A arte da vida. Apon HP


Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Clicando na imagem, você lê uma postagem sorteada pelo sistema.



Pensata. Apon HP - Pense nisso...>

Nossos escritos mais recentes:



terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Amar Salvador





2017. 468 anos de Salvador (Homenagem aos 460 anos da Cidade poema de São Salvador da Bahia em 2009). 29 de março de 1549, fundação da Cidade do Salvador.


Antonio Pereira Apon.


Farol da Barra.


Eterna "Cidade da Bahia",

Moreno encanto

Da mais pura magia.

Afro-lusitana,

Cosmopolita,

É essa brasileira

A mais linda baiana.

Natural poesia,

Escrita às margens de "Todos os santos"

Cidade em andares,

Estética em insólita harmonia,

Versos em cantos e recantos,

Soterópolis da Bahia.

Nela.

Basta uma corda,

Para fazer melodia,

Um acorde que acorde os tambores,

Sincréticos, ecléticos,

De todas as cores,

Sagrado e profano,

Confluir de folguedos e louvores,

Erudito e popular.

Mistura de toda mistura,

Síntese de raças e fé,

Faz parte da sua cultura,

Respeito ao evangelho e o axé.

Tão singular em suas pluralidades,

Tão plural em sua singularidade,

Simples e complexa,

Provinciana e universal.

Salvador da Bahia,

Mosaico de céu, terra, gente e mar,

Cidade onde a beleza se explicita,

E nos concita,

A ela amar.



(Postado aqui em 18 de março de 2009).


Show de imagens de Salvador.




Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Compartilhe:

5 comentários:

  1. Olá estimado António,

    Que poeminha mais gostoso e nacionalista!
    Ama sua cidade em todos seus detalhes. Lhe chama mesmo "Mosaico do céu".
    Que viva a beleza da Bahia, sua cidade, e o carinho, que por ela sente.

    Bom fim de semana.
    Abraços de luz.

    PS: O Blog "Singularidades da Histótia" foi removido por nós, eu e o Breno, por falta de tempo. Agradecemos sua participação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luz!

      Salvador é uma cidade magnifica. Anda passando por uma crise de cidadania e cultura, tem sofrido intenso maltrato por parte das autoridades municipais e estaduais. Mas a História costuma sepultar na vala do esquecimento os medíocres e sua nefasta mediocridade. Eles passarão e certamente, Salvador e a Bahia. Ressurgirão das cinzas da incompetência, negligência e descaso. Um dia a gente aprende a votar e elege gestores que amem e respeitem nossa terra e nossa gente.

      Falando em História. É uma pena o fim do: "Singularidades da História". Tinha um grande potencial. Mas de fato, era uma empreitada que exigia muito tempo e dedicação. Eu estou trabalhando num antigo projeto de um site de datas comemorativas. O Hoje é dia de que? (http://hoje.aponarte.com.br). Se propõe a trazer os acontecimentos históricos e outras lembranças relevantes do dia atual e seguinte. Com o tempo, abrirei os comentários, para que os visitantes colaborem acrescendo informações sobre cada data.

      Um abração e bom fim de semana.

      Excluir
  2. Querido Antonio,

    Que beleza!!! Um hino de amor à Bahia tão amada e admirada por todas estas características que em versos você tão bem colocou. Parabéns Antonio. Obrigada!



    PS: Gostei de ter passado no outro blog e saber de todas as datas e em especial a lembrança de mãe Kuan Yin.


    Beijos com carinho e ótimo fim de semana amigo.

    ResponderExcluir
  3. Olá Antônio...
    Linda homenagem a Salvador , Bahia...Parabéns pelo lindo poema...ótimo final de semana!
    Beijos!
    San...

    ResponderExcluir
  4. Oi querido antónio,

    Estive visitando "Hoje é dia de quê?. Úteis informações. Então hoje é dia de Santa Catarina, Dia da Tuberculose. Houve alguma razão para associar o nome da santa à doença?
    António, eu sei, que o poema que está em meu blog e dedicado ao Dia Mundial da Poesia está esgotado, mas estou ficando velha. Estou com preguiça, sabe? Hoje, não há sol aqui, que triste!

    Agradeço seu comentário, sempre bem humorado. S. Salvador ha de voltar a ter o que merece. Deus é justo, né?

    Bom fim de semana.
    Beijos para você e sua filha.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.