Felicidade e as estações da vida



... inconstância que aflige nossa apercepção de que tudo passa e o tempo é o grande artífice da evolução. Sabemos o que queremos, contudo, a ciência das nossas necessidades, muitas vezes foge ao nosso entendimento e aceitação...


Antonio Pereira Apon.


Rosas.


Tem tempos em que tudo parece favorável, a vida sorri e uma energia boa nos impulsiona para frente num grande verão existencial. Há épocas coloridas, floridas, de plena poesia primaveril. Mas, em certos momentos outonais, avida cai num mormaço, uma pasmaceira doentia, esterilizante… De repente tudo desanda e um tempestuoso inverno desaba sobre nossa cabeça, parecendo eternizar desventuras. Assim, vão se intercalando ciclos de nossa vida, como uma paráfrase das estações climáticas, mas, sem a ordem determinada pelo movimento de translação da Terra, as “estações” da vida se alternam aleatoriamente, sem sequência lógica, previsibilidade; mesclando, “sorteando” sorrisos, lágrimas, alegrias, sofrimentos, sucessos, quedas…


E a felicidade? Num instante brilha como o sol dos sóis, noutros, parece eclipsar ou mesmo sumir indefinidamente numa inconstância que aflige nossa apercepção de que tudo passa e o tempo é o grande artífice da evolução. Sabemos o que queremos, contudo, a ciência das nossas necessidades, muitas vezes foge ao nosso entendimento e aceitação.


A felicidade é o jardim interior que pode e deve florir sem os condicionamentos de qualquer estação. Se cuide, se prepare, se fortaleça e seja feliz! O resto passa.


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Olá, António!

    Já tinha pensado em ti e hoje, sem falta, iria te contactar.
    Estás bem? Aqui, tudo normal, excetuando o tempo, esta prima vera que nunca mais chega, concretamente

    Gostei muito do teu texto, porque é demasiado real, para além de estar muito bem escrito. A vida é mesmo assim, bipolar, e cada vez mais comungo da máxima: um dia de cada vez.

    Importante, sim, é nosso canteiro interior. O resto, vem por acréscimo ou arrastamento.

    Beijinho, menino e boa semana.

    PS: que novidade! Minha foto surgiu logo, antes mesmo de fazer o comentário. Que "homi" este, que sabe tanto de Informática!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por cá tudo bem também, aqui é o outono que não sabe se chega de vez ou segue brincando de esconde-esconde com o verão, mas a temperatura está um pouco menos infernal.

      Precisamos aprender a viver a vida como ela é ou pode ser e tirar de tudo o seu melhor. Cuidar do nosso jardim interior e seguir sempre em frente.

      Quanto ao tema do blog:

      Melhorou a questão do tamanho do texto?

      Esse é um dos novos temas padrão Que o Blogger lançou em março, esse se chama: Contempo. Finalmente, com o atraso de alguns anos, eles resolveram lançar temas responsivos, que se adaptam ao tamanho da tela do usuário: Computador, celular, smart TV, tablet...

      São quatro novos modelos que você encontra na seção "tema" do painel do seu blog e você pode aplicar um deles como já faz com os templates antigos.

      Na seção "layout" você pode mudar cores, fontes, imagens... Se esses temas são realmente como descritos, são um grande avanço.

      A questão da foto é coisa do novo tema, eu nem sabia desse recurso. Sei muito não. Sei só um pouquinho de nada desse vasto universo da informática.

      Um abraço e uma semana com tudo de bom.

      Excluir
    2. Tonico, meu amigo!

      Graças a Deus que vocês estão bem, embora a vida ou as pessoas sejam, como a gente já falou.

      1ª questão - Em minha opinião, o tamanho da letra está um pouquinho pequena.

      Sim, já tinha entendido que era um dos novos padrões do Blogger, aliás, estive vendo todos e experimentando, mas eu gosto de espaço, ou seja, escrita no lado esquerdo e figuras, bem grandes, na lateral direita e não gosto de blog compartimentado. Sou muito livre e meter minha escrita num retângulo não dá pra mim, embora eu saiba que posso ajustar medidas, mas se dá pra um lado, não dá pra outro, então, encontrei esse modelo clássico, chamado Simples, a branco e preto e gosto muito dele.

      Desses formatos recentes, só gostei de um, que é cinzento e amplo, mas aquela "história" de continue lendo, não me agrada, nadinha. Gosto de ver o texto todo, logo.

      Agradeço teus ensinamentos, que até, um dia desses posso experimentar. Quanto à foto, pensei que já soubesses, porque tu sabes imenso dessas coisas de Informática e de blogs. Não seja modesto, menino!

      Beijinho (foi pra rimar, não se "zangue" - rs)!

      Excluir
    3. Viver e sobreviver seguindo sempre em busca do nosso melhor. Com as pessoas, sem as pessoas e apesar das pessoas.

      Eu sou que agradeço as dicas de minha consultora para temas, vou tentar melhorar, senão, volto ao tema anterior e sigo buscando um tema melhor.

      Um abraço.

      Excluir
  2. Querendo ou não, tais influências são inegáveis em nosso modo de agir. Cabe-nos filtrar o que vale a pena e descartar aquilo que já não nos faz tão bem. Gostei da inteligente reflexão, entrosando a felicidade com as estações da vida...
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guardar somente o que é bom, aprender a superar o mal e seguir em frente na construção do nosso melhor.

      Um abraço.

      Excluir
  3. Tonico, que é feito de você? Está de férias. É?

    Já sei, "tá" comendo ovinhos e coelhinhas (rs) de chocolate. Cuidado com a glicemia!

    SANTA E REDENTORA PÁSCOA!

    Como estamos na semana santa (tenho que me comportar "direito"), então, eu, "SUA CONSULTORA", te mando um passar bem, um aperto, leve, de mão (rs)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia! Saindo de uma reforma aqui em casa, espero tornar à normalidade até esse fim de semana. Muita poeira, bagunça e desarrumação me impossibilitaram de usar o computador. Mas, estou voltando.

      Um abraço.

      Excluir
    2. Olá, Tonico!

      Tenho pensado imenso em ti, mas só agora passei por teu blog e li tua resposta.
      Ah, ainda não foi no fim de semana passado, k acabou a poeirada, a reforma aí em tua casa. A partir de 10-07 será na minha, tb. Pintar a casa toda, mandar pintar, quero dizer. Acho k irei "emigrar" para algum lugar (rs)!

      Bem, fico te aguardando.

      Beijinho desempoeirado pra todo o mundo aí de casa.

      Excluir
    3. Reforma é bom quando termina, o durante é um horror. Ainda vou postar sobre o tema. Hoje postei sobre a tal "baleia azul".

      Um abraço.

      Excluir
  4. Oi, Apon, como vai?
    Lindo texto! De fato, a vida tem suas estações. Conforme vamos trabalhando nossa capacidade de manter o jardim interior bem cuidado, vamos passando com menor sofrimento pelos períodos tortuosos que fazem parte da vida. É comprovado que passamos por oscilações (altos e baixos) e quanto mais trabalhamos a capacidade de nos mantermos estáveis, melhor superamos os momentos difíceis. abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos nos empenhar na arte de sermos Melhores "jardineiros", tratadores das flores da alma, cuidadores dos pensares, sentires e agires.

      Um abraço e bom feriadão.

      Excluir
  5. Ah, voltei para dizer que achei o novo layout do seu blog muito agradável!

    ResponderExcluir
  6. Querido amigo Antonio, sempre bom nos lembramos das fases da vida, elas são mesmo como o tempo, as estações climáticas, nada dura para sempre, nem tristezas e nem alegrias, ficar no meio termo é bem melhor, seguir em nossas intercaladas fases, fazer tudo ficar bem, sentir, saber sentir é tudo de bom!
    Aqui sempre encontro novidades em seu layout, isso é bom, nem sempre me atrevo a mudar muito, não entendo bem desses "artifícios,rsrs", só amo escrever e isso algumas vezes me basta!
    Abraços querido amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo passa e precisa passar. Estamos aqui de passagem rumo a nossa evolução. Aprender e aprender sempre.

      Procuro um layout ideal, espero um dia conseguir.

      Um abraço e um bom feriadão.

      Excluir
  7. Antonio, meu querido, saudades daqui! O tempo tem se mostrado ingrato impedindo que eu visite com a assiduidade desejada os blogs amigos. Pensei que fosse respirar mais aliviada após a azáfama da Pascoa, mas aí vieram os bebês querendo entrar no mundo de qualquer forma. Os que estavam programados sentiam-se no direito de reivindicar o seu horário, mas aqueles que julgavam que já estava na sua hora iam chegando mesmo sem pedir licença, sem autorização de ninguém, apenas da mãe natureza. E aí, meu amigo, quem pode refutar esta "invasão" de luz no mundo? Porque é isto que esta geração que vem chegando vai se tornar: luz para o mundo! Pelo menos assim eu espero, pois só aqueles que ainda não estão contaminados com as mazelas que assolam este mundo terão condições de saneá-lo.
    Desculpe, amigo, mas lá vou eu estendendo um assunto que é vasto... tão vasto quanto a vida!
    Notei que alguma coisa mudou por aqui: o layout, os caracteres, as cores... Ficou tudo muito mais visível e mais bonito.
    Tu falas sobre a felicidade e as estações com uma propriedade admirável. Acredito que eu tenha vivido todas as estações não apenas em suas épocas naturais, como também já me chegaram umas atropelando as outras. Já tive invernos a me cobrir a alma de neve sufocando as flores que a Primavera me deixara de forma tão bonita... Já tive outonos a se adiantar levando numa ventania os raios de sol de um Verão tão bonito... Já tive primaveras expulsando o Inverno e criando jardins na minha alma... Já tive verões esquentando as tardes de Outono no meu coração... Já tive tantas estações a se digladiarem dentro de mim... E já me vesti com todas elas e já saí pelas ruas a exibir sorrisos, flores, raios de sol, estrelas, num festival de cores e de alegria que me iluminavam o semblante e me deixavam transparente de tanta felicidade. Como também já caminhei com todas pelas ruas arrastando os pedregulhos que se prendiam aos meus pés, tão doída e cansada que parecia carregar o mundo nas costas...
    Perfeita a tua expressão: "Sabemos o que queremos, contudo, a ciência das nossas necessidades, muitas vezes foge ao nosso entendimento e aceitação..."
    Por isso vamos apenas viver um dia de cada vez, tentando pelo menos enfeitar os nossos passos com as flores das nossas aspirações. Se conseguirmos, tudo bem! Caso contrário... Vamos esperar por um novo dia onde tudo (re)começará.
    Um belo feriado te desejo, um lindo final de semana, e uma semana de paz e realizações.
    E até que nos encontremos de novo, que Deus te guarde na palma da Sua Mão!
    Um sorriso, uma estrela, meu carinho,
    Leninha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que venha a luz de pessoas novas e renovadoras! As estações existenciais acontecem, sem uma sequência lógica, sem previsão nem nossa programação. Mas, tenhamos certeza, nada acontece por acaso e tudo tem uma razão de ser, ainda que momentaneamente ignoremos. Temos que aproveitar os verões e primaveras para acumular forças para enfrentar os inevitáveis outonos e invernos. Tudo é aprendizado, tudo soma e conta na equação de nossa evolução. Confiemos e sigamos em frente, Deus sabe das coisas e tudo passa. O melhor está sempre por vir.

      Um abraço.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Precisa de tinta para escanear?

Os pais e a "baleia azul"

Ganhadores. O que faz a diferença