A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



terça-feira, 26 de setembro de 2017

Acordei! ...





... olhos morenos, despertavam sentimentos sonolentos, mal dormidos no tempo. Aqueles sorrisos de outrora, esquecidos no baú das lembranças perdidas. O mundo cabia na circunferência de um abraço e o universo no laço entre nós dois...


Antonio Pereira Apon.


Nascer do sol entre duas colinas, pintura de Joseph William Turner.


Acordei. O silêncio gritava entre os sons naturais da manhã. A brisa brincava serena, despertando odores florais; cheiro de mar, pão assando, café coando... Aromas de vida despertando a química perfumosa do dia. Nem buzinas nem beeps, sirenes nem burburinho. Nada de rádio ou TV, internet, celular… Só o marulho das ondas vagantes, o farfalhar das folhas e o silêncio sem pressa a declamar sua poesia.


Um resto de arco-íris, dava conta da breve chuva que passou. Um alvor impressionista, salpicava cores acordando a paisagem. Dois olhos morenos, despertavam sentimentos sonolentos, mal dormidos no tempo. Aqueles sorrisos de outrora, esquecidos no baú das lembranças perdidas. O mundo cabia na circunferência de um abraço e o universo no laço entre nós dois.


A vida inspirada a cantar, tecia uma eterna primavera. Sonhos orvalhados de esperança, voavam desapreçados. E sem preço o coração rebrincava de contente… Mas… Acordei!




Bom dia!





Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Compartilhe:

17 comentários:

  1. Olá, António
    O início da leitura transportou-me para una anos atrás, numa longínqua praia de Moçambique, numa casa construída sobre pilares de cimento mesmo em cima da areia, a dois passos da água...
    Era bem assim, o despertar, lá.
    Tempos muito felizes mas que se foram para todo o sempre...
    " E sem preço o coração rebrincava de contente…" - assim era, SEMPRE.
    Parabéns por este maravilhoso texto.

    Estive ausente cerca de dois meses, mas já regressei. Dentro de poucos dias publicarei o meu segundo post pós férias.

    Votos de uma boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A arte é o nosso transporte tempo espacial, que nos permite transcender, viajar e reviver momentos, lembranças queridas ou recriar a vida dando asas à imaginação.

      Bom retorno! Vou lá visitar seu inspirador espaço.

      Um abraço.

      Excluir
  2. O nascente a inspirar poesia e música. A arte da natureza na tela do amanhecer...

    https://www.youtube.com/watch?v=V0_5HfjcGQc

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tonico!

    Tão lindo teu texto, que parece um desabafo romântico, numa vida que queres viver... e aqueles olhos morenos...!

    Evocação da vida e da sua beleza também engrandecem o texto, tal como a pintura escolhida.

    O vídeo está de acordo com tuas magníficas palavras. Tudo soft, por aqui.

    Quando estava relendo teu texto, tua prosa poética me lembrei de uma canção de Natasha St Pier, intitulada "Je te souhaite".

    Beijinho, garoto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viver... Ou reviver a poesia de um tempo passado, quem sabe um futuro, que o hoje sonega, só nega. Somos escravos das nossas escolhas, das nossas sentenças. Resta-nos, o refúgio das lembranças ou dos sonhos. A vida segue...

      De fato, uma bela melodia...

      https://www.youtube.com/watch?v=pqokb8LdMUo

      E uma letra...

      "Eu Te Desejo
      Eu te desejo as estrelas
      Eu te desejo a luz
      E todo o bem sem o mal
      Que eu não soube te fazer
      Eu te desejo viagens
      Eu te desejo partir
      Às mais belas paisagens
      Que eu não soube te oferecer
      Eu te desejo ser feliz
      E muito ser amado
      De ter tudo que você pode
      E tudo que você me deu
      Eu te desejo muito
      Eu te desejo muito amor
      Prender a vida aos braços
      Porque os meus são muito curtos
      Eu te desejo guardar
      Nunca meus 20 anos
      Sem te parar de sonhar
      Como eu o fiz a muito tempo
      Eu te desejo tanto de rir
      Eu te desejo tanto tempo
      De fujir antes de sofrer
      O que eu não soube compreender
      Eu te desejo ser feliz
      E muito ser amado
      De ter tudo que você pode
      E tudo que você me deu
      Eu te desejo muito
      Eu te desejo muito amor
      Prender a vida aos braços
      Porque os meus são muito curtos
      São muito curtos
      Eu te desejo ser feliz
      E muito de ser amado
      De ter tudo que você pode
      E tudo que você me deu
      Eu te desejo muito
      Eu te desejo muito amor
      Prender a vida aos braços
      Porque os meus são muito curtos
      Eu te desejo muito
      Eu te desejo muito amor
      Prender a vida aos braços
      Porque os meus são muito curtos
      São muito curtos"

      Essa aqui eu adoro. Mas, embala saudades de tempos idos...

      https://www.youtube.com/watch?v=Y4U-3ruHV8Q

      Um abraço.

      Excluir
    2. Nós fazemos o nosso destino, mas, inesperadamente, as coisas podem mudar. Quem sabe? As lembranças alimentadas... mas foi tudo tão bonito, que não dá nem para arrepender, nem pra esquecer e vem morena escutar essa música, essa vida a dois.

      Natasha St. Per tem uma voz doce, sensual, que, nos "arrebata". Ela, que é morena, olhos escuros bem maquilhados, cabelos escuros relativamente compridos e vestido branco, afaga e revolta seu cabelo, rosto e corpo.

      EU TE DESEJO (JE TE SOUHAITE) todo o bem do mundo (TOUT LE BIEN DU MONDE), Tonico!

      Excluir
    3. Às vezes a pessoa passa pela vida de alguém e parte contra a vontade do sujeito e dá nisso:

      https://www.youtube.com/watch?v=x787IgD-fQA

      Mas...

      https://www.youtube.com/watch?v=KEAxP_B2wcM

      Vamos em frente! ...

      Excluir
  4. Estive escutando, agora, e pela primeira vez esse vídeo, que tem uma letra muito sensual, desejosa, carnal. É normal. O clip não apresenta se não uma imagem, é o que eu chamo de vídeo parado, mas há outras versões até com letra.


    ACORDÁMOS

    Quando a manhã clareia
    remembro seu corpo no meu
    que fez de tudo e se deu
    cedeu, por vontade e amor.

    Foram seus olhos atentos
    que vislumbraram os meus
    morenos, gaiatos, amenos
    que se deixaram colonizar
    pela intensidade do desejo
    barato, aos olhos dos outros
    mas, para nós, tanto faz.
    Nos demos em amor. Acordámos
    e isso para nós já bastou.

    CÉU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belos versos. Imagine se não tivesses dificuldades em poetizar... Rs rs rs...Por incrível que pareça, eu tinha uma percepção menos carnal dessa música, algo mais transcendente, poético, mesmo inocente.

      Mas, essa é uma das mais belas músicas da MPB:

      https://www.youtube.com/watch?v=w73hEZKnDeA

      Um abraço.

      Excluir
    2. Seja como for, como der, como puder ser a vida. Temos que tocar em frente sempre:

      https://www.youtube.com/watch?v=SWtjTkixv5M

      Excluir
    3. Completamente rendida a WAVE de Tom Jobim, que não conhecia. Sabes o que apetece? Ficar assim juntinhos, parados, ou então dançando bem devagarzinho, corpo colado noutro corpo e vamos sentindo, gostando, "delirando", pois o amor é fundamental e sozinhos, a gente não consegue amar, por elevada autoestima, que tenhamos.

      Todos cometemos erros no passado, no presente e no futuro, mas tentemos "apanhar a onda", aquela mesmo, que tanto coisa nos disse e deu prazer. Enquanto isso, vamos fazemos que fazemos (redundância propositada) andar com a vida pra frente, mas o coração precisa de pulsar, se agitar e se entregar, e só mesmo o amor consegue essa coisa fabulosa, que é tão somente e simplesmente ser feliz e amar.

      JE TE SOUHAITE BEAUCOUP D' AMOUR (eu te desejo muito amor)!

      Excluir
    4. Tom é mesmo demais, no mais, tudo e qualquer coisa, todos, a vida... A gente vai levando...

      https://www.youtube.com/watch?v=M0bPRXrGsi8

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
    5. Pois, o brasileiro é paciente, quando é, e vai levando a vida cantando, dançando e esperando o carnaval. Há que dourar a pílula, não tem outro jeito, né?
      Gostei do vídeo, em geral.

      A história está demais. O que faz falar idioma diferentes? Italiano e português, olha no que deu!

      Abraço e bon fin de semaine.

      Excluir
  5. "O mundo cabia na circunferência de um abraço e o universo no laço entre nós dois." Apon, para quem está doida de saudades de dois olhos morenos como eu, ler um texto como o seu é quase um pecado para o coração. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você junta toda a saudade dele. E quando vocês se reencontrarem, Vane, você canta para ele assim:

      https://www.youtube.com/watch?v=_2aXfWxtLI8

      Um abraço, bom fim de semana e um bom reencontro.

      Excluir
    2. Ah, que danado... estou impressionada com sua sensibilidade, não caberia melhor música e letra, é tão linda, e tão leve e alegre essa melodia, não tem tristeza nem drama... perfeita! Obrigada, muito obrigada. Abraços!

      Excluir
  6. Ah, que poema mais lindooooooooooooooooo! Quando tudo resolve se encontrar, ah, o mundo pode até acabar, penso eu.

    A Vane está tão apaixonada e saudosa de seu amado! Tenho de passar por lá, esse fim de semana, e vou falar desse amor dela e dessa "dor".

    Tonico, tudo de bom, menino!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.