Como aprendeu Vô João - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Siga-nos

Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Como aprendeu Vô João

Publicado em sexta-feira, 20 de março de 2020



... Letrado pelo legítimo interesse no saber e a firme boa vontade de aprender, ele se tornou grande apreciador da literatura de cordel e o nato saber do povo. Colecionador de ditados, dizia...




Professora dando aula. #PraCegoVer

Nesses tempos modernosos em que se tenta reinventar a roda na educação, com metodologias extravagantes e didáticas pretensamente inovadoras, que tentam exorcizar a escola, dita tradicional. Transformando professores em quase animadores de auditório, fazendo todo tipo de peripécia e estrepolia, para tentar prender a atenção e, minimamente despertar o interesse dos alunos. Isso sem esquecer as lousas interativas, tablets e outras modernidades conectadas à internet. Algo do tipo: “Fora do novo, não há educação”. Ainda que eu não tenha nada contra o moderno e goste muito do que pode proporcionar a tecnologia. Em se tratando de comportamento, do lidar com o ensino e o aprendizado, me lembrei dos tempos idos do autodidata, Vô João Alves.

Descendente do saudoso poeta Castro Alves, Vô João, órfão aos cinco anos, foi criado por uma tia e sua irmã mais velha. Sem dinheiro para pagar uma professora, que naquela época, dava aulas em domicílio, não tinha escola no Jordão. Joãozinho, inteligente e observador, prestava toda a atenção do mundo, nas aulas dadas aos filhos dos “coronéis”. Chegando em casa, o menino molhava o chão do quintal e, com um graveto, rabiscava na terra as letras das lições gravadas na memória; qual Jesus no solo da Palestina e São José de Anchieta na areia da praia.

Letrado pelo legítimo interesse no saber e a firme boa vontade de aprender, ele se tornou grande apreciador da literatura de cordel e o nato saber do povo. Colecionador de ditados, dizia: “Um pão e um pedaço, é sempre um pão e meio”.

Enfim. Quem quer mesmo aprender, aprende. Como aprendeu Vô joão, lá pras bandas do Jordão.

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:



8 comentários:

  1. Bom dia:- A vida é composta de mudança e o ensino não pode nem deve ser excepção. Temos que aprender a viver os tempos modernos. Mas que, por vezes, gera saudades os tempos do giz e do quadro é uma verdade.
    .
    Uma Sexta Feira feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a modernidade é muito bem vinda, enriquece a educação. Mas, quem quer aprender de verdade, supera as a diversidades e a escassez de recursos.

      Minha participação dessa semana no Poetizando:
      https://www.aponarte.com.br/2020/03/caminhante-pensador.html

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  2. Estamos em mudanças drásticas. Há que reinventar! Adorei :)

    -
    Giramos juntos, numa bolha. Mundo imperfeito
    -
    Beijos e uma excelente tarde em quarentena!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprender sempre, como der, como possível for.

      Minha participação dessa semana no Poetizando:
      https://www.aponarte.com.br/2020/03/caminhante-pensador.html

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  3. Boa tarde de paz e saúde, amigo Antonio!
    Que beleza! Assim se dá...
    Agora, quem não quer, jamais aprende coisa alguma.
    Gostei da sua abordagem bem esclarecedora, vivemos em 2020, mas a literatura de cordel é bum ótimo exemplo para os fariseus que acham que é no próprio potencial que inspira...
    Também gostei muito da referência. Ao nosso José de Anchieta daqui do ES escrevendo mas areias onde tantas vezes andei e ando...
    O 💙 não necessita de apetrechos sofisticados para se revelar.
    Tenha dias abençoados e na proteção do vírus malvado!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Metodologias, didáticas, tecnologias são acessórios, o essêncial está no íntimo de cada um. Quem quer, supera, avança, vence, supera e supera-se.

      Minha participação dessa semana no Poetizando:
      https://www.aponarte.com.br/2020/03/fique-em-casa-essencial-detalhe.html

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  4. Muito interessante a sua postagem, caro colega,
    assm como o seu comentário transato.
    Tudo pelo melhor.
    Abraço amigo.
    ~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Educar de verdade, é descomplicar, simplificar o aprender. Quem quer, supera o adverso, faz acontecer.

      Minha participação dessa semana no Poetizando:
      https://www.aponarte.com.br/2020/03/fique-em-casa-essencial-detalhe.html

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



|Siga-nos|Livros|Clima e cotações|Faça uma doação|



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.





Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM