Gente, o vento e a flor


Gente e flores, bem nascidas ou surgidas nas rachaduras, nas rasgaduras da vida; sopradas pelo vento, do destino, do acaso da sorte... Ressignificar das esquinas, cantos, encruzilhadas...


Flor amarela saindo de uma rachadura no asfalto. #PraCegoVer

O vento que sopra a flor,
sopra a dor,
como o amor sopra.
Flor que nasce no campo,
num qualquer canto,
onde puder nascer;
na rachadura do muro,
na rasgadura do chão,
num vão onde é duro sobreviver.
Flor que sopra o vento,
lamento de triste sina,
encruzilhada,
esquina onde o destino,
a seu tino,
o acaso quiser plantar.
Azar ou sorte da flor,
dor, amor que o vento sopra.
Vento da vida,
gente que é flor;
pra florescer no fecundo campo,
florir num bom recanto,
ou acontecer num canto qualquer;
na rasgadura da sina,
na rachadura da esquina,
no vão do acaso,
no chão do destino,
na dura encruzilhada,
cilada pro sobreviver.
Mas,
ao invés do vento,
ao revés da flor,
a vontade da gente,
replanta a sina,
faz diferente;
ressignifica a esquina,
transforma a rachadura,
transmuta a rasgadura;
subverte a encruzilhada,
redefine,
costura a rasga dura que é viver.
Resiliente gente,
incidente flor.
Flor que sopra o vento,
vento que sopra a flor.
Gente que aprende o soprar da flor e do vento.


Antonio Pereira Apon

Autor do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Procurando escrever em prosa e verso com a arte da vida.

6 Comentários

Obrigado por sua visita. Agora que terminou a leitura, que tal deixar seu comentário na caixa de comentários abaixo? Sua interação é muito importante. Obrigado.

  1. Boa noite de paz, amigo Antônio!
    Amo ver flores rachando o chão de concreto, por exemplo.
    É uma prova a mais e bem concreta de resiliência, uma pista a nos ensinar como devemos agir ante a dureza de certos corações que nos cercam: florir!
    Excepcional poema!
    Tenha dias abençoados!
    Feliz noite do Dia do Amigo!
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir
  2. Lindo! Meu amor! Que sejamos fortes sempre! Flores é vida! Que possamos absorver tudo que vem da natureza. ❤

    ResponderExcluir
  3. Há poemas que nos dão um abraço de nostalgia. Este é um.
    Bjinho e bom fim de semana

    blogdanielasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem

Pular para comentários.


Clique na imagem acima para ler uma postagem sorteada especialmente para você.


Clique para ler: A pedra.            Poema de Antonio Pereira Apon.

Clique na imagem do escultor para ler: A pedra. Nosso poema que tem sido plagiado.




Fale conosco.


No Youtube, se ainda não se inscreveu, inscreva-se em nosso canal Apon na arte do viver., clique no sininho para escolher receber nossas notificações, ser avisado(a) dos vídeos novos. E não esqueça de dar seus likes. Conto com você! Obrigado.


Esse e muitos outros vídeos, você também encontra em nosso canal no Dailymotion.