A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)



Uma homenagem às manifestações pacíficas da cidadania brasileira. Inspirada na conhecida música do Poetinha e num cartaz exposto por manifestantes: "Era um país, muito engraçado/não tinha escola/só tinha estádio./ Ninguém podia/protestar não/por que a polícia/ metia a mão".


Antonio Pereira Apon.


Povo protesta no Congresso Nacional.


Era uma gente desencantada

muito omissa, acomodada

Ninguém ousava dizer um não

Tão adestrado ao circo e pão

ninguém sonhava mais auriverde

até o protesto ganhar a rede

A malandragem mandava ali

agora o povo é que manda aqui

Era uma gente desrespeitada

tão insegura, deseducada

Saúde pública não tinha não

Só factoide e embromação

O social na rua e rede

pôs a política contra a parede

ninguém aceita mentira enfim

corrupção pra longe daqui

Já brada o povo com muito esmero

não mais os bobos queremos zelo

pelo país que a muito espero

não sou mais tolo sei o que quero


Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Indico como "Hino das Manifestações"!! Excelente, Antonio!
    Abração da Célia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chega da ladainha da velha política, da cantilena dissonante da corrupção. O povo clama e canta por um Brasil novo, que pode ser, e será! Bem melhor.

      Obrigado, Célia. Um abração.

      Excluir
  2. Meu querido amigo

    Hoje passando para dizer que estou voltando (ainda devagar), mas com muita saudade e agradecendo as palavras de carinho deixadas durante a minha ausência.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Oi Antonio,

    Bom! Muito Bom!
    O amor que sentimos pelo país desperta a criatividade,talvez a oportunidade de desabafar, gritar!
    Já estava em tempo!
    Baijos, amigo!

    ResponderExcluir
  4. Oi, querido Antônio!

    Como você é inteligente, mesmo!

    Esta canção se adequa, se adapta na perfeição ao poema, que de forma graciosa e determinada, você escreveu.

    PARABÉNS! SIM À MUDANÇA PACÍFICA E CONCIENTE DESSE GIGANTE!

    Boa semana.

    Um abração da Luz.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Aprendizado. Reflexões de aniversário

Precisa de tinta para escanear?

Tempo sem pressa, sem preço

Meu partido é o Brasil. E o seu?