Saudade ao luar - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Siga-nos

Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Saudade ao luar

Publicado em quarta-feira, 8 de abril de 2020



... Sua ausência tão presente, reescreve na lembrança, os versos do seu passar; passos, pegadas gravadas na retina do tempo, saudades ao vento...



Lua cheia refletida no rio Paraguaçu - Geolândia, Cabaceiras do Paraguaçu - Bahia. #PraCegoVer

Plenilúnio, saudade plena
noite serena a ti lembrar;
lua cheia, alma vazia.
A tua luz que a min luzia.
Já não alumia esse luar.
Corre o rio indiferente,
tão diferente te recordar.
Paraguaçu tão de repente,
já não reflete em suas correntes,
a poesia do seu admirar.
Seu olhar tão reluzente,
reluz gente, afligente recordar.
Sua ausência tão presente,
reescreve na lembrança,
os versos do seu passar;
passos,
pegadas gravadas na retina do tempo,
saudades ao vento.
À margem do Paraguaçu,
sob a luz do luar.


Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:



8 comentários:

  1. Bom dia de Tríduo Pascal, amigo Antonio!
    Fica sim presa na retina a saudade como a hera muro bem fincada.
    Só os que amam tem esta capacidade de sentir.
    Tenha dias abençoados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Poeticamente deslumbrante. Uma Páscoa feliz dentro do possível
    .
    Um dia feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ausente ou presente, o amor faz-se poesia. Recíprocas felicitações. Jesus conosco, nesses dias que com fé e esperança, passarão.

      https://www.youtube.com/watch?v=ho3QF_wXHkY

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
  3. Oi, Tonico!

    Um belo poema, onde a saudade e a esperança convergem.

    O vídeo "Sonata ao Luar" de Beethoven tocada em violão se enquadra perfeitamente em teu post. Que delícia serena!

    Beijos para ti e para Vânia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luar espelhado nas águas, música e poesia, acordam semtimentos, despertam lembranças e versam a saudade. A lua é uma inspiradora senhora, que também inspira alegria, como nessa música de Caetano:

      https://www.youtube.com/watch?v=NdkzQ5_Sv_8

      Lua de São Jorge
      Caetano Veloso

      Lua de São Jorge, lua deslumbrante
      Azul verdejante, cauda de pavão
      Lua de São Jorge, cheia, branca e inteira
      Oh, minha bandeira solta na amplidão
      Lua de São Jorge, lua brasileira
      Lua do meu coração!
      Lua de São Jorge, lua deslumbrante
      Azul verdejante, cauda de pavão
      Lua de São Jorge, cheia, branca e inteira
      Oh, minha bandeira solta na amplidão
      Lua de São Jorge, lua brasileira
      Lua do meu coração!
      Lua de São Jorge, lua maravilha
      Mãe, irmã e filha de todo esplendor
      Lua de São Jorge, brilha nos altares
      Brilha nos lugares onde estou e vou
      Lua de São Jorge, brilha sobre os mares
      Brilha sobre o meu amor
      Lua de São Jorge, lua soberana
      Nobre porcelana sobre a seda azul
      Lua de São Jorge, lua da alegria
      Não se vê um dia claro como tu
      Lua de São Jorge, serás minha guia
      No Brasil de Norte a Sul


      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir
    2. Vivia Caetano Veloso em Roma nesse tempo, em 1983, assim diz no vídeo e creio que foi no tempo da ditadura. Caetano sempre viveu em cidades chiques, enfim, "pobrezinho" -rs.

      Bem jovem ele está no vídeo. Gostei da canção, sobretudo da interpretação dele.

      Beijos e que o vírus passe logo em todo o mundo.

      Excluir
    3. Na época, Caetano já era um artista consagrado e poderia morar aonde desejasse, o que deveria ser possível para todo ser humano. Ditaduras, essas sim, deveriam ser extirpadas da face da Terra; sejam elas de direita ou de esquerda.

      E para os tiranos:

      https://www.youtube.com/watch?v=2LYLWnfZ7zM

      https://www.youtube.com/watch?v=IWXiA3fzi8Y

      Vaca Profana
      Caetano Veloso

      Respeito muito minhas lágrimas
      Mas ainda mais minha risada
      Inscrevo, assim, minhas palavras
      Na voz de uma mulher sagrada
      Vaca profana, põe teus cornos
      Pra fora e acima da manada
      Vaca profana, põe teus cornos
      Pra fora e acima da man
      Ê, ê, ê, ê, ê
      Dona das divinas tetas
      Derrama o leite bom na minha cara
      E o leite mau na cara dos caretas
      Segue a "movida Madrileña"
      Também te mata Barcelona
      Napoli, Pino, Pi, Paus, Punks
      Picassos movem-se por Londres
      Bahia, onipresentemente
      Rio e belíssimo horizonte
      Bahia, onipresentemente
      Rio e belíssimo horiz
      Ê, ê, ê, ê, ê
      Vaca de divinas tetas
      La leche buena toda en mi garganta
      La mala leche para los puretas
      Quero que pinte um amor Bethânia
      Stevie Wonder, andaluz
      Como o que tive em Tel Aviv
      Perto do mar, longe da cruz
      Mas em composição cubista
      Meu mundo Thelonius Monk's blues
      Mas em composição cubista
      Meu mundo Thelonius Monk's
      Ê, ê, ê, ê, ê
      Vaca das divinas tetas
      Teu bom só para o oco, minha falta
      E o resto inunde as almas dos caretas
      Sou tímido e espalhafatoso
      Torre traçada por Gaudi
      São Paulo é como o mundo todo
      No mundo, um grande amor perdi
      Caretas de Paris e New York
      Sem mágoas, estamos aí
      Caretas de Paris e New York
      Sem mágoas, estamos a
      Ê, ê, ê, ê, ê
      Dona das divinas tetas
      Quero teu leite todo em minha alma
      Nada de leite mau para os caretas
      Mas eu também sei ser careta
      De perto, ninguém é normal
      Às vezes, segue em linha reta
      A vida, que é meu bem, meu mal
      No mais, as ramblas do planeta
      Orchata de chufa, si us plau
      No mais, as ramblas do planeta
      Orchata de chufa, si us
      Ê, ê, ê, ê, ê
      Deusa de assombrosas tetas
      Gotas de leite bom na minha cara
      Chuva do mesmo bom sobre os caretas


      Um abração.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



|Siga-nos|Livros|Clima e cotações|Faça uma doação|



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.





Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM