Acróstico da consciência negra (Com mp3) - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Pensamento do dia:





Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

 

                    Acróstico da consciência negra (Com mp3)              

     

A inteligência divina criou uma só raça humana, plural e diversificada. A ignorância dos desumanos, engendrou a indignidade do preconceito e a psicopatia do racismo.


Acróstico da consciência negra (mp3)
Antonio Pereira Apon.


Zumbi dos Palmares.


Consciência da humana igualdade

Ontem apartada pela cor

Nefasta desigualdade

Sofrida ingerência do horror

Catástrofe de preconceito

Inclusão agora infinda

Ecoa no tempo o preito

Negritude sempre linda

Cultura multicolor

Irmanados na cidadania

Agentes todos do amor


Negreiros idos e findos

Extinga-se a descriminação

Garanta-se real liberdade

Racismo não cabe mais não

Axé!!!!!!!



Você também vai gostar de ler:

Consciência negra. Humanidade de toda cor

Acróstico da diversidade


Escravo no pelourinho.


20 de novembro. Dia da consciência negra.

(Postado aqui em 10 DE NOVEMBRO DE 2011).





Leia outros de nossos acrósticos:


   
 
 

21 comentários:

  1. Adoreiiiii...

    "...Extinga-se a descriminação
    Garanta-se real liberdade
    Racismo não cabe mais não
    Axé!!!!!!!"

    Axé para todos nós!!
    Tenha um Belo Fim de Semana!!
    Muita Luz!!

    ResponderExcluir
  2. Olá António,

    Adoro fazer e mandar fazer aos meus alunos acrósticos.
    Nos dizem tanto!
    O que significa Axé, António? Obrigada.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Antonio. Gostei muito da mensagem do seu acróstico.Preconceito racial, e todo tipo de, é péssimo.Todas as pessoas são iguais diante de Deus e perante a lei, pela lei deveria ser, mas infelizmente não vemos isso na prática, pois a cor da pele ainda é vista com um certo descaso, aliás, descaso mesmo.
    Ninguém é melhor do que ninguém, e muito menos pela cor da pele.
    O passado não deveria viver no nosso presente, ainda que de uma forma mais comedida.Preconceito é burrice.
    O que faz pensar que pessoas de pele clara são melhores? Não são, porém é bem verdade que nos dias de hoje elas ainda têm posição de destaque.
    Um exemplo simples, mas verdadeiro, é em relação às vendedoras.Vamos às lojas e nos deparamos em sua maioria com vendedoras brancas, loiras, altas e magras.Esteriótipo.Modelo que "compramos" sem nos dar conta.Até quando?
    Abaixo o preconceito!
    Parabéns!
    Um beijo grande, e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  4. Axé Roberta!

    Belo e iluminado fim de semana para ti também.

    ResponderExcluir
  5. Olá Luz!

    A expressão Àse em Ioruba ou Axé em Português, no âmbito dos cultos Afro-brasileiros, significa poder, energia, força. Popularizada, tornou-se uma saudação, um cumprimento desejando ao outro coisas boas e energia positiva. Axé também é a designação de um gênero musical originário da Bahia.

    Um abração e bom fim de semana.

    Axé!

    ResponderExcluir
  6. Olá Patricia!

    Preconceito, discriminação e racismo, são coisas de jericos, babacas dementados, descerebrados, de pensar tísico e alma tacanha.

    Um abração e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia António,

    Agradeço a sua cabal e entendida explicação.
    Na realidade o Brasil tem África no seu sangue e a percentagem é bem elevada (mais de 50%)
    A rota triangular do Atlântico do século XVII foi a responsável.
    É a forma de dançar, de andar vestido muito à vontade (eu sei que há calor), muito pouco formal e gostar de estar na rua convivendo com vizinhos e amigos. Todas essas atitudes são próprias dos Africanos.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  8. Oi Luz!

    O Brasil é uma salada étnica, um povo “colorido”, singular em sua pluralidade cultural e artística. Espontânea mistura de credos e ritmos, transita entre o erudito e o popular, o sacro e o profano, com uma naturalidade impar. Mas, sou suspeito para falar desse país que amo e tem tudo para dar certo, porém vive sob o jugo de políticos canalhas e a acomodação da nossa gente. Que passivamente, aceita a bandalheira da politicagem.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  9. Nessa salada colorida de cores e etnia, bom mesmo, é o povo brasileiro.
    Amei, a sua postagem
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Conscientíssima postagem! Que se "garanta realmente a liberdade de raça, de cor, de credo, pois somos um país que "camufla" o não preconceito, mas a realidade é bem outra. Infelizmente!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  11. Antonio Querido!

    Um viva para nós mestiços!
    Adoro a inteligência na sua forma de escrever!
    Moro numa cidade onde a maioria da população é de origem alemã, eu sou de origem italiana, então cresci sendo "apontada como "a moreninha".
    Há um tempo atrás só trabalhava no comercio local quem falasse a lingua alemã. Na minha opinião, existe ainda muito preconceito racial, embora de uma forma velada (as vezes)!
    Muito Axé para você!
    Tenha um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  12. Bom dia António,

    Agradeço seu engraçado, brilhante e bem estruturado comentário em meu blog.
    Bom, aquele verbo auxiliar merecia uma onomatopeia, bem forte.
    No melhor, surge intruso.
    Bom Domingo.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  13. Olá Apon,
    Nesse Acróstico, bela e necessária manifestação de que não deve existir distinção entre os homens, simplesmente porque são de outra raça, professam outra religião ou trazem no corpo outra cor. Somos todos filhos de Deus e somos semelhantes a Ele, com exceção da perfeição, essencialidade, magnitude, etc.
    Axé para todos, sem discriminação, pois o mais importante é o que trazemos na alma e dentro de nosso coração.
    Agradeço, sensibilizada, cada comentário tão carinhoso que fazes quando me visitas. Obrigada, amigo.
    Um lindo final de domingo para você.
    Um grande beijo,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  14. Definitivamente

    Racismo não cabe mais não

    Axé!

    Um cheiro pra você Antonio

    ResponderExcluir
  15. Olá Antonio. Passando por aqui... gostei muito do texto. Acróstico essa expressão de liberdade e direitos que todos temos. òtima semana pra vc! Grande abraço.

    ResponderExcluir
  16. E como gostei de ler este belo acróstico meu amigo, Axé pra ti também.
    Beijos e um ótimo feriado e resto de semana!

    ResponderExcluir
  17. Ei Antonio,
    Eu mais que ninguém, aplaudo de pé seu acróstico!

    beijos e Axé pra você tbm!

    ResponderExcluir
  18. Oi António,

    Passei para ver novidades.
    Ainda não. Nossos horários são diferentes, eu sei, mas esqueço.
    Bom feriado.

    Abrações de luz.

    ResponderExcluir
  19. Olá estimado António,

    Esse post é do ano passado e eu já o comentei.
    Sabe o que eu acho é que os Afro descendentes se dicriminam uns aos outros, mais do que as pessoas de tez clara.
    Homem mestiço adora mulher branca, por exemplo. Parece que é a atração dos opostos.

    Obrigada pela visita e comentário. Bom domingo e semana, também.
    Abraço da Luz.

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde! Parabéns pelo seu texto com uma belíssima informação! De uma coisa eu sei, sinto, somos todos iguais diante de Deus, somos criaturas de Deus o Criador.Corre em nossas veias a mesma cor de sangue. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Racismo é coisa de almas apequenadas, de gente dementada.

      Um abraço. Tudo de bom.
      🌹 Mundo, jardim em flor.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...