O assédio de Cassandra e a queda de Troia - A arte da vida. Apon HP



Obrigado por sua visita. Boa leitura!




Para exibir/ocultar os posts mais recentes e mais opções do Site Clique aqui.

quarta-feira, 8 de março de 2017

 

                    O assédio de Cassandra e a queda de Troia              

     

... provocou a paixão do “deus”, que lhe ensinou os segredos de profetizar. Mas, negando-se a deitar com Apolo. Ele se vingou lançando-lhe uma maldição: Ninguém daria crédito às profecias da moça. Assim, Cassandra foi tida como louca e constantemente ridicularizada...


Antonio Pereira Apon.


Cassandra, ilustração de Evelyn de Morgan.


Quem pensa que assédio é alguma novidade, está enormemente enganado. Na antiguidade, esse “jogo” de dominação, rolava de A a Z, ou melhor, de Apolo a Zeus. As aventuras e estrepolias de Zeus, o “altíssimo pegador” do Olimpo, são famosas, contadas em prosa, verso e machismo. Entre outros tantos, Apolo também aprontou. A mitologia grega, até parece delação da “Lava Jato”, compromete “deuses” e o mundo. Mas, vamos ao que interessa:


Os irmãos gêmeos, Cassandra e Heleno, filhos do rei Príamo e da rainha Hécuba de Troia, brincavam no Templo de Apolo. Sem se dar conta do tempo, as crianças brincaram até tarde demais para voltarem para casa e ali mesmo foram acomodadas. No dia seguinte, os dois ainda dormiam, quando, aterrorizada, sua ama, flagrou duas serpentes passando as línguas por suas orelhas. Ilesas, as crianças desenvolveram uma sensível audição que lhes permitia ouvir os deuses.


Cassandra cresceu formosa, devota servidora de Apolo. Tão dedicada que provocou a paixão do “deus”, que lhe ensinou os segredos de profetizar. Mas, negando-se a deitar com Apolo. Ele se vingou lançando-lhe uma maldição: Ninguém daria crédito às profecias da moça. Assim, Cassandra foi tida como louca e constantemente ridicularizada, fez profecias a alguns de seus irmãos como Heitor, Dêifobo, Polidoro… No nascimento de Páris, Cassandra previu que esse seu irmão causaria a destruição de Troia. Ignorada ao tentar alertar os troianos sobre suas previsões catastróficas, inutilmente a jovem implorou a Príamo para que destruísse o “presente de grego” engendrado por Ulisses. O descrédito nas previsões de Cassandra levou à derrocada de Troia. “O castigo veio a cavalo”. Literalmente.


Cavalo de Troia.



Dia internacional da mulher.

08 de março. 1975, foi designado pela ONU como o Ano da Mulher e, em dezembro de 1977, o Dia Internacional da Mulher foi adotado pelas Nações Unidas, para lembrar as conquistas femininas.


Mãe Terra.


Leia abaixo alguns de nossos escritos tendo a mulher como tema:




   
 
 

6 comentários:

  1. Obrigada, por textos tão significativos para uma data, como a maioria delas, consumista, apenas...
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos sempre buscar ir além do óbvio e encontrar significados reais que transcendam os ditames consumistas, inspiradores de datas comemorativas, transformadas em efemérides vazias.

      Um abraço. Felizes todos 365 dias da mulher!

      Excluir
  2. Amei, nossa, adoro mitologia, sim, literalmente o castigo veio a cavalo!
    Tivemos as mesmas intuições, pois nessa mitológica história há um entrelaçamento incrível de deuses, humanos, semi deuses, tudo muito fascinante!
    Amei ler aqui, abraços amigo Antonio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em geral, a mitologia grega já é muito rica. O mito de Troia em particular, tem incontáveis facetas a serem abordadas. É uma obra-prima.

      Um abraço.

      Excluir
  3. Olá, António!

    Mto significativo, bem escrito e explicado teu texto. De facto, acho que tudo o que hoje acontece, de ruim, embora com outros contornos, já vem de longe, de muito longe e nada melhor que a mitologia para explicar tudinho.

    Abracinho, menino!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O presente reflete o passado. Deveríamos aprender com o pretérito, para não ficarmos repetindo os mesmos erros. Mas...

      Um abraço.

      Excluir

Obrigado por sua visita. Aqui você pode deixar seu comentário. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

Fale conosco:






Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira Apon. E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Fale conosco.



Clique na imagem para ler um texto sorteado pelo sistema:
Textos para todos os dias. Curta a arte da vida!




Fique mais um pouquinho. Leia também...



Livros e vídeos:


Capa da segunda edição de : Essência.

>

Esse livro propõe uma incursão na alma humana, garimpando sentimentos e emoções, revelando-os em versos que retratam o homem moderno em sua incansável procura de si mesmo; seu contexto social, político e cultural em um mundo em transição.


Depois de 14 anos, atendendo a pedidos, estamos republicando Essência. Nessa segunda edição, incluímos o subtítulo: O livro do poema: A pedra. O distraído nela tropeçou... Numa referência ao nosso poema integrante dessa publicação, que, absurdamente, tem aparecido na internet com o nome de autores famosos: Fernando Pessoa, Renato Russo, Chaplin... Ou plagiadores. No endereço: (http://aponarte.com.br/apedra), o amigo leitor encontra todos os esclarecimentos, inclusive algumas das formas de como o plágio tem se apresentado.

Capa da segunda edição da : Coleção
                            Graziela.

>

Aqui, pais e professores encontram uma forma prazerosa e divertida, de abordar temas como: Cidadania, comportamento, respeito ao outro e à natureza... Em sete contos, compondo um jogo de arte e educação, onde lúdica e naturalmente aos pequeninos são apresentados conceitos de: Ecologia, solidariedade, diversidade, coletividade, tempo, responsabilidade, motivação, interatividade, participação...


Textos que parecem se renovar a cada dia, conservando impressionante atualidade e sintonia. Espero que gostem.

Capa de Um dedo de prosa e poesia. A arte da
                vida.

São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...