Está escrito - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!


Pensamento do dia:





Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

 

                    Está escrito              

     

... “o verbo se fez carne”, os tipos de Gutemberg aposentaram os escribas. Explodiram, eclodiram; versos brancos, vastas rimas, contos, artigos, crônicas; folhas e mais folhas de saberes, de sentires, de fazeres, calares, dizeres… Na constelação das mentes; autores e leitores, magia...


Antonio Pereira Apon.


Uma jovem sentada entre as flores, lendo um livro.


No blog Filosofando na vida, a professora Lourdes nos convida a escrever uma frase, verso, poesia, pensamento, mensagem… Sobre uma imagem postada a cada fim de semana. Acima, a imagem sugerida. Abaixo, a minha 54ª participação nessa “brincadeira” intitulada: Poetizando e encantando.


Selo de participação no Poetizando e encantando.

No bordado das palavras,

na costura das frases,

na trama dos parágrafos,

no tecido das páginas;

em prosa e verso,

no reverso,

num estilo qualquer.

Na escrita lida a vida,

Entre sorrisos e lágrimas,

amores e ódios,

espinhos e flores,

venturas e dores.

Ficção da realidade,

realidade da ficção.

Um universo.

Cabe o mundo!

Todo mundo na leitura há de caber:

romances, aventuras,

fábulas, suas venturas;

Sonhos, deuses, mitos,

dramas, comédias...

Conflitos!

Porque não?

A ética e a estética,

profética, patética,

dialética,

eclética leitura.

Popular e erudita,

bendita,

maldita também.

Abarca a tudo,

é de todos;

depois que “o verbo se fez carne”,

os tipos de Gutemberg aposentaram os escribas.

Explodiram, eclodiram;

versos brancos, vastas rimas,

contos, artigos, crônicas;

folhas e mais folhas de saberes,

de sentires, de fazeres,

calares, dizeres…

Na constelação das mentes;

autores e leitores,

magia do escrever,

encantamento do ler,

literária inspiração.

Livro na mão,

pés no chão, cabeça no infinito.

Está escrito!




Nossas participações no "Poetizando e encantando":

Para exibir/ocultar Clique para exibir/ocultar nossos posts no poetizando e encantando.

   
 
 

36 comentários:

  1. Boa tarde:-Encantadora participação poética. Linda de mais.
    .
    * LÁGRIMAS ... ( Poetizando e Encantando ) *
    .
    Feliz fim de semana

    ResponderExcluir
  2. Linda e maravilhosa participação, e é mesmo depois da palavra ser escrita tudo pode estar ao alcance das mãos e do coração, nessa bendita poesia, a alegria, a tristeza transformada em bondade. Lindo. Já deixei o meu lá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A força da palavra voltada para o bem, fazendo florir a esperança, primaverar a vida.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  3. Boa arde amigo Antônio!
    Finalmente minha net voltou e estou aqui para apreciar sua linda participação.
    Mais uma linda poesia que você amigo, no bordado das palavras, na costura dos versos e no desenrolar do seu pensamento saído do seu coração, você compôs essa majestosa poesia.

    Obrigada por mais uma vez participar e não só poetizar, nos encantar com seu lindo poetar. Parabéns, seja sempre bem vindo!
    Feliz fim de semana e que nessa estação do ano que ao meu ver é a mais bela, lhe traga muita felicidade, saúde e paz.
    Abraços da amiga Lourdes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A tecitura dos versos exprimindo na escrita a poesia da vida, de todas as estações e na primavera então...


      Um abraço. Tudo de bom. Uma boa semana e que algum dia, possamos contar com conexões de internet melhores.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  4. Boa tarde amigo Antônio. Sempre com lindas poesias rimadas e com maestria as compõe. Quando as palavras ela são proferidas para o bem, com certeza vem a positividade.

    literária inspiração.

    Livro na mão,

    pés no chão, cabeça no infinito.

    Está escrito!

    Finalizaste lindamente!
    Parabéns amigo, seja muito feliz. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está escrito na vida, na poesia de cada estação. O bem precisa florir.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  5. Boa tarde, amigo Antonio!
    Um escritor sabe ler a alma de quem lê.
    A imagem ajudou à sua própria tecitura nos versos... perfeitamente poetados com os predicados que lhe são próprios da sua condição de ser e de escrever.
    Muito bonito como um todo. Adorei o que li e senti na descrição versejada.
    Deus te abençoe muito!
    Abraços fraternos de paz e bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escritores e leitores são cúmplices da inspiração, da palavra que toca a alma, visitando mente e coração.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  6. Parabéns! magnifica poesia profundamente bela,palavras por palavras sentida e escrita vindo do coração. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita da vida, pulsando qual florir de primavera, convidando a pensar e sentir.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  7. Olá, Tonico!

    "Está escrito" e mto bem escrito. Fazes sempre uns "bordados" lindos, com linhas multicolores e usas pontos entrelaçados, rimados e desenlaçados, afinal como a própria vida.

    A invenção da imprensa, da escrita com "E" maiúsculo, foi um facto marcante e tu com ela fazes um brilharete, pke sabes brincar, rimar e lidar com as palavras.

    Gostei da música do clip, que colocaste nesse post.

    Beijinho e bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um ode à arte de escrever e à magia da leitura, essa tecitura de palavras e frases a endereçar à alma mensagens, que trafegam entre a mente e o coração. Salve Gutemberg! Que, para quem não percebeu ou não sabe, tornou possível a popularização dos livros, antes produzidos por escribas e de acesso restrito a uma casta sacerdotal e ou nobre.

      https://www.youtube.com/watch?v=qz_pQpG056I

      Um abraço, grafado com tipos de amizade.

      Excluir
    2. Excelente o vídeo, k aqui nos mostras.
      É um facto marcante para a Humanidade, como aqui refrese, visto que só uma parte do clero sabia ler e copiar os livros (monges copistas).

      Gravadíssimo, nosso afeto.

      Excluir
    3. Escrevendo, lendo e aprendendo. Democratização do saber, da comunicação via escrita.

      https://www.youtube.com/watch?v=nbqpGHHgWHY

      Amizade sempre!

      Excluir
    4. No tempo da minha bisavó, se dizia o seguinte: não quero k minha filha aprenda a ler e escrever, para não escrever cartas ao namorado, nem ler as k ele lhe envia. Que absurdo!

      É tão importante saber ler e escrever! As pessoas se sentem outras.

      Conheço mto bem esta canção, tb, cantada por Françoise Hardy. A AMIZADE, qdo sincera, tem um poder magnânimo e tudo pode.

      Bises, mon chèri ami (é preciso ainda traduzir -rs)?

      Excluir
    5. Não, não precisa traduzir, minha querida amiga. Infelizmente, essa ditadura da ignorância, vigente no tempo de nossos avós, aqui no Brasil se institucionalizou numa farsa de "educação", a parir analfabetos funcionais, que até conseguem "ler",mas, pouco ou nada entendem do que leem.

      Um abraço amigo.

      Excluir
  8. E como está escrito meu amigo
    Uma trama poética colossal poeta
    Parabéns por nos encantar com esta pérola
    Um abraço e um ótimo final de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Palavras da vida, sentires e pensares escritos em prosa e verso.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Estamos em reforma.

      Excluir
  9. Parabéns amigo Antônio. E nessa trama poética colossal encontramos como um presente você um grande poeta e um lindo pensador. Parabéns! Amei o que escreveu. Abraços com perfume de primavera.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A arte da escrita é o grande presente, dádiva da comunicação que transcendeu fronteiras e popularizou pensares e sentires por todo o mundo, por toda gente.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  10. Aplaudindo o sua belíssima participação, Antônio.
    Um grande abraço de
    Verena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aplausos para a escrita, essa arte que nos permite expressar sentires e pensares na sua mais complexa simplicidade.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  11. https://poemasdaminhalma.blogspot.com
    Olá António!
    Maravilhosa participação, excelente poema, está tudo dito e escrito, nada mais há a dizer. Aplausos poéticos.
    Abraço amigo.
    Luisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nenhuma palavra é o bastante, nenhum verso é suficiente, a poesia tem sempre algo mais a dizer.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  12. Olá amigo.
    Tecer palavras, bordar sentimentos que nos levam pela jornada desta vida.
    Uma inspiração perfeita de encantamento. Um belo trabalho amigo com meus aplausos.
    Uma semana maravilhosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tecido da escrita em prosa ou verso, dando notícias da vida que nos inspira.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  13. Está uma maravilha, António.
    Tem um estilo muito original e interessante.
    Abraço
    ~~~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos tentando tecer versos de uma forma diversa do comum, brincando com as possibilidades das palavras e frases, jogando com a rima e os versos brancos.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Estamos em reforma.

      Excluir
  14. Brinca com as palavras com originalidade e nos brinda uma poesia fina tecida com os aportes literários do mais fino trato. Lindíssima!
    Beijokinhas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto dessa brincadeira com as palavras, de ir além do lugar comum, explorar mais e mais possibilidades nessa nossa arte do escrever.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  15. Antonio!
    Fico impressionada de como usa as palavras: "No bordado das palavras,

    na costura das frases,

    na trama dos parágrafos,

    no tecido das páginas;

    em prosa e verso,

    no reverso,

    num estilo qualquer."

    Simplesmente perfeito!
    Parabéns!
    Semaninha de luz e paz!
    “O maior problema e o único que nos deve preocupar é vivermos felizes.” (Voltaire)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/09/divulgacao-cultural-128-54-edicao-do.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A arte da escrita, nos convida à abstração, subjetividade, explorar para além do lugar comum, descobrir a poesia escondida além do óbvio, acordar a criatividade.

      Um abraço. Tudo de bom.
      Antologia de primavera.

      Excluir
  16. Boa noite amiga!
    Apesar de estar atrasada para a postagem do poetizando acabei de postar a 55ª edição. A mesma, ficará disponível durante toda semana para participarmos.
    O problema do meu notebook e espero que não volte.
    Peço desculpa e mais uma vez agradeço por suas participações que tem nos encantado com lindas poesias.
    Seja bem vinda!
    Feliz noite de Domingo e um amanhecer para uma nova semana de muita paz e felicidade.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte.

    ResponderExcluir
  17. Corrigindo amigo!

    Boa noite amigo!
    Apesar de estar atrasada para a postagem do poetizando acabei de postar a 55ª edição. A mesma, ficará disponível durante toda semana para participarmos.
    O problema do meu notebook e espero que não volte.
    Peço desculpa e mais uma vez agradeço por suas participações que tem nos encantado com lindas poesias.
    Seja bem vindo!
    Feliz noite de Domingo e um amanhecer para uma nova semana de muita paz e felicidade.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...