Mãos, coração. Poetizando e encantando - A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!



Clique para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

 

                    Mãos, coração. Poetizando e encantando              

     

... Amor, a flor do céu, o sol. Mãos que são, que estão, mãos que se dão; coração, cor da ação, oração. Pulsa o pulso...


Antonio Pereira Apon.


Duas mãos que se unem e formam um coração. Ao fundo, um lindo céu com nuvens brancas e um brilho intenso do sol no centro.



No blog Filosofando na vida, a professora Lourdes nos convida a escrever uma frase, um verso… Sobre uma imagem que ela postará aos domingos. Acima, a imagem dessa semana. Abaixo, a minha primeira participação nessa “brincadeira” intitulada: Poetizando e encantando.


Mãos da vida,

linda lida do viver.

Mãos que aprazem,

mãos que fazem o coração bater.

Amor,

a flor do céu, o sol.

Mãos que são,

que estão,

mãos que se dão;

coração,

cor da ação,

oração.

Pulsa o pulso,

poético impulso;

duas mãos.

Mãos minhas,

mãos suas;

nossas mãos.


Nossas participações mais recentes:






Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

   
 
 

21 comentários:

  1. Parabéns Antônio pela linda poesia! Completa,perfeita, que fala das mãos da vida, do amor! Grande poeta, obrigada pela participação, seja bem vindo aos meus blogs,volte sempre. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou um escrevinhador de versos, proseando a vida. Seja igualmente bem-vinda.

      https://www.youtube.com/watch?v=NQJjStIO_OU

      Um abraço.

      Excluir
  2. Parabéns amigo! Estou feliz com sua participação. Linda poesia! Obrigada, seja sempre bem vindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidade recíproca. Felicidade de participar, felicidade da interação, felicidade...

      https://www.youtube.com/watch?v=oBqTlBjpAZU

      Um abraço.

      Excluir
  3. Boa Tarde!
    Muito bonito este unir de mãos e corações!
    Ficou tipo uma poesia do estilo concreta... gostei muito!
    Seja feliz e abençoado!
    Abraços fraternais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O concreto, o abstrato, o pragmático e o sonhado, encontram beleza na poesia. Bênçãos e felicidade para ti também.

      https://www.youtube.com/watch?v=Q1ITVHW-Q5g

      Obrigado por sua visita e comentário.

      Excluir
    2. Obrigada pelo carinho do vídeo. Deus o abençoe!

      Excluir
  4. Passei pelo blog da Loudes no domingo passado e vi que ela estava lançando, convidando seus amigos a participarem nessa "brincadeira", que, afinal engrandece todos nós. Eu não colaborei, porque tinha postado no sábado e meus posts, como sabes, estão um mês em "cartaz". Depois, passarei pelo espaço dela para me explicar isso mesmo.

    Quanto à sua participação, a achei fabulosa, doce, mesmo, não se limitando a um versinho, a uma quadra. A partir da imagem, que são duas mãos quase unidas da mesma pessoa ou talvez não, muita coisa boa pode acontecer.

    Com as mãos se faz amor, com as mãos se faz a guerra, já dizia o poeta.

    Abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Um mês em cartaz", é prudente e bem recomendado para que teus leitores cardíacos possam se recuperar de tanta adrenalina poética. Rs rs rs...

      De fato, as mãos podem muito...

      https://www.youtube.com/watch?v=3BhsnXDn-jk

      Inté!

      Excluir
  5. É verdade, mesmo, e por vezes até ultrapassa um mês. Acho que o coração dos "meus homens" já estão acostumados, mas pedem sempre mais. Enfim, querem alcançar e permanecer no céu.

    Bibi Ferreira, cantora, atriz, realizadora, enfim, uma mulher com muito talentoso e já com 95 anos, interpreta, maravilhosamente, esse monólogo.
    O texto é vasto e completo e o li, na íntegra, no "Recanto das Letras" e minha mente começou a devanear. Quem sabe um poema a partir desse texto?

    Então, entre nós, um bom aperto de mãos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como é cheia de si essa moça! Rs rs rs...

      De fato, Bibi e esse monólogo são demais. Que tal uma parceria? Escrevermos a quatro mãos um poema sobre mãos? Faríamos off line e publicaríamos nos dois blogs quando ficasse pronto.

      Que tal?

      Excluir
    2. Como você me conhece bem (rsrsrs), minino!

      Ai, que medo, ai, que eu não sou capaz, ai, que eu sou tímida, ai, que não tenho imaginação, ai, mas você vai pegar minhas mãos (rs)? Então, mas no teu e no meu blog publicamos um texto igual feito pelos dois. Me elucide, por favor.

      Excluir
    3. Não seja modesta, isso não combina contigo.

      Pensei em publicar nos dois, mas, podemos publicar em um e uma futura parceria, em outro. Você decide.

      Já estou esperando você começar... Primeiro as damas.

      Um abraço.

      Excluir
    4. Não sou modesta, não, mas tenho receio de não conseguir escrever, de fazer um texto, que me agrade mesmo, daqueles que!!!!

      Sim, vou aceitar a parceria, mas só para o fim de semana de 14 ou 21 de outubro. Pode ser?

      Se tu aceitares essas datas, sim, eu iniciarei o escrito. Tenho uma dúvida: o nosso texto será tipo manta de retalhos, ou seja, tu escreves um parágrafo e depois, eu outro, no seguimento do teu ou faremos dois textos independentes, mas subordinados ao título "Mãos"?

      Excluir
    5. Consegues sim, eu sei. Não tem pressa, sairá no tempo possível.

      Manta de retalhos" com direito a remendar o retalho alheio. Rs rs rs...

      Quanto aquele outro assunto, terminei apagando o escrito sem querer. Reenvie e mande um off por aqui para que eu possa confirmar a veracidade.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
    6. Sim, talvez!

      Manta de retalhos, é isso ou estás brincando?

      Ok. vou mandar.

      Abracinho e bom week-end.

      Excluir
  6. Apon, que encanto de poema, estava super inspirado, hein? O amor é o pulso, que nos dá impulso, que nos transforma em ação e não em estagnação. Vive pelo amor, não tenho dúvida disso. Sem amor metade do nosso brilho se perde na estrada.Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente inspiradora essa "brincadeira" da Lourdes, escrevermos algo a partir de uma imagem postada por ela a cada domingo.

      Confira: http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/2017/09/brincadeira-no-blog-poetizando-e.html

      Um abraço.

      Excluir
  7. Amigo, simplesmente fantástica sua participação. Poesia linda! Um jogo de palavras com rimas, escrita por um grande poeta. Parabéns!
    Grata pela visita, domingo participaremos da brincadeira mais uma vez. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Fabulosa sua poesia de vida de quem contempla e vive intensamente! Riqueza expressa em versos! Excelente!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabulosa é a vida a escrever a poesia natural de cada dia. Nós outros, somos apenas escrivinhadores dos versos ditados pelo viver.

      Um abraço e um fabuloso dia.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...