Desperte! Seja feliz! - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

sábado, 28 de julho de 2018

 

                    Desperte! Seja feliz!              

     

... O comportamento equilibrado e construtivo, possibilitando a harmonização do conjunto corpo/espírito, é a chave, a senha para acessarmos a busca de uma felicidade real. Sem esquecer...


Antonio Pereira Apon.


Jovem de braços abertos em um campo repleto de girassóis olha para o alto como agradecendo a Deus por  tanta beleza.


No blog Filosofando na vida, a professora Lourdes nos convida a escrever uma frase, verso, poesia, pensamento, mensagem… Sobre uma imagem postada a cada fim de semana. Acima, a imagem sugerida. Abaixo, a minha quadragésima sexta participação nessa “brincadeira” intitulada: Poetizando e encantando.


Selo de participação no Poetizando e encantando.

Nessa edição, resolvi usar essa minha postagem do dia 22 passado e que é a sinopse da palestra que faço hoje, dia 28, no Grupo Fraterno Espírita Irmão Albino. Achei que essa imagem casou bem com o tema, a busca da felicidade por meio do equilíbrio, integração com Deus, a vida e os outros.


Despertar é algo mais que simplesmente acordar. Abrindo os olhos pela manhã, estamos conceitualmente acordados. Mas, estamos despertos? Prontos para nos assenhorearmos do dia, da vida e de todas as possibilidades e potencialidades que se apresentam diante de nós? A poética letra do nosso hino nacional diz: “Deitado eternamente em berço esplêndido, Ao som do mar e à luz do céu profundo”… Assim, muitos tomam a metáfora, a simbologia ao pé da letra, intentando vivenciar a fantasia da acomodação e da inércia contínua, aguardando favores dos outros ou caídos do céu. Almejam uma felicidade quimérica, mágica, que nasça por geração espontânea, fruto de dadivosa inação.


Há quem confunda, felicidade, com a satisfação de seus anseios: O avarento e sua fortuna, o ladrão e o fruto de seu roubo, o drogado e seu vício, o violento, o tirano, o sociopata, o pervertido… Todos esses e tantos outros iludidos, enxergam felicidade nesse seu “contentamento descontente”, contrariando Camões, agendando feridas doloridas e sentidas, dores que vão desatinar de tanto doer. Pois, segundo Lacan, " O desejo é sempre o desejo de um outro desejo que vive de sua insatisfação".


Mas, o que é mesmo essa tal felicidade? No livro “Desperte e seja feliz”, através da psicografia de Divaldo Franco, Joana de Ângelis, nos convida a refletir sobre o comportamento humano em relação à felicidade, asseverando que, só alcançaremos o ideal de felicidade, quando o ser interior, os valores do espírito estiverem no comando, tornando o indivíduo mais gentil e nobre, equilibrado e sem afetação; mente capaz de captar o psiquismo superior, o interiorizando, vitalizando o organismo e produzindo pleno bem-estar. Do contrário, entorpecido pela psicosfera tóxica das materialidades, se consome em perturbações desnecessárias.


A autora, falando de Deus, diz: “O universo está mergulhado no Pensamento Cósmico, do qual se originou e de que se nutre”. Assim, exorta-nos a nos deixarmos inundar por essa força superior, da qual em essência, somos parte e que com a qual devemos sintonizar a mente, para que se produza a harmonia almejada.


O comportamento de cada um, é a exteriorização de sua paisagem mental. Quem tarda na faixa do atraso evolutivo, mostra-se: Agressivo e imediatista, egoísta e perturbado. Transformado pela educação e a vivência, a conscientização e as dores. O ser desperto para o inadiável das melhoras, situa-se no caminho de mais elevados ideais.


“Mens sana in corpore sano” (Uma mente sã num corpo são), famosa máxima latina, extraída da Sátira X do poeta romano Juvenal. A frase é citada como parte da resposta do autor à questão sobre o que as pessoas deveriam desejar na vida. E Joana nos diz que “a interação mente-corpo, espírito-matéria é inalienável”. O corpo dá notícias do que vai na mente da criatura, somatizando seus desequilíbrios e desatinos. Por outro lado, a mentalização elevada produz uma reação salutar, permitindo processos celulares saudáveis e favorecendo que o cérebro desempenhe a contento suas funções físicas e psíquicas, produzir substâncias essenciais para o equilíbrio geral...


O comportamento equilibrado e construtivo, possibilitando a harmonização do conjunto corpo/espírito, é a chave, a senha para acessarmos a busca de uma felicidade real. Sem esquecer a assertiva de André Luís: “não existem doenças e sim doentes.”. Lembrando que somos partes de um grande todo chamado humanidade e que a minha, a sua felicidade e a dos outros estão entrelaçadas, interagindo, reagindo. Portanto. Desperte! E seja feliz!





Nossas participações no "Poetizando e encantando":


   
 
 

40 comentários:

  1. Gostei muito da leitura, António.
    As escolas deviam ensinar os indivíduos a serem felizes,
    porque há muita falta de formação neste aspeto essencial da vida.
    Uma semana de muito sucesso e feliz.
    Abraço.
    ~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. As escolas tem fornecido um cardápio de inutilidades, que não servem à vida, nem trazem felicidade.

      Um abraço e uma boa semana

      Excluir
  2. Olá, meu querido amigo!

    Hoje, me custou tanto a acordar! Era, seria tão bom continuar dormindo, dando ao organismo o nº de horas necessárias para despertar para as coisas boas e bonitas da vida, mas as obrigações me chamavam. Que fazer, então, nesse caso?

    Li teu texto, mto bem escrito e citando autores bem vistos na "nossa praça" e com os quais nem sempre estou de acordo, mas tenho de dizer k "qdo a cabeça não tem juízo, o corpo é k paga". Aqui, cabeça, mente pode ter equivalência a espírito "físico", conceito de k tu falas mto e mtos falam, tb, mas eu não sei o k é o espírito e nem sei mesmo se ele existe. Sei k possuo uma consciência, que me faz aceitar o bem e não o mal.

    Teoricamente, o teu texto está five étoiles (5 estrelas), mto bom, quero dizer e está excelente para ser dito, em jeito de Oratória, às massas, contudo pergunto eu se quem diz coisas desse género, é de facto feliz e se já despertou ou julga k já despertou. Já?

    Os médicos nos aconselham a não fazer isso e mais aquilo: não comer em excesso, evitar gorduras, não fumar, não beber álcool, etc. mas mtos deles fazem precisamente aquilo k mandam seus pacientes não fazer. Eu sei k eles têm consciência disso, mas se escondem por detrás da sua posição social. Os psiquiatras e os psicólogos são aqueles k mais problemas têm de ordem mental. Não conseguem arrumar "a casa deles", qto mais a dos outros.

    Contudo, acho k mesmo quem não consegue "arrumar a sua casa interna", tem todo o direito de colocar os dados na mesa e juntos pensarem todos, tentando encontrar soluções para problemas, graves ou não. A união faz a força, se diz!

    Qto ao vídeo, enfim, "A beautiful day to remember". Nem sempre é um dia maravilhoso para recordar, para lembrar, pke mtos casais estão juntos pke um deles não tem casa para onde ir, caso se separem, por acomodação e por muitos outros fatores. O fator principal já não existe faz tempo: AMOR.

    "Não há doenças, há doentes". Bem, aqui discordo, pke qdo as nossas células seguem por "corredores" errados, surge, por exemplo, o cancro, mas ainda não se sabe o porquê desse acontecimento. Quantas pessoas estão de bem com a vida, a todos os níveis, e surge, inexplicavelmente uma doença. E quantas vivem em situação precária, com dificuldades económicas e não têm doença nenhuma? Conheço pessoas, k afirmam: tenho 80 anos, sempre fumei, bebi e nunca fui a uma consulta médica, nem estive doente. Então, o espírito delas despertou bem cedinho e são felizes. É isso?

    Se a parte psicológica estiver satisfatória, naturalmente, o corpo só terá vantagens, mas não pode haver nesse assunto e noutros, regras, chapa 3, como aqui se diz, pke haverá sempre exceções.

    O vídeo tem apenas uma imagem com duas mãos, a de um homem e a de uma mulher, no dia do casamento, ambos aliançados. No Brasil, "isso" (as alianças) é uma praga -rs ou será uma obrigação só para k a sociedade veja? Ainda não entendi, pke usam as pessoas "anilhas", como os pombos, por exemplo -rs. O amor reside no coração, no olhar, na atenção, na predisposição, na ternura e na doação.

    Eu vou despertando, sempre k o "negócio" me interesse e vou sendo feliz, nessa vida que eu escolhi.

    Beijinho, menino!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acordar e despertar é preciso, as obrigações fazem parte do nosso aprendizado, crescimento como cidadãos do mundo, engrenagens da máquina social em que vivemos. Conseguir administrar o tempo para contemplar as belezas da vida e carregar os fardos dos compromissos, faz parte da maturidade do ser.

      Discordar também é aprendizado. De forma bem simplificada, podemos dizer que mente e espírito se equivalem, são a essência pensante, essa tal consciência que nos permite as escolhas, boas ou más.

      Estamos buscando a felicidade, temos indícios de seus caminhos e procuramos passar para os outros esse "mapa", ainda que não tenhamos alcançado o fim. Estamos no caminho, convidando outros a caminharem.

      Cada um tem o livre arbítrio de usar ou não o conhecimento adquirido. Não vamos errar porque outros erram, vamos buscar para nós o certo, e se possível, fazer-mo-nos exemplos da mudança para o melhor sempre.

      Já o vídeo, só me preocupei com a música. Gostei do arranjo. Enquanto encontros e desencontros, fazem parte do que é feito do amor.

      Todas as doenças começam na mente/espírito, que com suas distonias, fragilizam o corpo, baixam a imunidade, interferem nos processos celulares. Assim, minamos as defesas do organismo, debilitando-o diante das agressões externas que nos adoecem. E só estou falando do campo físico, não estou enveredando pelas questões espirituais, que você, ainda, não acredita. Assim, não posso responder às suas questões sobre o diverso desiderato de cada um, pois essas respostas, como diria Jesus Cristo: "Não são desse mundo", não estão na dimensão material, na qual vivemos.

      Não existe uma receita de felicidade, não há panaceia miraculosa, buscarmos estar bem, em paz com nós mesmos e com os outros, já é meio caminho andado. Viver equilibrada e conscientemente, independente de crermos ou não num Deus, mas, acreditando na vida e em nós mesmos.

      Essa resposta mais parece uma nova postagem. Rs rs rs...

      Beijinho com abracinho, menina.

      Excluir
  3. Querido amigo Antonio, muito bom te ler, a felicidade é a busca constante de todos, mas nem todos a alcançam, corpo/mente precisam estar em perfeita harmonia, pois já está comprovado que quando pensamos logo sentimos os efeitos do pensamento, daí é que entra a imunidade física, muitos a tem em baixa.
    Alegria também já foi comprovado que faz parte do nosso cérebro, a temos de forma física, então, lendo por aqui a sua ótima postagem, e também li o comentário da Céu, li sua resposta à ela, gosto demais disso, ler os pensamentos das pessoas que as definem em parte, muito bom isso!
    Amo poder ser eu mesma, muitos pensam que ao escrever sobre alegria, felicidade, estamos achando tudo muito simples e fácil, mas não, a vida é mesmo um sobe e desce e preservar a saúde física e mental é sempre o melhor caminho!
    Viver cada dia ao seu dia e poder desfrutar do que vem, nos dá a imunidade para enfrentar os dias não tão favoráveis, eis a Vida, é assim!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidade é um exercício, uma construção, uma conquista; é um estado de espírito do ser em equilíbrio, estar em paz consigo mesmo, com os outros, com a vida. Fácil, até pode não ser. Mas, é plenamente possível. É preciso querer e fazer acontecer.

      Um abraço e muita felicidade.

      Excluir
  4. Amigo, você sempre nos surpreendendo com suas maravilhosas participações. O tema de hoje é muito significativo e sábio, com grades lições.O comportamento equilibrado e construtivo, possibilitando a harmonização do conjunto corpo/espírito, é a chave, a senha para acessarmos a busca de uma felicidade real. Sem esquecer a assertiva de André Luís: “não existem doenças e sim doentes.”. Suas sábias palavras complementada com pensamentos de grande escritores e pessoas sábias só acrescentam grande lições e exemplos de vida. Muito marcante isto que escreveu amigo

    O comportamento de cada um, é a exteriorização de sua paisagem mental. Quem tarda na faixa do atraso evolutivo, mostra-se: Agressivo e imediatista, egoísta e perturbado. Transformado pela educação e a vivência, a conscientização e as dores. O ser desperto para o inadiável das melhoras, situa-se no caminho de mais elevados ideais.Parabéns!Obrigada por mais uma vez participar, seja sempre bem vindo! Abraços, seja muito feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada um é autor e protagonista de sua felicidade ou infelicidade. O bom ou mal comportamento ante a vida é que vai dizer.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  5. Gostei muito do seu texto António, precisamente do sentido de haver tanta necessidade de cuidarmos uns dos outros por fazermos parte do grande todo que é a humanidade, e que quando um elo está "doente" física ou espiritualmente, isso afeta o conjunto ! pessoalmente sinto que me afeta fisicamente o facto de deixar de parte o lado espiritual, sinto muito isso ! serão as outras pessoas iguais, ou não se apercebem, ou sentem-se inseguras, e sempre insatisfeitas ?!
    o lado material tem limites, e a mente pede proximidade dos outros, entendimento das belezas do mundo, enfim valores que permitem que a humanidade continue na sua rota, sem sacrifícios das gerações futuras,
    é isso que entendo no seu texto António,
    passe um dia feliz :)

    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A felicidade e a infelicidade de cada um, interage com as do outro. Equilibrar corpo e alma, espírito e matéria. "Fazer aos outros o que queremos que nos façam". Buscar e construir verdadeiramente a felicidade.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  6. O comportamento equilibrado e construtivo, possibilitando a harmonização do conjunto... grande verdade amigo! Muitas vezes a doença existe, ou seja inicia na mente. O poder da mente é muito grande e o desequilíbrio gera desorde no corpo e na mente. Todos estamos em evolução, em aprendizagem mas como sabiamente escreveste temos que ter equilíbrio. Parabéns pela linda e sábia participação. Abraços, seja muito feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mente é um gerador de positividades ou negatividades, o equilíbrio e a espiritualização vão dar o tom de quem somos.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  7. Deliciei-me a ler. Dá gosto ler quem escreve bem. Sem dúvida uma maravilhosa participação.
    .
    * Toco as pétalas do malmequer num abraço de liberdade ( P. e Encantando ) *
    .
    Deixando um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos instrumentos da vida, que através da inspiração, vai rascunhando coisas do viver.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  8. https://poemasdaminhalma.blogspot.com/
    Olá, António!
    Belíssimo texto e maravilhosa mensagem. Gostei muito.
    Um abraço e tenho um ótimo Domingo.
    Luisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida, através da inspiração, dita mensagens de positividades por meio da arte do escrever.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  9. Boa noite, amigo Antônio!
    A cor dar é outro movimento do ritual nosso de cada dia.
    Nem sempre acordamos mesmo estando levantados...
    A simbologia do girassol é perfeita para exemplificar este movimento do nosso coração.
    que a Luz de Cristo seja a nossa luz!
    Tenha um fim de semana feliz e abençoado junto aos seus!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas que acordar, é preciso despertar e assumir a autoria do viver, receber do alto as energias de paz. E de dentro, extrair positividades. Fazer sempre o nosso melhor e como as flores, embelezar, colorir, perfumar os caminhos na busca da real felicidade.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  10. Bom dia caro amigo, Antonio, quem dera poder asistir ao vivo sua palestra, se lendo ja me fez umbem enorme, imagine ouvindo!!
    È preciso lapidar o interior para acordar e desenvolver um viver equilibrado.
    Grata pela partilha de tão rico e edificante texto.
    Bom domingo!
    Paz e Bem!
    ABraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Mas, quem de nós, ainda não precisa de lapidação, de um burilamento, somos pedras brutas, destinadas a serem caras e resplandecentes jóias. Contudo, até lá...

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  11. Apreciei a leitura e os comentários.
    Bom Domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seguimos tentando prosear, poetizar e encantar. Obrigado.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  12. Olá Antônio
    Seu tão edificante e profundo nos faz refletir sobre o real conceito de felicidade. E à medida que vamos lendo vamos interiorizando suas palavras e fazendo uma analogia com as nossas convicções até nos apercebermos que a felicidade é um estado de espírito é unilateral, cada um a sente de acordo com seu estado emocional. Brilhante o teu texto. Parabéns
    Um abraço e um ótimo domingo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não existe receita pronta nem panaceia miraculosa, felicidade é uma construção/conquista de cada ser, um estado de alma que não dá para improvisar, fingir...

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  13. Olá amigo hoje nas leituras por aqui, chego neste belo texto bem reeditado para falar desta tal felicidade, que todos buscam sem saber, que ela está tão perto e imperceptível. Saber Acordar é uma arte para passos para esta felicidade, mas é preciso acordar de dentro do nosso mais intimo interior, extirpando todos os pensamentos ruins e nocivos para trilhar os caminhos da felicidade. Muito bom amigo e foi feliz na reedição.
    Uma semana de bons momentos com paz e alegria no coração.
    Meu abraço de paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acordar o nosso ser, o homem interior, que dormita, entorpecido de ilusões. Só assim encontraremos essa tal felicidade, que como bem dizes, está perto. Pertinho mesmo! Dentro de cada um que se digna verdadeiramente a encontrá-la.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  14. Foi uma palestra de grande alcanse significativo e que está bem adaptada
    ao espírito deste 'post'...
    Grata pela leitura, António.
    Abraço grande.
    ~~~
    ~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos procurando transmitir positividades, um pouquinho do pouco que aprendemos até aqui. Falta tanto a aprender...

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  15. Amei seu texto! Muitas vezes procuramos a felicidade no exterior, quando na verdade, ela se encontra no nosso interior. Sempre ao acordar, mentalizo que o dia vai ser produtivo, feliz e tento pensar em coisas positivas, pois o que vier de negativo, encontrará uma barreira forte, o otimismo e tem dado certo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso, a felicidade está dentro de cada ser, não adianta procurar fora. Autoconhecimento, equilíbrio, espiritualização, consciência e algumas outras coisitas, nos permitem encontrá-la tão pertinho de nós.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  16. Boa noite Antonio! Parabéns pela sua participação. A felicidade é um estado de espírito, cabe a nós vivência-la.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivenciar verdadeiramente a felicidade, é aprendizado, construção e conquista; é a plenitude da poesia do ser.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  17. Posso imaginar o encantamento da plateia ao ouvir essa sua oratória tão profícua e reflexiva. Parabéns pelo texto tão bem argumentado
    Beijokinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Encantadora se torna a vida, quando descobrimos a essência da real felicidade.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  18. Belíssima participação, Antônio
    Deixo aqui os meus aplausos.
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidade, positividades sempre e para todos.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  19. Antonio!
    A inspiração foi tanta que o empolgou, deu para notar em suas palavras de encantamento. Felicidade é uma busca diária e constante, é estar aqui para ler ser versos.
    Parabéns!
    “A força não provém da capacidade física. Provém de uma vontade indomável.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/08/divulgacao-cultural-101-46-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felicidade é essa busca incessante, essa construção constante, conquista...

      Obrigado por tão gentil comentário.

      Um abraço e bom fim de semana.

      Excluir
  20. Todos os dias são especiais, mas tem alguns que fazem os nossos olhos brilharem mais e estes nos deixam com a alma e o coração poético!
    Será que amanhã, será mais um desses dias! Então vamos Poetizar e encantar, amanhã e no decorrer da semana vindoura.
    Passando mais uma vez com o convite e dizendo que sua participação sempre foi importante e cada vez mais nos encanta com seu lindo poetar.
    Postarei no horário da manhã, espero você para mais um POERIZANDO E ENCANTANDO, que está com imagens que nos inspiram poesia.
    Feliz e abençoado fim de semana.
    Amiga Lourdes Duarte

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...