Verdadeiro amigo - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

 

                    Verdadeiro amigo              

     

... são poucos, são raros, são aquelas pessoas que fazem a diferença; tornam certas, as horas incertas...


Antonio Pereira Apon.


Pessoas andando.


Amigo de verdade, nem sempre é aquele que frequenta nossa casa, nos acompanha nas baladas, partilha a intimidade do nosso dia a dia; não está sempre de acordo conosco, abonando nossas faltas, justificando nossos erros, massageando nosso ego...


Amigo de verdade sabe dizer não, não vive para cima e para baixo conosco, mas na hora precisa, se faz presente, às vezes esquece o dia do nosso aniversário, mas parece onipresente nos momentos difíceis.


Amigos de momento partilham as alegrias, mas só os verdadeiros amigos, compartilham momentos adversos.


Amigos de verdade são poucos, são raros, são aquelas pessoas que fazem a diferença;


Tornam certas, as horas incertas, são a bússola, quando desencontramos o norte, estrelas a nos guiar na escuridão, sol que sorri verdadeiramente com a nossa felicidade.


E você? É um amigo verdadeiro? Ou é mais uma amizade descartável, nas descartáveis relações humanas, desses tempos descartáveis?



Postado aqui em 05 de agosto de 2007.




Falando de amizade:



Amiguinhos.


   
 
 

12 comentários:

  1. Olá Antonio!
    Amigos verdadeiros sabem o momento de falar e de calar... Sabem respeitar nossas dores e não precisam chorá-las conosco, mas apenas estarem ali presentes...São poucos que aceitam esse desafio e poucos, muito poucos conseguem realizá-lo...
    Em tudo o que faço, coloco minha verdade e boa intenção, então, se no meio do caminho consigo colher amigos que me enxergam dessa forma, posso te dizer que conquisto amigos.
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir
  2. Oi Jackie.

    Amizade é tesouro que enriquece a alma.

    Valeu!!!

    Um abração.

    ResponderExcluir
  3. Ando meio cansada de amigos para me ajudar nas horas difíceis. Eles poderiam aparecer nas horas fáceis, porque disso eu sinto falta... rsrs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente amizades descartáveis são cada vez mais comuns!

    ResponderExcluir
  5. Ola querido !
    obrigada pela sua visita, comentario e pela correção.
    Infelizmente na intennet tem dessas coisas, e obrigada pela correção. REcebi esse texto por email do pessoal da igreja, achei lindo e resolvi compatilhar.
    Parabéns !
    segue link corrigido
    http://redejovenscristosalva.blogspot.com/2012/02/parabola-da-pedra.html

    Deus abençoe!
    e Desculpe qq coisa!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Antonio...
    Temos muitos colegas de trabalho...de estudo ...mas amigo verdadeiro hoje em dia esta tão raro..,Podemos contar nos dedos quanto são .Adorei o texto...Ótima reflexão ... Adorei!
    Beijos!
    San.

    ResponderExcluir
  7. Olá, caro amigo,
    Já o considero desta forma por ver a leveza e sutileza de seus escritos. Uma pessoa com toda essa sensibilidade a flor da pele com certeza tem uma visão de mundo privilegiada dos que amam ler o mundo.
    Obrigada pelo esclarecimento a respeito de seu escrito e o corrigirei. A autoria jamais deve ser retirada do verdadeiro autor. Grande beijo e fique à vontade para estar em nossa casa - o multiversosdapalavra.blogspot.com
    Grande beijo de quem já te admira.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Antonio! Não sou de festas ou badalações... sinto-me até antissocial, mas nas horas de sufoco me faço presente sim. E, falo sempre: nas festas é fácil lotar sua casa, nos momentos tristes é que vemos quem realmente se dispõe!!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  9. Olá Antonio,
    Querido amigo, sinto-me uma verdadeira amiga de meus amigos. Tento ser aquele ombro que está sempre disponível, sou aquela que se preocupa quando alguém precisa de amparo, seja com palavras ou com atitudes, enfim, procuro sempre ajudar.
    Por outro lado, não busco o reconhecimento da ajuda. Penso que cada um deve fazer a sua parte e tento, n medida do possível, realizar a minha.
    Um grande beijo em seu coração.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  10. O que ten amigos pode considerarse afortunado. E ti seguro o eres, porque o teu blog desprende moi boa enerxía.
    un abrazo amigo.

    ResponderExcluir
  11. Não tenho muitos amigos, mas tenho verdadeiros amigos!
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá amigo virtual !! Acho que podemos nos tratar assim, pois estamos dispostos a ajudar mesmo que seja por meio desta ferramenta que é a net, já recebi seu carinho em momentos difíceis, que alegram meu dia, mesmo á distância.
    Amigos verdadeiros são exatamente como disse, às vezes ficamos tempo sem ver, mas no coração vai a certeza de que quando necessitamos, eles estão lá, ao nosso lado :)
    Não tenho muitos amigos, mas me dedico com afinco a todos que assim considero, a eles dou meu melhor de boa vontade ;)

    Um enorme abraço !

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...