Inclusão e acessibilidade para os cegos - A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!



Clique para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

 

                    Inclusão e acessibilidade para os cegos              

     

Os avanços da informática, podem propiciar uma fantástica inclusão aos deficientes visuais. Para tanto, além de um computador, é necessário um software leitor de telas que "lê" para o usuário o que aparece no monitor.

Um banco privado, fornece a seus clientes cegos (sem custos extras), um desses programas, que além do seu home banking, permite aos DVs acessarem as inúmeras páginas da WEB e outros recursos computacionais com grande autonomia.

Enquanto isso, desde 2008, temos solicitado do Banco do Brasil, que também disponibilize aos seus clientes com tal necessidade, uma dessas ferramentas de inclusão (Lembrando que quando o Governo da Bahia, impôs aos servidores e aposentados do Estado, a migração para o BB. O Banco anunciou que manteria todas as vantagens oferecidas pelo Bradesco).

Em novembro de 2009, através da Rádio Metrópole, fomos contatados pela assessoria de imprensa e a superintendência do BB, informando-nos que estariam realizando uma licitação para fornecimento do aplicativo.

Passados doze meses, continuamos esperando. Como igualmente esperamos políticas sérias de inclusão para todos os cidadãos desse país

Uma pequenina fração dos lucros sempre crescentes, ou uma diminuta parcela da verba publicitária dessa instituição bancária, pode proporcionar acessibilidade, fazendo uma enorme diferença para quem perdeu a visão.

Hoje no mercado, existem dois programas apropriados: O Brasileiro Virtual Vision (fornecido aos DVs, pelo Bradesco) e O Jaws que vem apresentando uma evolução mais rápida e satisfatória. Ainda em desenvolvimento, temos o Nvda que promete ser uma boa opção para o futuro.

Ainda em termos de inclusão e acessibilidade, adicionando agora a mobilidade, temos o Talks, leitor de telas para celulares, que permite ao cego: navegar na internet, ler e escrever textos, enviar e receber SMS, acessar agenda e contatos, GPS falado... ... ...

   
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...