Caminhando, escolhendo, poetizando e encantando - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

domingo, 14 de janeiro de 2018

 

                    Caminhando, escolhendo, poetizando e encantando              

     

... rumo, prumo, desesperança. O esperar nem sempre alcança, esperançar nem sempre avança; só adianta o caminhar! Prum lugar qualquer, pra qualquer lugar; onde caiba o sonho, onde dê sonhar...


Antonio Pereira Apon.


Caminho entre flores dividido por uma árvore, nuvens brancas em céu de profundo azul.


No blog Filosofando na vida, a professora Lourdes nos convida a escrever uma frase, verso, poesia, pensamento, mensagem… Sobre uma imagem postada a cada fim de semana. Acima, a imagem sugerida. Abaixo, a minha décima oitava participação nessa “brincadeira” intitulada: Poetizando e encantando.


Selo de participação no Poetizando e encantando.

Flores, cores,
folhas, escolhas,
desfolhar o tempo, a árvore da vida.
Dividida,
mal vivida;
repartida trilha a se escolher.
Sim ou não,
um tal talvez;
ser ou não ser, Hamletiana questão.
Azul profundo,
nuvens brancas;
me confundo,
rumo, prumo, desesperança.
O esperar nem sempre alcança,
esperançar nem sempre avança;
só adianta o caminhar!
Prum lugar qualquer,
pra qualquer lugar;
onde caiba o sonho,
onde dê sonhar.
Pra onde for,
pra onde der,
pra onde houver lugar.
Onde bata um peito,
onde pulse um jeito,
onde brote amar.
Onde morre o triste,
onde a dor desiste,
Onde o que persiste é acreditar.
Pra pintar paisagens,
devorar miragens;
pra viver poesia,
pra ser alegria,
para se encantar.



Nossas participações mais recentes:






Subscreva aos destaques RSS de:
Powered by FeedBurner

   
 
 

29 comentários:

  1. Verdade amigo Antônio,
    O esperar nem sempre alcança,
    esperançar nem sempre avança;
    só adianta o caminhar!
    Escolhemos os caminhos a seguir, mas nem sempre acertamos. O importante é manter viva a esperança.

    Que bela poesia, que magnífica participação. Muito obrigada, seja sempre bem vindo! Tenha um dia de muita paz e que seus caminhos neste ano novo seja iluminado por Deus. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazermos a nossa parte, caminharmos o nosso caminho e viver tocando em frente.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  2. Ola, Antonio!
    Onde brote amar ... que o amor seja plantado em todos coracoes!
    Seja muito feliz e Abençoado!
    Abraços fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Semear o amor e todo o bem. Eis o grande caminho.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  3. Quando caminhamos, trilhamos esperando acertar o caminho! LINDO! abraços praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caminhando, trilhando, vivendo! Entre erros e acertos, seguir em frente.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  4. Que lindo, nossa, tens uma capacidade de fazer poesia bem assim, no improviso de uma imagem!
    Fez-me recordar o meu tempo escolar em que a professora do primário nos fazia desenvolver a capacidade de pensar e escrever diante de uma figura inspiradora!
    Nossa, eu adorava, viajava no tempo e no espaço de minha mente sempre inquieta querendo algo para poder se expressar!
    Viajei no tempo lendo aqui!
    Amei, parabéns pela bela participação amigo peota Antonio!
    As escolhas dos caminhos sempre foram difíceis, ou se é isso ou aquilo, não se pode ser tudo!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A inspiração está em tudo, resta-nos captar e poetizar. Caminhos, escolhas, caminhar... Vida que não para, que nos faz e nós fazemos.

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  5. Excelente a sua inspiração! Parabéns.
    Adorei a musica de fundo!!

    Beijo e um excelente Domingo

    ResponderExcluir
  6. Voltei amigo para deixar meu comentário de elogios e admiração a sua bela participação. És um grande poeta e merece todos os aplausos. lembrarei de vir com outro navegador, foi bom que descobri que outros blog também são assim, rejeitam o clone. Parabéns! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Genilda. Você sempre tão gentil e atenciosa.

      Creio que não são os blogs que rejeitam o Chrome, ele é que implica conosco. Rs rs rs...

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  7. Olá, Tonico!

    Vou falar e escrever "pouquinho", porque estou aprendendo a ser lacónica, mas não sou, nem vivo em Esparta (rs). Vivo em Lisboa e sou alentejana, portanto, lenta, pachorrenta, ah, mas quando "acendo" sou um tantinho vulcãozinho, pequenino, pois, eu só tenho palmo e meio de altura (rs), mas minha imaginação é um tantinho maior. Já estiveste perto de um vulcão (rs)? Eu já, mas o "meu" vulcão conseguiu dar resposta ao outro vulcão, portanto, houve empate e a "crista do vulcão", aquele "magma" todo teve de voltar à precedência e se acomodar. Eu sou uma prepotente (rs).

    O teu poema começou muito bem com flores e cores, mas depois veio a desesperança, que, muitas vezes, é uma realidade, que a gente tenta não entender. Conscientemente, acho que nos damos conta do que está acontecendo, como agem as pessoas, o que falam, o que não falam, porque não estão nem aí, mas enfim sabem brincar de "caridadezinha", meio forçada, ou melhor totalmente forçada e esforçada pra não nos porem na alheta, definitivamente, ou nos dizer: saia do meu caminho, que minha turma, que meu bem é outro ou será outro, te4nho certeza (rs).

    Por vezes, quem espera, alcança, consegue, mas a maioria das vezes não alcança nem um átomo, nem um monossílabo daquilo que pretende.
    Sabes a solução: arrepiar caminho ou ir para outra estrada, como aquela que a Lourdes mostrou na imagem, com flores ladeando ela, a estrada, e no final da estrada, pelo menos aquilo que nossa vista alcança, há uma árvore, frondosa, bela, de porte. Imaginemos uma amendoeira em flor, onde ficamos de olhar completo, enamorado e dilatado. Ela tudo nos está oferecendo, desde a cor, sombra (proteção) à flor. Então, é aqui que vamos ficar, pois o clima, o ambiente e o cenário nos agrada sobremaneira. Ela irá "falar" contigo/conosco, através dos seus ramos, que representam os braços humanos, e tu nela ficarás/ficaremos "presos" e "prisioneiros em liberdade, amor e verdade.

    O importante é amar, não importa o lugar, o tempo, desde que estejamos em sintonia. Não ligues para o que é acessório, antes sim para o "corpo" das palavras e das atitudes.

    Há muito tempo que não escutava Bob Dylan (até que enfim, música estrangeira e não MPB), mas acho que tua escolha foi perfeita. Parece que tudo o que dizemos e fazemos voa para o ar levado pelo vento, mas meu amigo, haverá um momento na tua vida, na vida de todos nós, em que soprará uma brisa viva e atuante, que nem esperávamos e que decide nos dar a mão e fazer caminho com a gente. Espera! Ela está chegando. Como bom cavalheiro e talvez amante, deves ter na mão uma rosa rubra para lhe ofertares.

    Beijinho, menino e antes de chegar o outono, começa a pôr de "lado" o que e quem não te motiva, te dá prazer e suscita.

    Resto de bom domingo. Boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei do seu "escrever pouquinho". Rs rs rs... Estou aqui a imaginar esse "vulcãozinho" explodindo...

      Tudo é parte, tudo faz parte da arte das relações. Muitas vezes preferimos fingir que não percebemos as personas e suas personagens, as complexidades reais ou fictícias. Mas a vida segue e nós seguimos nas asas do vento, na poesia do tempo, rumo à "árvore" do porvir.

      https://www.youtube.com/watch?v=x14ZY4BeBj8

      Sempre prontos sempre a postos, que venha a vida! Como der, como for, como puder. Subvertendo as estações...

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
    2. Gostou? Ainda bem. Eu escrevo pouco, como sabes (rs)!

      Pode imaginar à vontade, porque a mente se fez para essas coisas e não só.

      As relações entre as pessoas são um jogo, muitas vezes fingido e hipócrita. Pomos de lado e partimos pra outra.

      O vídeo que colocaste diz textualmente assim: "Este vídeo contém conteúdo (que pleonasmo, acrescento eu) pertencente a SME, que o bloqueou no seu país por motivos de Direitos de Autor".

      "Até um dia" é uma canção cantada por muitos cantores brasileiros, mas não é essa que tu colocaste, pois não?

      Vamos lá procurar outro para a portuguesita. Amanhã, a gente conversa.

      Dorme bem e te desejo sonhos bonitos e floridos.

      Excluir
    3. Um desses deve abrir por aí:

      https://www.youtube.com/watch?v=e31ZbjI8PmQ

      https://www.youtube.com/watch?v=_xzO4UZczWw

      https://www.youtube.com/watch?v=75hdYWd1ND0

      Inté!

      Excluir
    4. Abriram todos, Tonico e gostei muito da interpretação de Emílio santiago.
      A letra é um pouco derrotista, mas amanhã é um novo dia. Não vale a pena a gente se perder por coisa ou pessoa, que não merece.

      Inté e boa semana.

      Excluir
    5. De fato, a letra é um tanto "down", mas, poética e melodiosamente bela.

      Inté! Tudo de bom.

      Excluir
  8. Olá amigo poeta de rara sensibilidade.
    Sua introdução no painel por si diz tudo desta imagem.
    Esperançar e saber que nem sempre é avançar, mas teimar.
    A musica é perfeita para ler esta beleza de inspiração.
    Aplausos e boa semana alegre e leve.
    Um terno abraço amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em frente sempre! Caminhando, tentando, persistindo, acreditando... Enfim, vivendo!

      Um abraço e uma boa semana.

      Excluir
  9. Boa noite amigo!
    A nossa amiga Carmem participou pela primeira vez do poetizando, vale a pena apreciar!
    Bjus

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Antonio,pelo comentário em meu blog e digo o mesmo a você,gostei muito da sua participação.
    Abraços-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde, Antônio
    Gostei imensamente da sua participação.
    Obrigada pela gentil visita ao meu blog.
    Tenha um ótimo dia.
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  12. Adoro suas participações no poetando sempre com muita sensibilidade, criatividade e com muita reflexão, assim como seus demais textos poéticos.
    Beijos afetuosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Levo muito a sério essa BC, me dedico em fazer o melhor. Obrigado por seu gentil comentário.

      Um abraço. Tudo de bom.

      Excluir
  13. Antonio!
    O eterno dilema da vida em sempre ter duas opções e ter de escolher uma que seja então o caminho do bem e do amor.
    Amei sua participação.
    Novo Ano repleto de realizações!!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/01/divulgacao-cultural-05-18-poetizando-e.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprender, saber escolher, eis a grande arte do viver. Que os novos dias sejam de fato renovados e renovadores para todos nós. Tudo de bom para ti também.

      Um abraço e um bom fim de semana.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...