Boa vizinhança. “cada um no seu quadrado” - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Boa vizinhança. “cada um no seu quadrado”

Publicado em sexta-feira, 5 de setembro de 2014



... se você não compartilha dessa frívola e fútil “necessidade”, se não é sua prioridade ostentar aparências, passa a ser olhado de través. Assim, as pequenas coisas ganham superlativa proporção...


Cachorro e gato dormindo.


Existem vizinhos e vizinhos. Alguns, apesar de serem “gente boa”, não perdem a oportunidade de tirar proveito da sua boa vontade. Se se permite um puxadinho, quando você se dá conta, já tem o conjugado do puxadinho e o anexo do conjugado do puxadinho, logo vira um depósito de tralhas, cacarecos e afins. Indevidamente adonados do seu perímetro, passam a alegar que “te fizeram” esse e aquele “benefício. Qualquer observação feita, torna-se motivo de aborrecimento, mal estar, ironia...


Tem aqueles aficionados em mostrar que “estão podendo” e se você não compartilha dessa frívola e fútil “necessidade”, se não é sua prioridade ostentar aparências, passa a ser olhado de través. Assim, as pequenas coisas ganham superlativa proporção, minando amizades, abrindo hiatos, consolidando uma formal convivência.


Inconscientemente (ou não!) algumas pessoas vivem reeditando a velha “lei de Gerson”, querendo “levar vantagem em tudo” e aquele que quis “ser bom”, transmuta-se num grande “bestão”, otário, oreba... Particularmente, fico com aquele funk: “Cada um no seu quadrado. Eu disse ado a ado, cada um no seu quadrado”...



5 comentários:

  1. Amigo Antonio, isso mesmo, gostei do texto, "cada um no seu quadrado" , muitas pessoas confundem tudo né mesmo?
    Tem uma coisa que gosto de praticar, não sou frequente à casa do meu próximo, (vizinho) ou até amigos, pois com certeza um dia se fartarão de mim, isso é bíblico!
    Acho que em tudo tem de ter discernimento!
    Abraços meu amigo poeta querido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Discernimento" e respeito, ao seu espaço e o espaço do outro. Mas tem gente que se faz de desentendido e vai fazendo o que quer. A pessoa dá a ponta do dedo, logo querem a mão, o braço... Assim surgem os problemas.

      Um abração e um bom fim de semana.

      Excluir
  2. Desconfiômetro... é um aparelhinho que o trago sempre com bateria carregada... Tenho meus limites, respeito os dos vizinhos e, gosto da retribuição: "cada um em seu quadrado, é ótimo"... Pacífico.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um outro "aparelhinho" bastante interessante é o "simancol". Respeito mutuo é o caminho para a harmonia e cada um na sua geometria.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..




Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM