Vida de gado, ruminada sina - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Caetano; a sina, o verbo - 80 anos de Caetano Veloso, uma homenagem

Na “Sina” era o verbo e o verbo se fez caetanear; colocou o quereres no trem das cores, alegria, alegria! Para além dos podres poderes,...

Vida de gado, ruminada sina

Publicado em segunda-feira, 18 de outubro de 2021


Gado, uma caveira de boi sobre um tabuleiro de xadrez. #PraCegoVer

Ruminando a sina feito gado;
quem entra pro rebanho,
toado, tocado no efeito manada;
marcado, apercebe tudo,
não percebe nada.
Só ouviu dizer,
seu chefe mandou fazer:
Pra que pensar?
Pra que querer?
Se um só querer, nos quer o querer.
Questionar?
Pra que?
Um manda, o outro obedece,
prevalece o prevalecer-se;
da ignorância obediente,
da estupidez condescendente,
da distopia,
da mais valia do conveniente.
Carpindo seu destino,
desatinado desatino,
penitente procissão;
vagando do nada pra lugar nenhum;
redundante abatedouro da ilusão.
Desilusão.


Se ainda não se inscreveu, inscreva-se em nosso canal, clique no sininho para escolher receber nossas notificações, ser avisado(a) dos vídeos novos. E não esqueça de dar seus likes. Conto com você! Obrigado.


Antonio Pereira Apon.

Siga-nos

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:


18 comentários:


  1. Belo poema ... exemplar declamação do dito.
    .
    Uma semana feliz … Beijo e/ou abraço
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  2. Boa noite de paz, amigo Antonio!
    Vida de gado... Povo marcado...
    Foi logo a música que me veio à mente.
    Estupidez conveniente...
    Destinado desativou...
    Abatedouro da ilusão...
    Suas linguagens figurativas são espetaculares.
    Somos um povo marcado como gado... Caminhando para o matadouro...
    Tenha dias abençoados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, muitos ainda se prestam a gado ideológico, seguindo a esse ou aquele senhor, abdicando da capacidade de pensar e sentir; seguem sorrindo para o matadouro, festejando a própria desdita.
      Mas um dia as coisas mudam.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  3. Showww seu poema, Antonio!!! Te ouvir declamando, fica ainda mais lindo!
    Um poema pra se refletir, a aprender a observar, pensar, não se deixar virar "gado", massa de manobra de ideologia, nem de político algum, que realmente não nos faça real e verdadeiro sentido!
    Boa semana, um abraço
    Valéria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem esquerda nem direita. Gente é gente, gado é gado e ideologia é uma farsa que nos tenta alienar.

      Obrigado por suas gentis palavras.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  4. Olá Antônio
    Lendo seu belo poema fui enveredando pelas sinuosidades desse nosso país onde o povo (gado) segue seus líderes políticos sem questionar fazendo com que seus desmandos se tornem lei.
    É uma obediência cega, descabida
    Parabéns pelo seu excepcional poema
    Um abraço meu amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Terceirizar escolhas é agendar escolhos. Precisamos ser senhores de nossa vida.

      Obrigado pela visita e comentário.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  5. Forte, acutilante, um poema necessário!
    Só a educação pode salvar um povo subserviente,
    com muitas bocas para alimentar...
    Excelente mensagem! Que se espalhe...
    Dias bons, amigo António. Abraço
    ~~~~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fora da educação não há salvação. Só gado desgovernado. Infelizmente, muitos seguem o canto de sereia das farsas ideológicas.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  6. É um desses abatedores que não queremos perto ,Antonio
    Oportuno o poema, em épocas sombrias
    Obrigada das visitas. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só a luz da razão para dissipar as tramas sombrias da ignorância e do negacionismo.

      Obrigado também, por sua visita e comentário.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA �� Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir
  7. Gostei imenso do seu poema, Antonio
    Agradeço a gentil visita.
    Cumprimentos
    Verena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A poesia é cultura, arte, esclarecimento... É preciso versar a cidadania e acordar realidades melhores.

      Recíproco agradecimento por sua visita e comentário.

      Um abraço. Tudo de bom.
      APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM