Acróstico da Mulher - A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!



Clique para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site.

Você já conhece nosso App? Clique aqui para saber mais. Ou na animação a seguir, para baixar e instalar em seu Android..


Tudo cabe no seu App. Bom dia! Clique para baixar e instalar.

quarta-feira, 7 de março de 2018

 

                    Acróstico da Mulher              

     

08 de março, é o dia dedicado a lembrar os 365 dias da Mulher. Não esqueça!


Antonio Pereira Apon.


Rosa vermelha.


Desastrado o desatino machista,

imaginar-se dela o dono,

anacrônica possessão.


Inspiradora essência,

nascida faz nascer;

tesouro transformador,

encanto em forma de gente,

reluzente em seu ser;

natureza nela explícita,

amor a transbordar.

legado do Criador.


dedicada e delicada, bela e fera;

artífice de novos tempos.


Mulher que faz acontecer,

unindo competência e bem fazer,

levando ternura ao dia-a-dia;

habilitando o sentir,

elegendo o discernir,

realizando seu melhor



Dia internacional da mulher.

08 de março. 1975, foi designado pela ONU como o Ano da Mulher e, em dezembro de 1977, o Dia Internacional da Mulher foi adotado pelas Nações Unidas, para lembrar as conquistas femininas.


Postado aqui em 05 de março de 2013.




Mãe Terra.


Leia abaixo alguns de nossos escritos tendo a mulher como tema:



Show de imagens.




   
 
 

20 comentários:

  1. Boa noite Antonio!
    Quantas escritas lindas!!! que blog gostoso de ler... amei o Acróstico da Mulher. Você como sempre muito inspirado, belas poesias amigo!

    Sucesso e + Sucesso!! é tudo que te desejo.

    Forte abraço. Fica com Deus.

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, Antonio. Lindo acróstico feito para lembrar que, a mulher é especial em todos os dias do ano, com sua força, garra, sabedoria e sensibilidade!
    Beijos na alma e paz!
    Tenha um excelente dia!

    ResponderExcluir
  3. Antonio,muito lindo e sensivel seu acróstico!Obrigada pela beleza de homenagem!bjs,

    ResponderExcluir
  4. Olá, Antônio!

    Lindo tudo o que você escreve.
    O acróstico está muito bem feito e idealizado.

    Sou contra e não celebro o dia da mulher, porque é pura discriminação.

    Eu/nós quero/emos todos os dias do ano, em conjunto, em comunhão com o homem, só e apenas, isso.

    Bom fim de semana.
    Abraços da Luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por onde anda a LUZ, que não mais iluminou por aqui? Foi pro céu?

      Excluir
  5. Un bonito poema hecho con cariño.
    Que pases buen día.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Apon, acróstico encantador! Penso que uma das qualidades que tem se esvaído das mulheres é a ternura...agradeço a mensagem que deixou em meu espaço. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Um poema que identifica a vida de uma mulher batalhadora, criadora, competente e afetiva. Obrigada, pela minha porção mulher.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem todos os poemas seriam suficientes para reverenciar a mulher.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  8. Respostas
    1. Parabéns para todas as mulheres!

      Um abraço. Bom fim de semana para ti também.

      Excluir
  9. Olá, Tonico!

    Gosto de acrósticos, mas não sei fazer. É muita "matemática" para meu pobre cérebro (rs).

    Mulher é bela e fera, como tu escreveste e tem em sua essência a arte de "complicar". Já tinhas notado? Tem virtudes únicas, como ser mãe, amante, amiga, companheira, mas... nada a fazer. A amas, não é?

    O homem também tem virtudes e defeitos, mas cada género com suas características.

    Gostei muito do teu poema, bem estruturado, na "mouche" e certinho.

    Li uma pergunta tua ali, quanto à LUZ. Pois é verdade! Que será feito dela e por onde andará (rs)? No céu, não julgue que esteja, mas Ausente dele, creio sim.

    Sou contra o Dia Internacional da Mulher (olha, a LUZ também era), devido ao aproveitamento e discriminação, que esse dia propicia. Os dias, todos, são do homem e da mulher.

    Abracinho, bem feminino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se estiver ausente do céu, a bichinha pode ter ido parar no inferno... Que horror! Rs rs rs...

      As datas comemorativas não significam nada. São apenas um lembrete para não esquecermos, daquilo e de quem devemos lembrar todos os dias.

      https://www.youtube.com/watch?v=jUATeQx1gSo

      Um abraço dos 365 dias do ser humano.

      Excluir
  10. Essa história de céu, purgatório e inferno é coisa fabricada e instalada por alguém na mente de cada um.

    Ah, o brasileiro tem jeitinho, tem, sim! A bichinha, como carinhosamente tu escreveste está na terra e em Portugal.

    Estou de acordo. Devemos amar a mulher, o pai, a mãe, o professor, s poesia todos os dias.

    O vídeo é tão mignon! Olha, Tonico, hoje é sábado, você já se está embelezando, suponho, e amanhã é domingo (rs).
    Bom para as crianças, essa forma de aprender.

    Abracito molhado e gelado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Céu, inferno e purgatório eu sei que não existem. Mas, que o calor aqui é infernal... Isso é! Rs rs rs...

      https://www.youtube.com/watch?v=mzJbS4lOKOQ

      Esse vídeo só aumentou o calor. Ninguém merece! Rs rs rs...

      Um abraço super calorento.

      Excluir
  11. Ó menino, cadê os comentários que deixei nesse post e no outro? Todo in love, não tempo pra gente (rs).

    ResponderExcluir
  12. Antonio!
    Que linda homenagem para nós mulheres, através de doces palavras impressas no acróstico, obrigada.
    Bom dommingo!
    “Os lírios não bastam. As leis não nascem das flores. Meu nome é luta, e escreve-se na história.” (Luciana Maria Tico-tico)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/03/divulgacao-cultural-30-26-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As mulheres merecem todas as homenagens, as doces palavras, acrósticos, toda a poesia e muito mais.

      http://m.aponarte.com.br/jpg/ROSE5.JPG

      Todo dia é dia da mulher. Meus parabéns!

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.



Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...