Adeus pessoa velha, feliz pessoa nova



... não vou te desejar um feliz ano novo. Não essa mera formalidade, esse autômato ritual para marcar o início de mais um ciclo da Terra...


Antonio Pereira Apon.


Pessoa saudando o alvorecer.


Uma nova folhinha na parede, um calendário novinho na carteira, uma novíssima agenda na mão; promessas e projetos, pipocando feito fogos no réveillon, sonhos e desejos abundantes como bolhinhas de champanhe. Virada de ano, revirando a razão; emoções intentando reinventar o tempo, pactuar com Cronos o improvisar de um novo recomeço, um trocar de "lâmpadas velhas por novas" como nas mil e uma noites de Aladim e Sherazade.


Mas, os trezentos e sessenta e poucos dias que chegam, não são arquétipos miraculosos, capazes, de por si só, patrocinarem mudanças. Novas folhinhas, calendários, agendas ou qualquer artifício de datação, não passará de matéria inerte, brevemente envelhecida, se seguirmos nos acomodando sob "entulhos" existenciais, acumulando "tralhas" comportamentais; tardando, protelando, adiando uma necessária e urgente faxina consciencial.


Não, não vou te desejar um feliz ano novo. Não essa mera formalidade, esse autômato ritual para marcar o início de mais um ciclo da Terra em torno do Sol. Um ano novo, precisa ser bem mais que uma efeméride, que um fenômeno da mecânica geoespacial, geofísica ou algo que o valha. Ano novo é uma construção antropológica: São pessoas que escrevem ou manipulam a História; pessoas fazem a paz ou a guerra, verdades e mentiras são ditas por pessoas e pessoas podem ser corruptas ou honestas. Pessoas fazem arte ou cometem atentados, escolhem ou se omitem; egoístas ou generosos são pessoas, pessoas invejam ou admiram, levantam ou derrubam, socorrem ou desajudam; pessoas...


Portanto, desejo para mim, para você, para nossos familiares, agregados, amigos, eventuais inimigos, conhecidos, desconhecidos... Felizes pessoas novas!!! Pois somente pessoas novas, poderão algum dia celebrar verdadeiramente novos e felizes anos novos.


Clique na imagem abaixo para ler outro post de fim/começo de ano, sorteado pelo sistema:


Clique aqui.


Ou clique num dos links abaixo para ler outro post de fim/começo de ano, já escolhido aleatóriamente pelo sistema:



Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

Comentários

  1. Amei ler, também desejo a você que seja a pessoa que és e se sinta feliz e renovado!
    Cada ano que passa envelhecemos fisicamente e consequentemente há que haver mudanças também em nossas almas, que sejam mudanças para melhor, melhor avaliação do que realmente têm valores, isso sim, nem fico presa a rituais, nada de pular ondas, comer lentilhas com intenção de ter boa sorte, nada disso, meu único compromisso é mesmo mudar sempre a minha "pessoa velha pela pessoa nova", mesmo ficando velha, que alegria é poder viver, que alegria!
    Abraços meu amigo "Feliz Pessoa Nova" para você também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O espírito não tem idade, renova-se sempre. Envelhece quem se apega a velhos conceitos e se nega a mudar. "Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo"...

      Um abração. Feliz pessoa nova!

      Excluir
  2. Pessoa Nova! Renovação essencial para a felicidade almejada! Feliz "Pessoa Nova, Antonio"!
    Abraços de Ano Novo,
    Célia.

    ResponderExcluir
  3. Olá, António!

    Que texto!

    O que vou eu falar para você, comentar, o quê?
    Acredite que, embora eu fosse uma aluna satisfatória, em Filosofia, eu não consigo, nem rebater, um pouquinho as ideias expressas no texto, de tão profundo que ele é!

    Queremos gente nova ou nova gente? Aceitamos todo o mundo, desde que seja novo, diferente, sincero e não ritualizado.

    Sabe que meu natal foi bem frugal, até rima, e não houve extravagâncias. Comemorei o nascimento de Cristo, que era aquilo que pretendia.

    A VOCÊ, MEU AMIGO ANTÓNO, NOVO, DESEJO O MELHOR DO MUNDO. QUEIRA DEUS QUE EU CONSIGA TAMBÉM MUDAR MINHAS ATITUDES OBSOLETAS, EM ALGO NOVO, DIFERENTE.

    Aquele abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um mundo melhor precisa de pessoas melhores, sintonizadas com novas atitudes e pensamentos novos. Mais Cristo nos corações e mentes.

      Um abração.

      Excluir
  4. Apon, é isso, é não precisamos de um novo ano, mas de novas pessoas, com novos pensamentos e atitudes. E essa renovação é uma busca, sobretudo, individual, que precisa acontecer de dentro pra fora, mas repercute indefinidamente entre todos.
    Um abraço, 2014 de renovação e realização.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um ano novo com ideias e atos envelhecidos, está condenado a reprisar velhos desatinos.

      Um renovado e renovador abração.

      Excluir
  5. Oi, António!

    Estamos a menos de duas horas, aqui, em Portugal da virada. Aí, um pouco depois.

    Eu quero ser uma pessoa nova, com espírito renovado e capaz de mudar o que está errado.

    FELIZ ANO NOVO, COM HARMONIA, CORAÇÃO E PERDÃO.

    Um beijo e um abraço para você e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca é tarde para retribuir os bons votos. Todo dia novo remova-se e renova-nos em possibilidades.

      Um abração e um maravilhoso 2014.

      Excluir
  6. Meu amigo
    Que o ano de 2014 seja pleno de amor e felicidade...de paz e prosperidade...repleto de realizações e de sonhos concretizados.
    Obrigada por todo o carinho que me deixam em cada palavra que me aquece a alma e adoça o coração.

    FELIZ ANO NOVO

    Um beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  7. Oi Antonio,
    Que a ideia do novo, nos renove!
    Nos permita enxergar o que não é visível e assim possamos transitar por
    novas possibilidades!
    Muitas felicidades a você e sua família!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um mundo novo e melhor, aguarda por essa nossa renovação.

      Um abração. Feliz 2014.

      Excluir
  8. O nosso caminho é feito
    Pelos nossos próprios passos...
    Mas a beleza da caminhada...
    Depende dos que vão conosco!
    E neste ciclo do "ir" e "vir"
    O tempo passa... e como passa!
    Os anos se esvaem...
    E nem sempre estamos atentos ao que
    Realmente importa.
    Deixe a vida fluir
    E perceba entre tantas exigências do cotidiano...
    O que é indispensável para você!
    UM FELIZ ANO NOVO!

    Um abraço!
    Lucélia Muniz.

    http://www.luceliamuniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renovando o caminhar e os caminhos, vamos avante para verdadeiramente novos anos.

      Um abração. Bom 2014.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Acróstico junino

Precisa de tinta para escanear?

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Meio ambiente, ávida vida

Pernas

Ser feliz é simples. Não complique!

Mangue, bordel, Brasil