Aqui dentro e lá fora - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Conversa

Numa conversa , o viver versa, proseia, a vivência se dá a conhecer. hÁ tanto tempo te conheço e tanto te desconhecia... Só agora compree...

Aqui dentro e lá fora

Publicado em domingo, 11 de abril de 2021


Pássaro entre flores. #PraCegoVer

Deixa a tempestade lá fora,
no coração da gente só mora,
a paz, se a gente faz.
toda intempérie passa,
se demora o que se abraça,
deixa fazer parte de nós.
Acumular reclamação e queixa,
o espírito avexa,
desarranja solução.
Vida não aguarda, nem se guarda!
Exige continuada ação.
Quem ao passado se apega,
a si o presente sonega,
o sonho posterga, sabota o futuro, a realização.
A paz não se improvisa,
ela só se realiza,
em quem tem paz pra paz se dar.
A depressão complica,
a ansiedade implica.
E não vem de fora o remédio pra curar.
Quem na vida desarvora,
desperdiça a boa hora,
um dia bom pra se arvorar.
Plantar a paz na alma,
colher a flor da calma,
para viver melhor o sentir, sentir melhor o pensar.
Deixa a tempestade lá fora,
no coração da gente só mora,
a paz, se a gente faz.


Se ainda não se inscreveu, inscreva-se em nosso canal, clique no sininho para escolher receber nossas notificações, ser avisado(a) dos vídeos novos. E não esqueça de dar seus likes. Conto com você! Obrigado.


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


10 comentários:

  1. Um poema magistral que me deixou fascinada! Parabéns!
    -
    Quando a beleza sobressai num só olhar ...
    -
    Beijos, e um excelente fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Querido Tonico,

    Que poema doce! Me deixou "sedada" -rs rs rs.
    Não importa o que se passa lá fora, a turbulência, mas a paz que existe em nosso coração.

    E passarinho, como de costume, já levei. Eu amo o belo.

    Beijos e um abracinho de paz interior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos aprender com os passarinhos, preservar a paz em nosso ninho, independente de qualquer intempérie exterior. Tem gente que se deixa contaminar pelas tempestades do viver, permite que as tormentas tomem conta de si; se atormentam e atormentam os outros, depois, reclamam da vida, de Deus, da sorte...

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  3. Belo texto de sua poesia. Entradas interessantes com fotos e vídeos de lindos pássaros.
    Saudações da Indonésia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paz interior é a verdadeira paz, a que precisamos aninhar no peito, independente das intempéries lá de fora. Obrigado por sua visita e comentário.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  4. Também sou da sua opinião, António.
    Há que perservar a paz interior e íntima por maior que seja o caos.
    Belo poema pertinente nos dias que correm.
    Abraço, amigo. 🤍🍀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz de verdade, é aquela que cultivamos dentro de nós, no jardim da alma. Se a deixamos florescer, enfrentamos qualquer tormenta.

      https://youtu.be/8VgjCOvCNOc

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  5. Acumular reclamação e queixa,
    o espírito avexa,
    desarranja solução.

    Olá, amigo Antonio!
    Perfeitos versos!
    A paz que só o Mestre põe nos conceder.
    Que seus dias sejam abençoados!
    Abraços fraternos

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM