diminutivos, aumentativos, superlativos nem paradoxos. Desculpe só ter respondido esse ano o seu comentário do ano passado. Quanto tempo! … Rs rs rs...

      Excluir
  6. Olá, Tonico!

    Mas você está muito mais jovem. Se ninguém ainda te disse isso, sou eu que o afirmo, então (rs)!

    Ah, "brigadão" pela explicação, mas prefiro ser anja mesmo e olha que, por vezes, o sou.

    Mais uma que eu não sabia. Merci.

    Voo? E eu que tenho medo de andar de avião, mas já tive pavor. Eu tenho que ter, que sentir os pés bem assentes na terra e em terra. Ser virginiana, é o que faz, né?

    Não tem problema, amigo, porque a gente vai continuar, se Deus quiser.

    FAÇAMOS O NOVO ANO FELIZ!

    Um beija mão, a Vossa Excelência (rsrsrs)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um "novo ano feliz"! Jovial e com altos voos, ainda que com os pés no chão.

      O poste que programei antes do natal, já está no ar: http://www.aponarte.com.br/2017/01/a-inveja-e-espada-de-damocles.html

      Um respeitoso abraço para vossa majestade.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.