Ela, amor - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Ela, amor

Publicado em quarta-feira, 11 de dezembro de 2019



... Trouxe na voz a poesia, no dizer melodia, um sentir pra rimar Um encontro entre tantos desencontros, um querer outro querer encontrar...




#PraCegoVer: Casal caminha abraçado na areia da praia.

Apareceu de repente;
ela,
qual poema silente,
qual perfume de flor.
Sem cerimônia chegou,
se achegou, convidando a sonhar.
Trouxe na voz a poesia,
no dizer melodia,
um sentir pra rimar.
Um encontro entre tantos desencontros,
um querer outro querer encontrar.
Juntas as mãos e os passos,
abraço de um caminhar.
Onde dará o caminho?
Carinho,
amar.

4 comentários:

  1. Boa noite de quinzena natalina, amigo Antonio!
    Um poema divinal onde os quereres e sentires se encontram e dão passos largos, embora desfrutando de tudo como se caminhassem à beira-mar.
    Lindo um Amor assim!
    Tenha dias felizes e abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..




Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM