Devagar devagarinho - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Por onde anda você?

Você, que vaga em meus sonhos, qual a brisa de outrora; acordando sentidos, acarinhando sentimentos; exumando lembranças, memórias ...

Devagar devagarinho

Publicado em quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Não podemos negar, que há um certo avanço no transplante de órgãos na Bahia. Mas, observando o quanto falta fazer... Quando a unidade de medula do Hospital das clínicas começará a funcionar plenamente? Quando teremos captações em número minimamente aceitável? Está descartada a possibilidade de faltar algum medicamento indispensável aos transplantados? Todas as câmaras técnicas estão implantadas e em funcionamento? Temos esclarecido suficientemente e adequadamente a população? As comissões de notificação estão efetivamente funcionando nos hospitais?...? ...?

 

Refletindo sobre tudo isso, lembramos daquele sambinha do Martinho da Vila: “é devagar, é devagar, é devagar, é devagar é devagar devagarinho...”.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM