O dia em que o Sabe-tudo descobriu que não sabia - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Jogo de azar

Em termos de tempo, tudo é absolutamente relativo, o passado inspira o presente; escreve, reescreve o determinismo, reinventa o destino. ...

O dia em que o Sabe-tudo descobriu que não sabia

Publicado em sábado, 6 de julho de 2013


Ilustração oficial do blog - Uma rosa vermelha na diagonal, sobre um fractal do por do sol, com o nome Apon em relevo, na parte inferior da imagem. #PraCegoVer

Robson (que não era o Crusoé), julgava saber tudo, entendia de estrume a física quântica, de jogo do bicho a mercado financeiro internacional... Grande aficionado por almanaques, fanático por bricolagem, incansável leitor de bula de remédio... Achava-se entendido em tudo e mais alguma coisa, um autodidata “pós-doutorado pela universidade da vida”. Seu amigo e “fiel escudeiro” Daniel (que não era o Defoe), vivia a consertar as lambanças do sabichão e aturar as adjetivações diminutivas daquela “inteligência superior”.


Um dia, o Gênio resolveu construir um pequeno barco para se aventurar na Baía de Todos os Santos. Consultou seus alfarrábios, leu trocentas revistas e fez-se “Engenheiro Naval”. Calculou, rabiscou, projetou... Em algumas semanas, a “obra prima da náutica universal” estava pronta, ignorando os conselhos de um experiente carpinteiro, que discordara sobre o tipo de madeira e outros materiais empregados. Até mesmo a opinião de um experimentado saveirista, foi arrogantemente ignorada e muitas das instruções dos manuais, “reinventadas” por aquele aloprado “padre-mestre”.


Como era de se esperar, a uns mil metros da costa, a “inovadora” embarcação começou a apresentar problemas, “fazer água” e terminou por naufragar. Ainda sobrou para Daniel salvar o intelijumento do amigo, que nem mesmo nadar sabia.


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


4 comentários:

  1. Oi Antonio,

    "Quem pensa que tudo sabe"...
    Legal o texto! Me fez lembrar o "padre do balão"!
    ...A arte imita a vida ou...
    Beijos!
    Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diferenciando, quem sabe e quem pensa que sabe, costuma existir um monte de orgulho e vaidade. Saber é ser eterno aprendiz, pretensão e arrogância são coisas de gente burra.

      Um abração e uma boa semana para ti também.

      Excluir
  2. Olá, amigo, Bom dia! Quero desejar um bom feriado e uma feliz Pàscoa para vc. Obrigada pelo carinho e por nos proporcionar sempre uma boa leitura! Linda melodia. Meu abraço carinhoso! bjos.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM