Pobre rico - A arte da vida. Apon HP

Bom estar com você aqui no A ARTE DA VIDA. APON HP!


Dê um toque. Leia um escrito especialmente sorteado para você. Clique na figura abaixo.
Clique aqui, para ler um texto aleatoriamente selecionado pelo sistema.

Pobre rico

Publicado em domingo, 21 de agosto de 2016



... a vida apreça; sobrevive para a lida, não lida pra sobreviver. Perde a saúde e só no ataúde consegue perceber...

Antonio Pereira Apon.


Muito dinheiro.

Enriquece o bolso,

empobrece a alma.

Perde a calma

somatizando a pressa:

Stress, enfarto e depressão,

câncer, AVC e piripaque,

ataque do coração.

Neurose, psicose, hipocondria.

TOC, siricutico, úlcera e alergia.

Diabetes, hipertensão e impotência;

infertilidade, vício, demência...

Locomotiva louca,

esse ter sem ser,

quem a vida apreça;

sobrevive para a lida,

não lida pra sobreviver.

Perde a saúde

e só no ataúde

consegue perceber:

A “Inês é morta”.

E aquilo que importa…

Ficou por fazer.



2 comentários:

  1. Olá, Apon! Seu poema me lembrou a múscia "O pulso ainda pulsa", dos Titãs, rsrs.
    Falando sério, temo muito pela situação da saúde em nosso país, porque se em serviço conveniado já está bem difícil e precário o atendimento, imagino o de quem depende das filas imensas e hospitais lotados do Sus! Segurança e saúde precisam estar no topo da lista de prioridades do Brasil! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos melhorar tudo nesse país. Tem-se que ter vontade para fazer. É possível, como foi mostrado nas olimpíadas.

      Um abração.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.




Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Rosa da amizade/Afeto enviada pela CÉU.


Troféu rosa da amizade/Afeto.


Rosa da amizade/Afeto do Poetizando e encantando da Professora Lourdes..




Follow
View My Stats

DMCA.com Protection Status


@INSTAGRAM