Um lixo



...Não é do seu feitio, descartar aquele velho sofá numa esquina qualquer, largar por aí o entulho daquela reforma. Com certeza, você não é nenhum babaca para abrir o fundo do carro e despejar poluição sonora....


Muito lixo.


Gosto muito dos ditados populares, são pequenas frases com grandes verdades. Vou aqui usar alguns como "ganchos" para nosso tema central.


Você é dos que dizem: "Faça o que digo, não faça o que faço"? eu prefiro o "Tal pai, tal filho", ou o "Filho de peixe, peixinho é". Acredito que "Um exemplo vale mais que mil palavras" pois, "Dize-me com quem andas, e te direi quem és".


Precisamos sincronizar a teoria e a prática, contextualizar o dito no feito, o discurso na ação.


Temos usado o planeta como um grande lixão. Rios transformados em esgotos, lagos tornados pinicões e o mar feito uma enorme fossa... Qual a sua contribuição para mudar essa situação? Que exemplos tem dado a seus filhos?

Certamente, você não joga o resto do lanche pela janela do carro nem de casa, não sai sujando as ruas nem emporcalha a praia... Não é do seu feitio, descartar aquele velho sofá numa esquina qualquer, largar por aí o entulho daquela reforma. Com certeza, você não é nenhum babaca para abrir o fundo do carro e despejar poluição sonora na vizinhança. Pessoas como você, não acham que o resto do mundo é o quintal de suas casas, sabem que a natureza não é um supermercado e que seus recursos escasseiam com o abuso não sustentável...


Infelizmente, muitos julgam-se acima do bem e do mal. Autistas inconsequentes, sabotadores do amanhã, esquecidos de que "casa dos pais, escola dos filhos" e de que "quem semeia ventos, colhe tempestade", "aqui se faz, aqui se paga"... ...



(Postado aqui em abril de 2010).


Gostou desse texto?
Então vai gostar do nosso livro: Um dedo de prosa e poesia. A arte da vida.
Clique abaixo na capa para saber mais e adquirir seu exemplar.


São 125 páginas com 89 títulos em verso e prosa de Literatura Nacional, num livro prefaciado pelo professor, escritor, poeta e trovador Orlando Carvalho. Crônicas, mensagens, poesias... amor, humor, reflexão, arte, cotidiano, atualidades, auto-ajuda, espiritualidade...
Compre aqui!



Foto do autor: Antonio Pereira (Apon).


Nosso conteúdo é de direito reservado. Sua reprodução pode ser permitida, desde que
seja dado crédito ao autor original: Antonio Pereira (Apon). E inclua o link para o site: WWW.aponarte.com.br
É expressamente proibido o uso comercial e qualquer alteração, sem nossa prévia autorização.
Plágio é crime previsto no artigo 184 do Código Penal.
- Lei n° 9.610-98 sobre os Direitos Autorais
.



Fale conosco.

Comentários

  1. Excelente seu texto, amigo...infelizmente muitos ainda são do tipo faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço... quanta incoerência existe entre o que se prega e o que efetivamente se faz! Sempre lamentável quem assim age.
    Beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Valéria.

      O resultado disso já está sendo vivenciado. E o que estamos agendando para as novas gerações? Tristes seres desumanos.

      Um abração.

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e comentar nosso texto. Esse espaço é feito para você. Volte sempre!

Antonio Pereira Apon.

+ lidas nesses 30 dias

Apedra. Poema de Antonio Pereira (Apon). O distraído nela tropeçou...

Folclore brasileiro em acróstico

Precisa de tinta para escanear?

Anonimato, internet e o anel de Giges

Você não precisa de cerveja para ser feliz

A gente (Paródia de: A casa - Vinicius de Moraes)

Amigos não tão virtuais

Pai. Sem ser super, ser “Herói”