Pé de tempo, pede tempo - Apon na arte da vida

Bom estar com você aqui no APON NA ARTE DA VIDA!



Leitura sorteada - Nossos vídeos

Postagem em destaque

Por onde anda você?

Você, que vaga em meus sonhos, qual a brisa de outrora; acordando sentidos, acarinhando sentimentos; exumando lembranças, memórias ...

Pé de tempo, pede tempo

Publicado em terça-feira, 26 de maio de 2020



... Quem pede um pé de tempo e perde tempo, se perde a não mais achar; não dá pé recolher o perdido pedido, desacolhido mal colhido desperdiçar...



Folhas caindo no outono. #PraCegoVer

Quem plantou um pé de tempo,
pra tempo querer colher;
se não acolhe o tempo e lhe dá utilidade,
pede tempo pra se arrepender.
Quem colhe tempo e não usa,
azeda o fruto que abusa,
tempo que não se guarda,
fruta que não sabe aguardar.
Não tem silo nem celeiro,
tempo é volátil e passageiro,
não se permite armazenar.
Colhido, não se demora,
quem não o degusta, ele devora,
assusta em seu fugaz passar.
Quem pede um pé de tempo e perde tempo,
se perde a não mais achar;
não dá pé recolher o perdido pedido,
desacolhido mal colhido desperdiçar.
A rimar tempo com vento,
lastima o sopro, desalento;
quem plantou um pé de vento,
pra tempo querer colher.

Dê uma espiadinha em nossas postagens mais recentes:



4 comentários:

  1. .
    Elogiável criatividade poética. Fascinante de ler.
    .
    Saudações amigas
    Cuide-se

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, amigo Antonio!
    Linda reflexão poética sobre o "tempo"!
    Admiro muito sua inteligência com as palavras, com os temas, com a poesia da vida!
    Abraços! Felicidades para você e sua família!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tempo e a vida são inspiradores, cabe-nos captar e distribuir a poesia do viver. Obrigado.

      Um abraço. Tudo de bom.
      A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

@INSTAGRAM