Silêncios que gritam - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Silêncios que gritam

Publicado em sábado, 23 de junho de 2018



... em cada palavra não dita, mal calada; na emoção mal guardada na gaveta entreaberta, no sentimento trancado, na destrancada porta do meu eu. Meus pensamentos voam, viajam, desdobram-se na noite escura procurando você; buscam-se nos ecos do pulsar do seu coração...


Antonio Pereira Apon.


Paisagem marítima com elevações rochosas e um casal, a jovem em pé o jovem sentado olhando para ela e segurando sua mão.


No blog Filosofando na vida, a professora Lourdes nos convida a escrever uma frase, verso, poesia, pensamento, mensagem… Sobre uma imagem postada a cada fim de semana. Acima, a imagem sugerida. Abaixo, a minha quadragésima primeira participação nessa “brincadeira” intitulada: Poetizando e encantando.


Selo de participação no Poetizando e encantando.

Meus silêncios gritam,

querem falar o que não sei dizer;

nem desdizer.

O indisfarçável em cada gesto,

em cada palavra não dita, mal calada;

na emoção mal guardada na gaveta entreaberta,

no sentimento trancado, na destrancada porta do meu eu.

Meus pensamentos voam,

viajam,

desdobram-se na noite escura procurando você;

buscam-se nos ecos do pulsar do seu coração.

Silentes sonhos visitam a insone poesia inescrita,

auscultam o pulso de um amor que tenta, intenta pulsar.

Noites, dias passam autômatos,

automatizada, silenciosa rotina.

Visita-me a sua ausência;

abraça-me,

afaga-me e não se vai.

Assim, sigo ébrio de silêncios,

silêncios que gritam,

Dos píncaros às profundezas abissais;

gritam, por você.

Na retina dos sentires,

um filme mudo de nós dois;

pintura silenciosa,

calada,

amordaçada…

Silêncio que grita,

que grita por você.




Nossas participações no "Poetizando e encantando":

Para exibir/ocultar Clique para exibir/ocultar nossos posts no poetizando e encantando.

30 comentários:

  1. Bom dia amigo Antônio!
    Uma bela escolha para uma majestosa poesia.
    Meus silêncios. As vezes o silêncio fla mais alto que a voz. A voz do coração em chamas apaixonado. Uma linda composição poética amigo. Parabéns, muito obrigada por mais uma vez participar e encantar com seu lindo poetar. Sela sempre bem vindo! Feliz festas juninas, abençoado domingo. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, o silêncio não precisa de palavras para falar de sentimento, para tornar manifesto o coração.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  2. Que beleza,Antonio! Por vezes os silêncios gritam, ecoam e não os queremos ouvir.Mas é preciso! abraços e foi linda tua participação! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprendermos a escutar o silêncio, eis um importante exercício para a percepção do sentir.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  3. Bom dia amigo Antônio! Que linda e encantadora poesia! Poetizou e encantou amigo. Parabéns por mais essa bela participação. Lindo demais! Abraços, feliz início de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O silêncio gritando, fazendo poesia, dizendo tudo, sem nada dizer.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  4. Lindos versos, nossa, sua alma entrou em sintonia com todas as almas que gritam os silêncios, mas nem todos sabem desse grito e seguem sofrendo!
    Amei ler meu amigo Antonio, poeta sensível, tocas as almas, isso é divino!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, existem muitos silêncios gritando a corações surdos ao amor. Assim, caminha-se solitário e triste cativo de silêncios que não dizem nada.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Existe inspiração no silêncio que grita, dispensa palavras para falar do amor.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  6. Bom dia Antonio
    Um tão profundo ecoa no silêncio de um outro coração que ainda não se abriu para recebeu este amor tão profundo e inebriante
    Inspiradíssima poesia que adorei ler. Parabéns!!!!
    Um feliz domingo pleno de alegrias
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Captou bem. O silêncio que grita, busca eco nos ecos de outro coração, a interação, percepção do amor.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  7. Olá, Antonio!
    "O indisfarçável em cada gesto"...
    Eis uma das características do Amor... por mais que o neguemos, ele se deixa revelar em gestos, emoções, pelo não dito e sentido sobretudo quando estamos a dois... no toque intenso, mesmo que delicado, das mãos... fortemente agarradas... como que para não soltar os corações...
    Muito bonito seu poema como ja é de costum: versos soltos, livres como convém ao Amor sadio e profundo...
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor se denuncia, se revela em cada silêncio que se tenta calar. Ele grita a todos os sentidos.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  8. Quando silencio faz se ouvir meu amigo as noites se alongam e vem lembranças e vultos que aceleram as pulsações do coração, nas memorias de um amor, que se vive ou busca. Uma inspiração perfeita amigo e com arte arrebanhou palavras que fazem do poema uma declaração amorosa.

    Meu abraço amigo e que a semana seja boa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. Quando esse silêncio faz-se ouvir, é puro encantamento. Quando o silêncio, encontra eco nos ecos do coração dela...
      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  9. https://poemasdaminhalma.blogspot.com/
    Olá António!
    "Silêncios que Gritam", pela ausência de amor.
    O coração dói, sofre, ecoa e espera por outrem, que se abra ao amor.
    Belíssimo participação António, gostei imensamente.
    Um abraço e continuação de boa semana.
    Luisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reciprocidade, sem a qual, o amor, silente vaga errante.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  10. Antonio!
    Quando o silêncio grita, precisamos de momentos reflexivos para nos reencontrarmos.
    Adorei!
    “Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/06/divulgacao-cultural-86-41-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, esse silêncio é o grito do desencontro. Quando há o almejado encontro... Aí sim, o amor.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  11. Gostei muito do seu poema, acho-o muito expressivo e bem construído.
    O meu outro blog aborda os mesmos ítens do que o seu... vai gostar...
    Procure no Google:Vivenciar a Vida - Majo Dutra
    Sabe que nunca tinha escrito u poema?
    Estreei-me na 40ª edição...
    Saudações poéticas.
    ~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demorou, mas a resposta afinal chegou. Obrigado por seu gentil comentário. Já visitei seu espaço e gostei muito. Parabéns pela estreia na BC e na arte do versar.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  12. Boa noite amigo!
    Hoje vim com um comunicado e já com o convite do Poetizando.
    Amanhã me internarei para tomar o iodo radioativo devido meu tratamento da tireóde.
    A edição 42ª, está pronta, mas não sei exatamente se no sábado a tarde postarei, pois seguirei todas indicação da médica física que me acompanha. Caso no sábado já esteja em casa e possa usar meu not postarei. Se no sábado ou no domingo ainda não possa, deixarei para a próxima semana, mas se for possível esse edição estará prontinha lhe aguardando e com imagens bem sugestivas.
    O convite está entregue com todo carinho e será um prazer lhe ver participando mais uma vez pois só tem nos encantado com seu lindo poetar.

    Deixo esse pensamento da Cora Coralina
    Que vale refletirmos.
    "A verdadeira coragem
    é ir atrás do seu sonho,
    mesmo quando todos dizem
    que ele é impossível. "

    Abraços da amiga Lourdes Duarte.
    Feliz festa de São Pedro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sucesso no procedimento, saúde e todo o bem. Certamente, estaremos com mais um poetizando e encantando, nesse fim de semana.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  13. Já comentei duas vezes e não vejo nada.
    Voltarei.
    Abraço
    ~~~

    ResponderExcluir
  14. Agora ficou... ando às voltas com um comutador novo, com teclado diferente, um aborrecimento...
    Gostei do seu poema, expressivo e belo.
    Fala-nos de pessoas introvertidas que têm muita dificuldade de expressar os seus sentimentos. Uma análise excelente.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses entreveros informáticos acontecem. De fato, a timidez amordaça o sentir, delongando silêncios e manietando o amor.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  15. PS- Desculpe ir por partes...
    Convido-o a visitar o meu outro blogue com temas semelhantes aos seus.
    Vai encontrar alguns dos seus leitores que têm comentários nesta página. Vai gostar.
    Procure no Google, A Vivenciar Vida - Majo Dutra

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.





Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..



Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM