Versos irônicos - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Por onde anda você?

Você, que vaga em meus sonhos, qual a brisa de outrora; acordando sentidos, acarinhando sentimentos; exumando lembranças, memórias ...

Versos irônicos

Publicado em terça-feira, 24 de julho de 2018


Ilustração oficial do blog - Uma rosa vermelha na diagonal, sobre um fractal do por do sol, com o nome Apon em relevo, na parte inferior da imagem. #PraCegoVer

Labuta dura

a de no Brasil existir,

hora chorar, hora sorrir...

O que fazer?

Tem crise na bolsa

no bolso, grana não tem!

No bucho a fome

e na mão, nenhum vintém.

Lá do poder,

só promessas! Nada além.

Morre a saúde,

emburrece a educação

e insegura,

A segurança pede proteção.

Da Bahia, alguém há de gritar:

- Isso é pura futrica!

Um factoide

Ligará Salvador à Itaparica!

E já tem metrô pra tapear!

O povo é que gosta de sofrer,

fica em fila por puro prazer.

"Relaxa e goza"!

É hora de viver!

Tem "marola" pra gente surfar,

e do Planalto,

piada pronta pra nos “alegrar”.

Brasileiro é grande fingidor,

finge a dor que acaba em carnaval,

não é mau eleitor,

apenas elege um fingidor seu igual.

Aqui,

a mentira, é a mais pura verdade,

o "faz de conta" uma questão de cultura,

corrupção, a prima-irmã da castidade

o resto? Num conchavo se costura!

"Em se plantando tudo dá"

e em dando, se recebe,

pouco importa o que importa à plebe,

o negócio é faturar!

Ou melhor. Superfaturar!



Postado aqui em 26 DE MARÇO DE 2009.


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


6 comentários:

  1. Como eu já disse muitas vezes meu amigo eu acho que aqueles que detêm o poder utilizam todos o mesmo manual de instruções....
    beijo amigo
    anacosta

    ResponderExcluir
  2. Amigo Antonio, seu post é de 2009 e é tão atual né mesmo?
    Tem textos que nunca ficam obsoletos, por incrível que pareça parece que nada muda, mas muda sim, só não sabemos se para melhor ou pior!
    Abraços meu amigo poeta, vamos indo poetizando a vida!

    ResponderExcluir
  3. "De tanto ver triunfar a maldade,
    De tanto ver crescer as injustiças,
    De tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos homens,
    O homem chega desanimar-se da virtude,
    A rir-se da honra
    e ter vergonha de ser honesto..."
    (Rui Barbosa)
    Parabenizo-o pela sua excelente reflexão poética!
    Abraços, Célia.

    ResponderExcluir
  4. Antonio,
    o mais triste disso tudo é constatar que versos escritos há tanto tempo continuam super atuais, porque o país não muda, não melhora.
    Espero sinceramente que essa onda de protestos resulte em algo verdadeiramente positivo.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Tudo está em debate e as pessoas podem manifestar os seus pensamentos pela internet. Que se manifestem! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  6. Oi Antonio,

    Versos irônicos!
    Pura verdade o que fala os versos!
    Atualíssimo!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM