Você e o tempo (com mp3)              

em domingo, 21 de maio de 2017



... a lua veio, só não veio você; apareceu a saudade, o silêncio apareceu, só não apareceu...


Você e o tempo (mp3)
Antonio Pereira Apon.


Lua.


Debruçado

na janela do tempo

esperei por você.

Passaram os minutos,

as horas passaram,

passou o dia,

só você não passou;

passou a manhã,

a tarde passou,

chegou a noite,

só você não chegou;

se foi o sol,

o calor do dia se foi,

vieram as estrelas,

a lua veio,

só não veio você;

apareceu a saudade,

o silêncio apareceu,

só não apareceu você...



Postado aqui em 23 de setembro de 2010.




10 comentários:

  1. Meu amigo

    Mais um belo poema que adorei ler.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Meu primeiro comentário... Provavelmente não vai se lembrar da pessoa que fica caçando o poema "A Pedra" para fazer justiça e dar o devido crédito. Mas isso não importa.
    "Você e O Tempo" – esse tempo, hoje, tão meu. E essa poesia... faço minha hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem disse que não lembro? Tenho em grande estima vocês que me ajudam nessa empreitada para resgatar o poema: A pedra. Amigos, sejam presenciais ou virtuais são sempre bem vindos e jamais esquecidos.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir
  3. A espera pelo ser amado... A sofrida espera que não deixa ver a passagem do dia que trouxe a beleza do sol, o encanto da lua, a doçura das estrelas... E nada disto foi visto, sentido, porque o olhar estava fixo apenas na figura do ser amado... E tristemente assim se fez a poesia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Capricho do coração. Tornar todo o resto invisível sob as lentes do amor.

      Um abração e uma boa semana.

      Excluir
  4. Que longa é essa espera... Que esse toque de campainha traga esse grande amor...
    Poema envolvente! Obrigada, pelo momento.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A atemporalidade da espera do sentir que pulsa alheio aos calendários e relógios.

      Um abraço.

      Excluir
  5. Li, ouvi, senti a poesia de cada verso desse lindo poema, o tempo, ah, parece que não passa, não muda o sentimento puro e verdadeiro do grande amor!
    Abraços apertados querido amigo poeta Antonio!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..








Topo